2017/07/21

Dia 2399

A vida muda muito rápido. Se não pararmos para aproveitar e ver o que realmente é importante, os dias tão normais se tornam inúteis diante da imensidão da eternidade. Conseguem ver? Um dia perdido é muita coisa, a vida é muita coisa para deixar passar ela desapercebida. Pra que a pressa? Sendo assim, com o tempo aprendi que nem todas as coisas e pessoas merecem nossa atenção. Algumas vezes precisamos daquele egoísmo que parece errado mas na verdade é certo, onde vamos parar de estar girando em torno do mundo dos outros e começar a girar no nosso próprio. As vezes precisamos olhar para nós mesmos, cuidar de nós mesmos para daí começar a cuidar dos outros e olhar para os outros. É muito difícil essa mudança, principalmente para quem se importa demais. Mas é tudo uma questão de tempo e paciência. 
A estrutura disso tudo se baseia em três coisas simples: Confiança, amor e dedicação. São simples mas não são fáceis. O que é simples na maioria das vezes não é notado, não damos a atenção devida, não levamos em consideração por diversos fatores - quase sempre externos - que nos fazem perder a visão sobre o essencial que é? O que realmente importa. Temos ainda que estudar, trabalhar, pagar as contas, ser bons parceiros (as), ter tempo para os filhos, cuidar da família, planejar o futuro, pagar horas e dever horas do dia. E ainda no meio disso tudo, fazer sobrar um tempo para nós mesmos. É difícil, mas ainda sim, simples. 
Particularmente falando, hoje tiramos um tempo para nós. Quarto grande, folhas secas do lado de fora da janela. E mesmo aqui, hoje, sabemos que isso que estamos fazendo é difícil. Ser um casal é difícil. Mas não significa que vamos desistir. Meu conselho - se é que posso dar um - é para não desistir. Ás vezes um vai querer desistir. Ás vezes os dois. Mas não desistam. Não desistam! Se conseguissem ver o que eu vejo hoje, saberiam que no meu horizonte tem um ponto fixo que tento todo dia, um pouquinho por vez chegar la. E algum dia ainda seremos nós dois. Pensando no que já foi, no que ainda da tempo de ser. Observando filhos e netos brincando, algum deles trazendo uma folha seca para mostrar como se aquilo fosse a coisa mais fantástica do mundo. Algum dia o tempo irá nos alcançar e vamos rir daquelas brigas bestas que tivemos. Algum dia ela ainda vai continuar sendo a garota dos meus olhos. Algum dia será apenas eu e ela. Algum dia.


Aqui e agora é o momento mais feliz da minha vida. Não saberia dizer isso pessoalmente sem parecer bobo. Ela esta em frente a janela, me trouxe uma xícara de café enquanto estamos nesse quarto e estou escrevendo isso tudo. O sol entra pelo vão da cortina e faz carinho nos cabelos loiros dela. É a cena mais bonita que eu já vi. Espera! Espera eu pegar a câmera, preciso registrar isso. E mais uma vez, obrigado por isso tudo. Pelo café, por sorrir para mim. Por fazer aquela voz de criança. Por me dar a mão na hora de dormir. Por perguntar minha opinião sempre que possível para qualquer coisa. Por me escutar quando chego do trabalho. Por brigar comigo quando as mangas das minhas camisas ainda estão dobradas dentro do cesto. Por falar bem de nós para suas amigas algumas vezes que seja. Por não existir segredos entre nós. Por me colocar nas suas orações. Por fazer planos e me colocar dentro deles. Por ser sincera nos momentos bons e ruins. Por estar comigo e por não desistir. Somos simples!

2017/07/01

Dia 2398


Ontem cheguei a conclusão de que não sou bom em relacionamentos. As pessoas estão sempre indo e vindo, alguém sempre acaba chorando. As coisas mais bonitas se tornam uma disputa para ver quem se importa menos, pra ver o outro indo atrás. Colocam prioridade onde não deveriam. Quem sabe daqui a alguns anos, quando os objetivos forem alcançados as pessoas parem um pouco e reflitam sobre o que ficou para trás, sobre o que poderia ter sido e não foi.
A gente vai se doando, vai deixando tudo passar, vai fingindo que tá tudo bem, vai deixando os problemas de lado, recomeça, tenta mais uma vez. Por que você no fundo sabe que o amor que você sente por ele (a), nenhum outro (a) vai fazer sentir igual. 
Com o passar dos anos, a partir da minha evolução psicológica e física, aprendi a amar incondicionalmente tudo aquilo que me cerca, imaterial ou não, vivo ou não, tudo aquilo que faz de mim, eu mesmo, é amado um pouco mais à cada segundo. Se não fosse pelos meus cercados, eu não seria eu. Uma música, um registro fotográfico que só eu vi na máquina, um detalhe na parede do muro onde fica o meu apartamento. A gente tem que saber o que é e onde realmente é importante pra gente e depois aplicar esse tal amor que todo mundo fala.
No final, nada importa. Todo mundo vai morrer um dia e o preço da felicidade é a própria vida. Só precisamos enxergar se estamos vivendo nossos dias ou só estamos vendo eles passarem. Vez ou outra precisamos de algo que nos faça acreditar que a vida vale a pena de novo. Algo que nos faça pensar que tudo isso tem real sentido. Você vive um amor impossível ou sobrevive em uma vida miserável?

2017/06/30

Dia 2397

Chegou a última primavera dela. A última pétala enfim caiu. Esteve por fim em seu último minuto. O amor nem sempre é para a vida toda, mas algumas pessoas são. O amor não dura para vida toda, pelo menos alguns não, porque amamos muitas pessoas ao longo de nossas vidas e nem todas essas ficaram nela, pessoas partem, coração parte, amor acaba mas não é esquecido. Quem não lembra do primeiro amor? Do primeiro beijo, abraço, carinho, seu primeiro eu te amo, a primeira vez que foi amada? Quem esquece aquele eu te amo sussurrado ao pé do ouvido? Ah, isso nunca esqueceremos, tudo a sua primeira vez é para sempre, até o primeiro tombo, primeira briga, primeiro adeus, primeira perda, dor, primeiro coração partido, primeira remenda, curativo, sopro e tudo passou, mas está lá guardado nas lembranças, no passado, tudo que é bom e até mesmo o que é ruim sempre será para sempre. Todos teremos o nosso para sempre e você talvez seja o meu.



