2011/03/27

Dia 563

Parece que as pessoas já estão apaixonadas por alguém. Então, não sobra ninguém por quem eu possa me apaixonar. Ás vezes acontece. A mulher certa estar com o carinha errado e o carinha certo estar com a mulher errada. Aconteceu comigo, provavelmente pode ter acontecido com você. Mas sempre tem a mulher que deixamos escapar. Aquela que passou. Caras legais tem isso e serial killers também. "Aquela que deixou passar." Eu já dei risada até a barriga doer, já chorei até dormir e acordei com o rosto desfigurado. Já fiz cosquinha em amiga só pra não ver ela triste, já me queimei brincando com vela. Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto, já conversei com o espelho, e até já brinquei de mágico. Já quis ser astronauta, violonista, ator, caçador e trapezista. Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora. Já passei trote por telefone, já tomei banho de chuva e acabei me viciando. Já roubei beijo. Peguei atalho errado e continuo andando por ai. Já me cortei fazendo a barba apressado, já chorei ouvindo música. Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais dificeis de se esquecer. Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas, já subi em árvore pra roubar fruta, já caí da escada de bunda. Conheci a morte de perto, e agora anseio por viver cada dia. Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante. Já corri pra não deixar alguém chorando, já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só. Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei na piscina sem vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormentes os meus lábios, já olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar. Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso, já quase morri de amor, mas renasci novamente pra ver o sorriso de alguém especial. Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar. Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade, já roubei rosas num enorme jardim. Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era um "para sempre" pela metade. Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol. Já fiz coisas no impulso do momento. Já magoei e fui magoado. Já tropecei na rua. Já contei mentira pra criança. Você não pode controlar suas emoções...apenas suas ações. Não vou me desculpar por fazer a coisa certa. Eu vou cuidar de você. Vou brincar com suas mãos e vou fazer você ficar envergonhada por que você é linda. Vou te segurar no colo e te empurrar no balanço. Vou descobrir onde você gosta que te toquem e vou te beijar todos os dias. Mas a única coisa que te peço é: Conversa comigo até eu dormir?

5 comentários:

Thairane Nascimento disse...

O problema é que a gente só percebe que deixou alguém passar muito tempo depois, quando não dá pra voltar mais. E mesmo quando não há mais ninguém nesse mundo por quem a gente 'possa de apaixonar', não significa que não nos apaixonemos mesmo assim. É uma pena.

Gostei muito de todo o resto do texto. E confesso que também já fiz quase tudo isso.

Priscila Mondschein disse...

LINDO!
Sem mais palavras...

Beijo grande!

Débora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Débora disse...

Na maioria das vezes isso acontece...
As vezes a pessoa que pode nos fazer a pessoa mais feliz do mundo está ao nosso lado o tempo todo e passa despercebido...Qdo percebemos é tarde!!!
E qm nunca fez o q vc citou no restante do texto???
Devemnos estar sempre atentos para ñ deixar a felicidade passar....
Ah...sempre tem alguém especial por quem agente pode se apaixonar....
é só olhar em volta!!!
Adoro vc mininu....
bjinhuuussss

Angel Tiemi disse...

Simplesmente lindo ^^