2017/06/24

Dia 2396

Antigamente eu dormia no sofá e acordava na cama. Sei que essa noite se eu dormir agora mesmo escrevendo vou acordar exatamente aqui e ainda com dor nas costas. Se eu esquecer de passar no mercado quando sair do trabalho, amanhã de manhã vou sair de casa sem o dejejum porque acabou o leite. Se por acaso esquecer de pagar a conta de luz o meu jantar a noite vai ser a luz de velas. Acontece que o tempo passou e me alcançou. Hoje mais cedo eu dei uma pausa no meu dia, na minha vida. Estava me barbeando em frente ao espelho e vi como algumas coisas mudaram. Meu corte de cabelo, o jeito que eu deixo a barba e até as minhas mãos. Passei alguns minutos tentando me achar ali até que eu um ponto fiquei tranquilo, ainda era eu no reflexo.
É incrível como podemos mudar assim e ao mesmo tempo é assustador. Nós temos uma visão cega do que somos. Nos tornamos aquilo que parece mais favorável a alguém e não a nós mesmos, deixando de ser autênticos, principalmente quanto existem sentimentos, achamos que sentimos, dizemos que achamos e não sentimos. Quando sentimos, sentimos mesmo. E eu, eu sinto muito.
Hoje, por mais que eu perceba minha mudança de aparência e até de vida tem gente que hoje é um dia normal. Tem alguém que já esta dormindo, tem alguém que esta aproveitando a balado no sábado a noite, tem alguém que esta transando e gozando nesse exato momento aquela foda bem gostosa. Tem alguém morrendo, tem alguém se sentindo solitário em casa dentro do quarto, tem alguém assaltando a geladeira também. Tem alguém começando uma briga, tem alguém terminando uma. Tem alguém nessa mesma hora fazendo uma oração. Tem alguém fazendo planos, tem alguém que esta chorando por outro alguém. Sempre tem alguém. A grande pergunta é: Quem?
Gosto de pessoas que admitem o erro, falam que estão com saudade e deixam de lado o orgulho. Gosto de gente que sabe dar valor ao que tem, que faz por merecer e não finge ser o que não é. Pessoas simples, que não tentam impressionar ninguém. Pessoas que sorriem mesmo cansadas, mesmo chateadas e mesmo quase morrendo por dentro e é por isso que tá ficando cada vez mais difícil de eu gostar de alguém nos dias de hoje. A maioria ta ocupada demais sendo idiota.
Eu não sei, de repente as coisas começam a dar certo, o dia já não amanhece nublado, o vento já não simplesmente passa batendo, só simplesmente passa. E passou. Eu não sou uma pessoa supersticiosa, mas se eu fosse diria que sou a pessoa mais azarada do mundo, contudo, de repente a sorte resolveu sorrir para mim e cá entre nós; que sorriso lindo.


2017/06/21

Dia 2395

Foi um dia cheio. Choveu bastante e as ruas ficaram úmidas com aquele vento gelado. A cidade teve que tirar os casacos do armário hoje. Eu só queria voltar para casa no fim do dia. Eu, meu blazer escuro e minhas botas pretas. É sexta-feira e já escureceu. É uma noite propicia ao vinho e ao sexo.
O bairro é tranquilo, o prédio é pacato. Tudo aqui é muito normal e ás vezes até chato. Geralmente eu chego primeiro e sozinho. Os corredores estão sempre em silêncio. A maioria já esta dormindo. Vou passar a chave na porta e uma surpresa! Estava aberta. Quando a um passo a frente, ouço tocando Big Mike & The Booty Papas - I'll Take Care Of You vindo do quarto e essa música me da um tesão enorme. Ela sabia disso. Olha quem esta em casa!
Usa um vestido preto cinturado e sandália da mesma cor. Arrumou o cabelo e tem aquele batom que é difícil de sair mas que fica sexy nos lábios dela. Tem vinho na mesa, o que é estranho porque só eu bebo vinho aqui. Alguns petiscos e um cheiro bom do perfume dela. Enche a taça, da um gole e me oferece a mesma taça. Tem gosto da boca dela agora.
Porque da música? Porque do vinho? Não estávamos comemorando nada. Não andava fazendo nada que merecesse uma retribuição ou algo assim. Qual o motivo? Esse blues no ar me instigava mais e mais. Havia uma luz diferente que vinha do quarto e ela estava linda. Era uma cena meio surreal. Mais um gole de vinho e mais um sorriso. Fala pra eu ir para o quarto que já ia logo mais.
Ao entrar, eram velas artesanais que faziam a iluminação. O cheiro do perfume dela estava em todo quarto. Propositalmente, claro. A música não estava tão alta. Começa o refrão com "Vamos lá garota, eu tenho algo para tomar". Eu também tinha, uma deliciosa taça de vinho. Depois a música segue com um refrão dizendo "Eu sei o que quero fazer, é tão seguro quanto um e um são dois. Eu só tenho que cuidar de você."
Ela chega bem nessa parte, olha diretamente nos meus olhos. Isso até assusta um pouco porque ela nunca faz essas coisas. Abre o vestido e deixa escorregar pelo corpo. Ela cheira gostoso, de perfume caro e sexo. Esta quente e molhada. Me beija com vontade, toca minha nuca e enfia os dedos pelo meio dos cabelos. Usa aquelas calcinhas de renda sexy preta que eu adoro. Mesmo assim da pra sentir ela molhada sentada em mim. Ainda esta com as sandálias. A cena inteira ali acontecendo é sensual. A fricção fazia ela se molhar mais. Foi o beijo mais gostoso que eu já dei.
Fizemos amor, transamos, trepamos, fodemos. Entenda como quiser. Ela sentou em mim e fez o que quis até gozar cravando as unhas no meu ombro, depois pediu pra que eu fizesse o que eu quisesse. Pediu pra tocá-la como nunca havia tocado nenhuma antes. Pediu que eu preenchesse cada pedaço do seu corpo com um beijo molhado. Algumas partes bem, demorei bem mais que outras. Os vizinhos de dois andares abaixo ouviram seus gemidos. Foi uma satisfação mutua. Foi o melhor sexo da nossa vida.
O último gole de vinho, a garrafa secou. Todo aquele dia me pareceu inútil diante daquele momento. Praticamente esqueci todo o nervoso e estresse do trabalho e do caminho de volta com trânsito e chuva. Eu esqueci minha vida deitado com ela naquela cama. Ali, dentro daquelas horas me senti feliz e completo mais uma vez. Não foram horas de prazer físico apenas, foi a explosão de um desejo insaciável em forma de gozo compartilhado. Ainda da pra sentir o gosto dela na minha boca. Sente como é gostoso? Quando os dois gozam do momento e dentro dele. Deu pra entender.
Não da para ter uma noite dessas com qualquer mulher. Não da para aproveitar um momento desses sempre. Não da para ser feliz o tempo todo. As mulheres são mais complexas, olham o mundo sob uma ótica diferente da nossa. Isso não é ruim. Elas mostram pra nós coisas que não vemos porque somos mais simples. Hoje eu sou o homem mais simples do mundo porque tudo que eu queria era uma cama quente e boa companhia. Pela primeira vez em muito tempo não me senti sozinho. Mulher boa não é só aquela que vai com você pra cama, mas também aquela que sabe sua importância de estar ali.

Uma garrafa de vinho com um resto no fundo, uma calcinha jogada em cima da cômoda do lado do porta retratos, as sandálias espalhadas pelo quarto e uma camisa branca com um cinto preto jogados no chão. Uma garota linda e nua dormiu na minha cama hoje. Amanhã quando acordarmos vai ser o melhor dia de nossas vidas, mas não sabemos disso ainda.

2017/06/20

Dia 2394

Oi meu amor!
Como você esta?
Sinto sua falta. Sinto muito a sua falta. Não está nada fácil. Mas não quero que venha logo, aproveite bastante ai onde esta ok? Quero saber de tudo na volta. O que fez, quem conheceu, se deu aquela risada gostosa por alguma piada engraçada. A verdade é que queria estar ai com você, poder segurar sua mão, te olhar nos olhos e dar um beijo na sua testa. Me perguntaram aqui esses tempos do que eu mais sentia falta. Eu disse que sentia da hora de dormir toda noite, quando você deitava no meu peito e reclamava do barulho do meu coração alto. Mas você sempre achava um jeito de ficar ali, dentro do meu braço até pegar no sono. 
Eu sei, eu sei. É difícil. Ninguém disse que seria fácil. 'Jacó esperou por Raquel' (Gênesis 29) e eu, bem, eu espero também. Eu esperava você não ficar cansada. Esperava você não ficar tão estressada do trabalho e das aulas chatas nas terças-feiras a noite. Esperava você não esta com dor de cabeça ou nas costas. Esperava você vir sorrindo em minha direção. Esperava seu abraço inesperado. Esperava você toda noite em casa. Esperava você mudar seus planos para seguir com os meus. Passei muito tempo esperando, tempo demais eu acho. Poderíamos ter feito mais? Sinto sua falta amor. Sinto muito a sua falta.
Hoje estou longe, tão longe que não consigo te levar flores na sexta-feira depois do expediente. Longe demais para programar nossas férias. Longe demais para buscar seu café da manhã aos sábados antes que você acordasse. Longe demais para te ligar e perguntar se precisa de algo do mercado antes que eu volte pra casa. Longe demais para lhe dar um abraço ou um beijo e planejar ter filhos. Sinto sua falta amor. Sinto muito a sua falta.
Meu carro saiu da pista na BR-116. Não me lembro de quase nada. Vi algumas luzes. Alguns flashes corridos. O enfermeiro do resgate perguntava meu nome, eu respondi. Mesmo assim ele continuava perguntando "Senhor, você se lembra do seu nome?". Ele não me escutava. Levantei minha mão esquerda, a aliança brilhava com as sirenes. Senti sede, quis levantar e sair andando. Me imobilizaram e meus olhos pesaram. Acabei dormindo. Não deveria ter dormido. Sinto sua falta amor. Sinto muito a sua falta.
Você chorou por dias. A casa ficou com mais espaço e mais quieta. A cama ficou maior ainda. Voltou a aparecer roupas em cima dos móveis, sapatos espalhados pela casa e louça na pia. Acabou o leite e o chocolate. Os banhos começaram a ficar mais demorados sentada no chão do banheiro e os dias mais longos. 'Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.Há tempo de nascer, e tempo de morrer' (Eclesiastes 3:1,2). Sinto sua falta amor. Sinto muito a sua falta.
Esteja com alguém que te olhe com carinho quando ninguém estiver olhando. Alguém que saiba sua comida favorita. Alguém que faça questão de segurar sua mão em meio a multidão. Alguém que faça a solidão ser uma lembrança distante. Alguém que saiba ser a parte faltante. Alguém que preencha as lacunas vazias da sua alma e transborde a felicidade só por estar ali. Eu não sinto mais seu perfume todas as manhãs e nem posso te acordar aos beijos. Não posso buscar água no meio da madrugada e nem te fazer rir com piadas bobas sem sentido. Mas estou aqui esperando. Estou aqui esperando. Sinto sua falta. Sinto muito a sua falta.



2017/06/13

Dia 2393

O frio ficou mais gelado, quase insuportável de se aguentar. A comida perdeu seu gosto, seu saboroso paladar. As cores, pobre das cores. Ficaram opacas, sem graça e com tom triste que qualquer um poderia enxergar. As coisas que antes tinham de mim total atenção, hoje perderam a graça. O mundo então parece-me agora um lugar muito chato de se estar. Não há nada que me desperte interesse e aquela ansiedade que eu tinha antes por qualquer coisa, hoje é por coisa alguma. O vento soprando na janela enquanto os pingos de chuva esmurram minha janela é como se estivessem falando para que eu continuasse ali na cama, sem precisar levantar. "Não há nada lá fora, continue ai mesmo onde esta". 
Houve um tempo em que estávamos mal. Parte da culpa era minha. O teto de casa parecia desabar sobre nossas cabeças. Não havia acordo ou pausa. Rapidamente o que era um lar virou uma zona de guerra. Eu sabia que não poderia muda-la. Por mais força que eu colocasse nessa intensão havia sempre a mesma força me empurrando de volta. Esperava, queria, mas não podia ter. Isso é frustrante não é? Quando você quer realmente algo e não tem. Bom, eu queria ela bem comigo e que prestasse atenção em mim mas acima de tudo que desse atenção a nós mas do que tudo. Família, certo? Isso é importante. 
As pessoas geralmente agem quando são adultos da mesma forma que viram quando eram crianças. Eu via meu pai chegar do trabalho todos os dias com mochilas nas costas e as mangas da camisa dobradas. Sempre com um semblante cansado. Alguns dias mais do que outros. Via ele sentar na cadeira da cozinha enquanto minha mãe fazia a janta. Eu queria brincar com ele, falar com ele. Mas não fazia nada disso. Sabia que o final de semana era meu, com meu paizão. Só o fato dele estar lá em casa toda noite já me deixava feliz. De vez em quando ele me trazia algumas moedas, outros bolinhas de gude. Mandava eu escovar os dentes antes de dormir, ás vezes me dava um beijo de boa noite. Minha mãe que sempre me cobria e ai eu pegava no sono. Amanhã é outro dia.
Acabei arrastando isso para minha vida. Gosto da ideia de voltar para casa e ter alguém me esperando. Gosto de pensar que tenho alguém para contar meu dia, por mais que não tenha tanta emoção assim. Ter alguém para brigar comigo por causa das minhas mangas dobradas. Volto para casa cansado, mas feliz no fim do dia. Ter alguém para poder planejar o final de semana nem que seja debaixo das cobertas. Alguém, que só por estar ali já me faria bem.
Ela não teve as mesmas cenas que eu. Ela não pensa e sente as coisas como eu e não ia conseguir mudá-la. Então mudei a única coisa que eu podia. Mudei a mim mesmo. Penso que toda separação é uma pequena tragédia. E todo amor duradouro é um pequeno milagre. Não queria que tudo acabasse, mesmo já chegando a falar sobre seguirmos sem ser um casal. Sabia que se me separasse dela ia ver o rosto dela em cada relacionamento que tivesse. Iria rir sozinho das nossas piadas internas. Ia me lembrar dela em cada lugar que visitamos juntos. Iria sentir o perfume dela na rua e parar onde estivesse procurando ela na multidão. Não sei que efeitos essa mudança causa e causará na nossa relação. Não sei se ela vai mudar o jeito dela de ver algumas coisas, se vai levar em consideração outras ou até mesmo deixar de lado jeitos dela para melhorar o nosso jeito. Já faz algumas semanas que não há brigas, não há silêncio porque não queremos falar um com o outro e não há distância.

Penso que o nosso amor pode tirar as dúvidas da minha vida, quem sabe? Ás vezes penso que é difícil e é realmente. Ás vezes acordo e não queria acordar, queria deixar o mundo de lado. Sei que ela tem dias assim também. Mas hoje cedo quando acordei ela para tomar café e um banho para ir trabalhar ela sorriu para mim. Então pensei que não importa quanto de trabalho isso dê ou quanto isso exija de mim, vou fazer o melhor que eu conseguir para ter isso todos os dias que eu puder.
A vida nos presenteia quando menos esperamos e muitas vezes quando estamos pouco merecendo. Isso tudo é uma lição de amadurecimento para a própria vida. É uma forma do universo nos dizer que precisamos evoluir, que precisamos crescer e sermos mais serenos principalmente com quem esta do nosso lado. Temos que cuidar e tratar bem quem caminha com a gente. É a nossa forma de dizer "obrigado" ao universo, a vida e a Deus. 

2017/06/07

Dia 2392

Cuida dela. Abraça ela. Beija. Diz que ama. Diz que não pode viver sem. Manda mensagem de saudade. Chora pra fazer declaração de amor. Pega na mão, faz carinho no rosto. Olha nos olhos, principalmente olhar nos olhos. Pede desculpa mesmo que não seja sua culpa, mesmo que nada tenha acontecido. Faz amor. Deita no peito. Respira fundo e dorme. Ainda não é tarde demais, faça tudo hoje. HOJE!
Somos instantes. Em uma hora somos e na outra deixamos de existir. Jenário de Fátima disse uma vez: "Porque a vida é fugaz, tão veloz, tão passageira. A gente sofre demais, por bobagens, por besteira. Tudo um dia se desfaz mesmo que queira ou não queira. Importa é viver em paz pois quando olhamos pra trás lá se foi a vida inteira." Nesse espaço de tempo podemos nos encontrar felizes. E felicidade é um instante de vida que vale por ele mesmo. Sem mais. Por isso sempre gostei de companhia, para dividir a felicidade que em mim estava com quem mais amo. Não faz sentido ser feliz e não ter alguém fiel para ver isso acontecendo. "A felicidade só é real quando compartilhada" - A.S. 1992.
Perca a hora. Deixe algo de lado. Reveja as prioridades um dia que seja, se surpreenda. Corra para atender o chamado. Doe-se sem medo. Faça uma cena de filme. Comprometa-se. Torne tudo o melhor instante da sua vida. Aproveite. Desfrute. Goze muito. Tenha o melhor café da manhã de todos. Pare a rotina e olhe ao redor. Respire, esta olhando atentamente?


Um dia, um dia vou me deitar calmamente e aos poucos sentir a vida indo embora de mim. Não vai haver desespero nem euforia, apenas paz. Vou me deitar em um leito confortável, meus olhos estão fechando e aos poucos vou perdendo a consciência. Alguém me cobre como se eu fosse dormir, não consigo ver quem é. Sinto o gosto da vida inteira nos meus lábios agora, meus olhos estão fechando e tudo ficou escuro, enfim.
Já é tarde demais?


vamos embora desse mundo da mesma forma que viemos. Vulneráveis, quase sempre deitados em uma cama e com as pessoas que amamos em volta. Chegamos aqui sem saber o que vamos enfrentar e vamos embora da mesma forma, percebe? 
Um minuto é pouco tempo. Uma hora é o que parece ser. Um dia é muita coisa. Não percam tempo. A vida é uma sequência de minutos, horas, dias que precisam valer a pena. Nós que fazemos valer a pena. Somos eternamente responsáveis por aquilo que fazemos e por aquilo que deixamos de fazer também. E você? O que anda fazendo com a sua vida? Anda valendo a pena? O que mais anda valendo para você hoje? O que é mais importante para você? Quando o tempo passar, as pessoas forem embora... O que vai ter valido a pena, hoje?



2017/06/05

Dia 2391


É até o limite da imaginação. Foi isso que acordamos quando decidimos ficar dentro daquele apartamento de 42m² por um final de semana inteiro sem sair. Éramos nós contra o mundo. E como foi? Eu conto, com todos os detalhes que ainda estão fresquinhos aqui na minha cabeça, no cheiro desse apartamento e na temperatura dos meus lençóis.
Saímos uma semana antes no sábado a noite. Durante a semana trocamos muitas mensagens, ela contava seu dia e me mandava alguns áudios engraçados pausados, como se estivesse pensando no que dizer pra não me mostrar logo de cara que o humor dela era uma coisa a ser entendida além de curtida. Falamos sobre o tempo e as horas. Sobre a pausa pra o almoço e o e-mail chato que teve que responder e até a receita de família que ela sabia fazer. Cada vez que ela falava e eu colocava o telefone no ouvido é como se eu conseguisse sentir o ar quente vindo da boca dela falando bem perto de mim. Enfim, me apaixonei. Chamei ela para sair, tomar um café ou algo assim. Nada de noitada fora, já tínhamos passado dessa fase e para a minha alegria ela aceitou. Creio que se ela pudesse me expor como foi para ela, seguiria como o parágrafo a seguir.
"Ele tentou se aproximar de mim, assim, sem mais nem menos. Sem saber o quanto eu sou danificada. Sem conhecer os meus defeitos. Sem saber o quanto estou calejada de vindas e idas. Ele tentou se aproximar, e o pior foi que eu gostei. Gostei do frio na barriga no primeiro beijo, do toque de sua mão em minha nuca e da outra em minha cintura, gostei do corpo dele contra o meu, fazendo meus pulmões se encherem de ar, e fazendo-os se esquecerem de esvaziar. Gostei de ouvir meus batimentos tão alto em meus ouvidos, que me fizeram esquecer totalmente do mundo ao meu redor. Beijo esse que por segundos fizeram minha alma se restaurar de qualquer dor que já senti, de qualquer decepção que já sofri e de qualquer abandonar que já passei. Beijo esse seguido de um abraço com cheiro bom, cheiro que marca bem fundo em minha memória, juntando o que resta dos pedaços espalhados do meu coração que tenho recolhido tão calmamente nos últimos meses. Ele tentou se aproximar de mim, e o melhor foi que ele conseguiu."

Para ela as batidas do coração eram como o tic tac do relógio, contando quantos minutos ela ainda tinha. Todas as vezes que cheguei perto dela ouvia o meu coração dentro da minha cabeça e o dela sempre esmurrando meu peito a cada abraço. Acho que era natural, não forçamos nada. Rimos, tomamos café e eu consegui ver o brilho daqueles olhos castanhos na minha frente. E o perfume dela, dava pra sentir a dois quarteirões mas era aquela coisa suave entrando na sua memória entende? Enfim, me apaixonei (de novo). 
A semana foi passando e parecia que só o que importava era a próxima sexta-feira. O próximo final de semana. Mas, quando chegou na quarta feira e chamei ela para sair novamente me disse que não queria sair no sábado. Fiquei pensando nos dois lados: Primeiro que aquilo poderia ser uma dispensa e segundo que ela poderia estar me testando para ver até onde eu iria. (Mas eu chamei ela para sair pela terceira semana seguida, isso não estava mais que na cara que eu estava interessado?). Mas ok, que tal ir la em casa? Me fala o que você gosta de comer, eu sei cozinhar um pouco mas se não gostar a gente pede uma pizza que tal? Ela aceitou (para a minha surpresa novamente) E agora?
Disse que podia ser pizza mesmo. Ás 20:00hs, sexta feira. A condição dela foi "Eu só vou se você me prometer que não vamos sair até domingo". Ok então. Mas ninguém passa três dias de pizza então na quinta feira a noite fiz compras e é claro que rolou um sorvete e outras besteiras no carrinho. Mas ai, o que vamos fazer por quase três dias seguidos? Fizemos amor sim, é claro que fizemos. Algumas vezes dentro desses três dias. Mas não foi só isso. A maior parte do tempo ficamos de moletom e meia debaixo da coberta assistindo qualquer série aleatória no canal pago. Ou então com a TV desligada e uma travessa de vidro com algum doce cheio de açucar dentro ouvindo ela falar alguma coisa, qualquer coisa. Só porque era bonitinho ouvi-la falar. E até deitados sem pressa nenhuma do dia acabar, dando pequenos beijos e trocando olhares. Deus, quando chegar minha hora por favor que seja dentro de um momento desses!
Esquecemos que tínhamos uma rotina durante a semana. Esquecemos que não gostamos de algumas pessoas nos nossos empregos. Esquecemos que a faculdade acaba nos engolindo de vez em quando. Esquecemos os boletos não pagos dentro da gaveta. Esquecemos os celulares e as mil mensagens dos grupos. Esquecemos de sermos sociais de propósito. Quando você vai chegando perto dos trinta anos de idade poucas coisas realmente se tornam importantes. No me caso é apenas uma. E quando me perguntam qual é a minha cor favorita, eu digo que é o castanho dos teus olhos.

2017/05/31

Dia 2390


Se apaixonar é como voltar a ser criança. Você vê tudo com uma ótica diferente, é tudo novo agora. Você fica encantando facilmente e o inusitado te atrai. Existem cores novas, sabores, cheiros. A vida enfim, passa a ter graça novamente. Tudo que você espera e quer é um lugar para os dois longe de toda negatividade, longe de toda a maldade. Aonde o sol brilhe mais forte e a positividade transborde. A fronteira do infinito e do impossível foram quebradas. É isso. Triste é dizer que isso tenha prazo de validade em alguns casos e só os verdadeiros apaixonados que lutam para ter isso todos os dias realmente vão ser dignos de ter. As pessoas estão sempre terceirizando a própria culpa sobre o fim. Quantas vezes ouvi por ai "a culpa foi dele, ele era assim...", "a culpa foi dela, ela fez isso comigo". Mas e você? O que esta fazendo para dar certo? 
Todo mundo queria acreditar que o amor infinito era possível. Ela também acreditava nele uma vez, quando tinha dezoito anos. Mas ela sabia que o amor era confuso, assim como a vida. Tornava-se necessário que as pessoas não pudessem prever ou mesmo entender, deixando uma longa trilha de arrependimento em seu rastro. E quase sempre, esses arrependimentos levaram ao tipo de perguntas e perguntas que nunca poderiam ter respostas. Ela tinha uma inocência que era só dela. Por mais que se aventurasse pelo mundo, volta e meia ela soltava um sorriso gentil daqueles que não são todas as pessoas que merecem receber. Eu mesmo, sempre me senti constrangido cada vez que ela sorria assim comigo como se de alguma forma eu merecesse aquilo. 
A vida então ensina que estar apaixonado é realmente como ser uma criança e que essa felicidade tem um prazo de validade. Ela dura alguns momentos durante uma vida inteira. O que basta ou o que de verdade deveria bastar é a esperança que uma pessoa tem na outra de que em meio a esses momentos, não nos abandone. Que nos renove as esperanças de tempos em tempos fazendo com que tenhamos forças para continuar. Que nos abrace em meio ao nosso caos. Por fim, que seja alguém que não vá embora. Não ir embora: Ato de amor e carinho.

2017/05/24

Dia 2389


Ela é fria, é a mulher mais fria que eu conheço. Do tipo que vai tentar te impedir de entrar na vida dela uma centena de vezes. Fala coisas como "Estou bem sozinha", "Não preciso de ninguém", "já ouvi isso antes" mas quase sempre é como um roteiro da boca para fora quando diz "Não quero uma relação", "Estou bem assim".
Chora no banheiro sozinha na hora do banho e não da para saber o que são lágrimas e o que é água que vem de cima. Ela chora na cama com a solidão de companhia. Tem muitos dvd's e algumas roupas largadas por ai em cima da cama e até no chão. A louça na pia é de dias anteriores, quem liga? Mas tem faxinas de tempos em tempos, que é quando bate a saudade, a raiva, o rancor, a solidão. Descontar tudo em uma boa limpeza para depois deixar tudo espalhado de novo.
Ela não faz por mal, é sério. É assim porque já foi muito magoada sem dó por um ou mais homens no passado ou á meses atrás mesmo. Depois disso não apareceu ninguém que se esforçasse o suficiente ou é pouco interessante. A maioria que aparece sempre quer chegar apenas com a intenção de levar ela para cama e sair da vida dela na manhã seguinte ou imediatamente após isso. Dai ela criou esse tipo de proteção, essa parede imaginária para não voltar a cair no mesmo erro novamente e seu maior medo é começar tudo de novo se apaixonando.
Vai dizer por ai que prefere ter o canto dela, as coisas dela, o tempo dela, que esta bem sozinha na vidinha dela e que não precisa de ninguém para chateá-la. Já tem problemas o bastante e coisas demais na cabeça. Começa a pensar então que não existe alguém que se identifique com ela, alguém que valha a pena. Vai passar a ver algumas coisas de uma maneira mais negativa e até se esquecer como é ver as coisas com o coração novamente. Vai lutar para ser a pessoa mais independente do mundo. Vai tentar suprir o amor de um homem por compras ou saídas de viagens. Vai se apegar á algo e dizer que é a coisa que mais ama.
Ela, tão cedo não volta a deixar algum cara a ajuda-la nem que seja para levar as compras até o carro. Ela simplesmente desistiu de procurar alguém mesmo tendo aquelas quatro amigas querendo apresentar dois outros amigos solteiros que trabalham, são bonitos e fazem faculdade. Conhecer este ou aquele começa a parecer uma ideia mais vaga agora. Nem aquele rostinho bonito da academia chama mais a atenção dela. Ela pode até ir a um ou outro encontro, mas muito dificilmente irá se interessar por essa pessoa porque depois de 30 minutos ela quer ir embora. Provavelmente ela não vai querer um segundo encontro.
Mas isso tudo muda um dia.
Vai aparecer um homem que não é modelo de qualquer coisa. É diferente mas seguro e confiante, insistente e empenhado que não vai desistir á primeira, segundas e terceiras recusas dela. Vai ser alguém que ela até pense no primeiro encontro "eu nunca vou ter nada com esta pessoa, nem faz o meu tipo." Talvez por isso mesmo é que ele vai cativar e derreter aquela barreira de gelo que ela construiu durante esse tempo todo. Vai mostrar que não é só de passagem que apareceu na vida dela e que tudo não vai durar apenas um café. 
Ela queria fugir mas quando se deu conta, já tinham duas mãos agarradas a ela e finalmente sentiu que gostar de alguém é bom. Tem pontos altos e baixos mas ainda sim, estar junto ainda é a melhor coisa que existe. E o cara, bem, na maioria das vezes vai ter que ser ele a mandar mensagem de bom dia e boa noite, vai ter que ser ele a iniciar uma conversa pois caso contrário ela não irá dizer nada. Vai ter que aprender a lidar com aquele mau feitio inicial quase todos os dias. Talvez seja uma espécie de teste para ver se realmente a quer mesmo ou é apenas mais um engraçadinho a tentar algo que não seja sério de verdade.
No final, ela vai ceder e voltar a amar novamente.
Á partir de então toda a frieza se restringe aos momentos de mau humor naturais de um ser humano como qualquer outro e não mais um amargurado pela vida. Dormir com alguém, sorrir, conversar, passear, almoçar e jantar e até mesmo se chatear um com o outro só pelo prazer de fazer as pazes depois se torna uma rotina incrível que ela não imaginava enquanto estava no chuveiro ou deitada na cama sozinha. 
Meu rapaz, que bom que dedicaste a conquistar essa guria apesar de seu feitio por vezes chato que diz que odeia mas lá no fundo adora pois sabe a importância de vê-la bem. Faz ela se sentir por vezes, muito feliz. Que isso resulte para sempre.



2017/05/23

Dia 2388

Um dia, um dia quem sabe possamos ainda sentar na varanda para falar da vida e do tempo. Nós vamos ter quantos anos? 30 anos? 40? Seu filho vai jogar pedras no lago e ver os desenhos que fazem e sorrir por isso. Vamos poder dizer "se lembra daquela época?" e você vai explicar a ele porque demorei tanto para te dar um abraço. Vou olhar para o lado e observar você vendo ele brincar com toda atenção do mundo. É a cena mais bonita que consigo imaginar para nós dois.
A fumaça do cigarro sobe, estou na estação esperando o cigarro terminar para pegar o próximo vagão. Quando entro no metro fico imaginando se eu não estivesse aqui. Ou se você estivesse aqui. Talvez você morasse comigo naqueles apartamentos do centro com pisos de madeira e janelas grandes que dão na rua principal no 8° andar. Eu desenho com um grafite preto na sala. Você acorda de calcinha e camisão e vem me ver. Olho para o relógio e vejo, são 7:29m. 29 minutos. Tem um casal se abraçando no canto. Quantas chances disso acontecer?

Fico pensando em chamar nossos amigos e comprar um bolo para mais tarde. Apagar as velhinhas. Você vai rir pela milionésima vez da minha mesma piada e eu vou esperar a hora certa para contar ela só para ver você sorrir. A próxima estação chega, é a minha. Fico parado vendo a plataforma vazia, sinto saudade de algumas noites. 
É, o tempo não para. A troca de olhares mais distantes é com as pessoas que a gente mais quer perto. Aquele olhar que faz a gente se sentir em casa, quentinho e seguro. Em que curva da vida nos perdemos? Aqui ainda toca Nando Reis e eu sempre penso em você. 
Cantamos parabéns, assopra as velinhas e faz um desejo. Se fosse eu, desejaria que tudo isso fosse real. Você pega a câmera em cima da mesa, começa a tirar fotos minhas e eu pego da sua mão. Faz pose e bico. Fica linda quando acorda. Sorri. Garota, eu viajei quase três mil quilômetros dentro de mim só pra ver você sorrir!
Abrace ele por mim, dê um beijo de boa noite. Porque um dia, um dia vamos sentar na varanda e falar da vida e do tempo. Ele vai vir te trazer uma flor arrancada com a mão suja de terra. Você vai me olhar com ele no colo, vou sorrir para vocês. É a cena mais bonita que consigo imaginar para nós dois.

2017/05/22

Dia 2387

Algumas coisas são bem difíceis. Dão muito trabalho. Dão vontade de desistir no meio do caminho. Mas antes de desistir, de abrir mão de vez eu sempre penso: Será que fiz tudo que realmente eu poderia ter feito? Por isso algumas pessoas estão tão cansadas. Por isso algumas precisam de remédios para dormir. Por isso algumas pessoas se separam. Por isso alguns casamentos não duram. Por isso algumas pessoas perdem o emprego. As pessoas, na maioria das vezes estão só cansadas.  
Um dia vou ser menos orgulhoso. Um dia vou ser mais paciente. Um dia vamos mudar nossa postura na briga. Um dia vou me empenhar mais no trabalho. Um dia peço desculpas. Um dia começo uma dieta. Um dia eu começo a ir na academia. Um dia programo aquela viagem para vários lugares. Um dia... Um dia eu começo a viver? Quase tudo que falamos "um dia" nunca realizamos até o fim. Eu, Rafael, acho que qualquer dia quando queremos realmente começamos a mudança que queríamos/queremos. Era uma terça-feira qualquer, eu levantei e pronto. Comecei a ser outra pessoa, aquela que queria ser. Tudo porque passei muito tempo antes pensando quando esse dia chegaria e as consequências do meu antigo eu para as pessoas que eu amo. Bom, esse dia nunca vai chegar se você não começar ele.
Vi recentemente em um vídeo do Eduardo Marinho (do qual sou grande admirador das suas ideologias) onde nele falava sobre a vida. Que a vida não foi feita apenas para construir patrimônio, porque se fosse as pessoas que já construíram viveriam para sempre. Entre outras coisas ditas, mas esse trecho onde ele explica a busca pessoal do sentido da vida e exemplifica o que todos sabemos mas nunca falamos na hora do café. As pessoas falam do futebol de domingo, da política bagunçada no canal da Globo, da gafe televisionada de alguma apresentadora. Mas ninguém fala sobre o sentido da vida, ninguém mais perde cinco minutos para filosofar essas coisas porque é muito chato. O que é bem triste porque, bem, porque estou falando isso praticamente sozinho agora.
Era um dia qualquer, mas era meu dia de mudança. Terça, quarta, quinta... Tanto faz. Eu acordei e comecei a fazer tudo aquilo que um dia eu pensei em começar. Mas não tem nada a ver com começar a ir na academia, comer frutas no café da manhã ou ir ao teatro. Era e é, dentro de mim. Ninguém viu, ninguém sabe e logo ninguém perguntaria. Talvez seja melhor assim. Mas é um pouco triste começar a ver o mundo dessa maneira nova e não ter para quem contar. Ninguém acreditaria. Ninguém presta atenção realmente. 
Nesse dia quando acordei a bíblia estava em cima da cômoda. Procurei a passagem que já tinha ouvido antes de Gênesis 3:19 "Com o suor do teu rosto comerás o teu pão, até que voltes ao solo, pois da terra foste formado; porque tu és pó e ao pó da terra retornarás!" A primeira vez que ouvi essa passagem foi minha avó que disse, contando uma história de antes do surgimento da humanidade. Que éramos todos vasos de barro e Deus assoprou dentro e nos transformamos em vida. Ao passar dos anos ouvi essa passagem diversas vezes. Quando cresci, percebi que tinha que deixar algo antes que eu me tornasse pó novamente. Algo que eu fosse lembrado de uma forma boa. Então percebi que eu poderia me doar como alguém que sou para fazer as pessoas que amo felizes. É o que sei fazer, o que meu coração mais pede de mim. 
Mais de um ano atrás quando eu estava em uma fase ruim e comecei a me reerguer uma amiga minha me disse "Rafa, queria ser como você. Se renovar, começar de novo tão rápido e não ficar triste tanto tempo. Você não se deixa abalar e segue em frente" Odeio me sentir triste. Odeio me sentir sozinho também. Mas isso não significa que minhas estruturas não se abalam. Meu amigo, aqui dentro quase que diariamente as coisas desmoronam. 
Fiquei triste e sozinho boa parte da minha vida mesmo estando com pessoas ao meu lado, mesmo dentro de relacionamentos. Ninguém sabia porque ninguém via. Ai volto ao ponto que ninguém fala sobre essas coisas porque estão perdendo tempo com outras tantas. Estão perdendo tempo com preocupações que vão gerar outras preocupações inúteis e quase sempre sem solução. Ninguém esta cuidando do que realmente é importante. Família é importante independente quem você considera como família. Amigos de verdade são importantes. Sua vida e sua saúde são muito importantes. Só me dei conta disso quando realmente parei para pensar sobre o que eu estava fazendo e quais eram as minhas atuais prioridades. Quando realmente prestei atenção, era quase tudo sem valor de verdade. Ai vi como eu estava desperdiçando meu tempo e minha vida.
A gente se engana achando que os horários são uma desculpa. As obrigações são uma desculpa. Que algumas pessoas são mais importantes que outras. Saímos que nem uma bala com raiva, cuspimos palavras que machucam, quebramos as coisas mas e ai? E depois? Sabe? O que estamos fazendo para melhorar as coisas? O que estamos fazendo para assumir a responsabilidade de melhorar tudo? Um dia vamos morrer e pelo que você quer ser lembrado? Pelas brigas, saídas repentinas de raiva, palavras que machucaram ou por todo resto que vão sentir sua falta? Pela paz que encontraram na sua presença. Na calmaria em meio as ondas tempestuosas do dia-a-dia. 

Seja calmo, paciente e principalmente seja gentil. Você não sabe quantas guerras a outra pessoa esta passando naquele dia.
Sintam-se abraçados hoje.
Namastê


Dia 2386

Essa vai para todos os homens. Mas homens de verdade.
Antes de qualquer coisa, se tem alguma feminista lendo pode ir embora sem terminar de ler. Melhor ainda, fique e leia até o fim. Você vai aprender algumas coisas sobre nós, homens.
Precisamos de uma mulher boa. Não só boa, ela tem que ser ótima. Ela tem que cozinhar boa comida, lavar nossas cuecas sujas, limpar a casa toda, trabalhar e ajudar nas contas em casa, lembrar de comprar a sobremesa que adoramos, cuidar dos pivetes que fizemos sozinha. Mesmo tendo que carrega-los por nove meses dentro da própria barriga sofrendo dores, inchaço e mais dores. Gases, mal estar, sono, ir no banheiro de 20 em 20 minutos. Ela tem que fazer um sexo bom também. Agradável, gostoso, safado e ás vezes meio violento.
Elas tem que nos dar atenção, carinho, companhia e ainda por cima abrir mão de um monte de coisa só para satisfazer a gente. Não podemos esquecer de que elas tem que responder rápido nossas mensagens e em momento algum desconfiar de nós ou encher o nosso saco. Como assim a carne acabou e você não foi buscar mais? Como assim não tem café fresco no bule? Não acredito que você foi ver sua irmã e não limpou o banheiro!
Na verdade, isso acontece muito e não deveria ser assim. Quando nos juntamos com uma mulher, primeiro temos que saber a história dela. Respeitar esse caminho antes de tudo. Você não sabe o que ela passou para estar aqui. Depois, mostrar sua história para ela. O tempo e Deus faz o resto. Mas a maravilha não pode durar apenas o primeiro ano ou dois. Se quer algo bom, melhor e continuo tem que fazer sua parte também. Sobrecarregar uma pessoa só é assinar o atestado de "não vai dar certo". 
Sobre os afazeres de casa não há discussão. Por mais que você não goste, tem que ajudar. Você mora ali, larga a mão de ser injusto. É o espaço dos dois, ajude! E por falar em espaço, tenham o de vocês. Não há um manual escrito de como somos, catalogado com índice para que o outro saiba. Quem gosta de você tem paciência para ir te lendo aos poucos e descobrindo página por página. No fim, quem te conhece de verdade só de te olhar sabe o que você ta precisando realmente. E vai saber também muito bem quando for ceninha por drama. Mas quando o outro realmente precisar, esteja lá.
É bom brigar ás vezes, faz conhecermos o outro lado. Mas também é muito bom isso não se tornar parte da rotina. Que as brigas não se prolonguem, não percam tempo com isso por favor! Não saiam de casa brigados, nem vão pra cama desse jeito. Resolvam o que precisarem resolver o quanto antes, a prioridade tem que se vocês. Orgulho não é progresso e muitas vezes baixar a guarda é vencer. Você prefere ter a razão ou ser feliz? Não percam tempo disputando, juntem as forças para crescerem unidos! Quando você esta brava, se transforma e eu tenho raiva de você. Eu odeio ter raiva de você. Me faz mal olhar para a pessoa que eu mais gosto no mundo e sentir raiva. Não é saudável, porque é bem melhor uma troca de abraço ou um afago. Se o outro esta calmo tentando conversar, tente o mesmo. Se estiver colocando uma fênix para fora, tente ser o outro lado. Ceder é vencer. Diz ai, você prefere receber e dar um abraço com carinho ou ter a razão e segurar sua frustração seja por qual motivo for?
Nós, homens, somos como grandes bebês. Não sabemos o que fazer da nossa vida direito quando aparece uma mulher especial na nossa vida. Porque ela toma conta de cada espaço vazio que tínhamos. Faz com que nossa melhor parte seja a parte que mais queremos trabalhar para continuar melhorando. Nos deixa mais jovens e dispostos. Mais corajosos como se pudêssemos enfrentar o mundo inteiro. Lembrem-se mulheres, mesmo em uma bagunça como a um jogo de xadrez, a rainha protege o rei.

Homem que é homem lava a louça, limpa o banheiro, leva o lixo pra fora, troca fralda, leva café na cama e ainda manda mensagem de bom dia. Se ela esta doente, você cuida dela. Se ela quer falar dos planos dela, ouça. Se ela quer comprar algo, veja o que é antes de dizer 'não'. Se ela quer carinho, quem somos nós para negar? Se ela precisa de amor e companhia, cobertor e netflix meu amigo. O chocolate que ela mais gosta, descubra o chocolate que ela mais gosta e dê flores. Mande flores, elas adoram se sentir lembradas e queridas.
Mas por favor mulheres, sejam nossa outra metade. Tentamos tanto com outras tantas metades por ai que quase desistimos. Sejam nossa última esperança. Sejam nosso sorriso mais bonito, a covinha mais graciosa e a risada mais gostosa. Sejam nossas parceiras, mulheres e amantes para todo sempre. Esse é o apelo de um homem de verdade que lava roupa pedindo para vocês serem as mulheres de verdade dos seus namorados, noivos e maridos. Eles precisam de vocês tanto quanto vocês precisam deles.

2017/05/19

Dia 2385

Como diria Jim Morrison: Esse é o fim. Chegou a última hora, o último minuto e o último segundo. Irei respirar fundo e tudo isso vai sumir, como o sopro de um dente de leão ao vento. Vou deitar e ir perdendo a consciência aos poucos e por último, fecharei meus olhos calmamente até que o meu tempo pare. Irei descansar, enfim.
Sempre penso no que vem depois de tudo. Desde quando eu era um garotinho quis entender meu propósito aqui e porque continuamos lutando dia após dia. Seria muito mais fácil ficar deitado na cama ouvindo a chuva lá fora, mas tento levantar com um propósito diferente toda manhã. Saio da cama cedo independente do dia, vejo minha mulher dormindo profundo ao meu lado. Calço meus chinelos e vou para cozinha esquentar o café. Tento me esforçar mais no trabalho, prestar mais atenção em casa e na minha esposa. Visitar minha mãe e irmã. Tentar vencer meu orgulho e mandar uma mensagem para meu irmão que não vejo a anos. 
Fico pensando na minha carreira. Em fazer outra faculdade ou seguir com uma pós graduação e algo assim. Em comprar um carro ou guardar dinheiro para o apartamento com dois quartos. Penso em aumentar a família, comprar um berço? 

Retomar projetos antigos ou iniciar um novo. Praticar mais exercícios. Posso ser qualquer coisa, um fazendeiro, um barbeiro, cozinheiro. Poderia até ser um bárbaro ou lenhador. Um escritor que mora em uma cabana. Qualquer coisa, mesmo que a arquitetura da minha vida sempre mude quando eu tomo uma decisão definitiva sobre o caminho que vou seguir. 
Talvez os desvios da minha vida sejam na verdade um retorno para a linha do meu destino escrito por Deus. Sei que ás vezes fui para lados ruins e por vários motivos em contradição ao que sempre digo e para isso não há desculpas. São meus passos, meus primeiros erros. Então, é nessa parte que eu faço um breve resumo quase que diário sobre a minha vida até aqui. Fico me perguntando: E o que vem depois? Por mais que eu viva um dia de cada vez e tente resolver todos os problemas que aparecem na mesma instante para justamente não perder tempo, uma hora ou outra eu penso no amanhã.
Eu tenho um tesão pela vida que não cabe em mim. Eu quero sentir tudo o máximo que eu puder. Talvez esse seja o meu maior defeito, essa intensidade pelo mundo. Mas tem algo na estrada que me seduz. Algo na música que me aproxima do espírito. Algo nos meus olhos que me aproxima ainda mais daquilo que é fantástico. E um dia, um dia vou ficar velho. Meus filhos ou os filhos dos meus filhos vão vir me abraçar e vou ser respondido por todas as perguntas que fiz para a vida esse tempo todo. 

Vou me sentar em uma poltrona reclinável contando histórias de príncipes e princesas para a mais nova com ela sentada sobre meu joelho prestando atenção nos meus lábios enquanto leio pausadamente com enfase em todos os pontos de espanto e surpresas daquele livro repetido que ela adora. 

Vou cobrir a mais velha na cama e dar um beijo na minha esposa. Apagar as luzes da sala e ir até a varanda olhar o céu. Chegou a última hora, o último minuto e o último segundo. Irei respirar fundo e tudo isso vai sumir, como o sopro de um dente de leão ao vento. Vou deitar e ir perdendo a consciência aos poucos e por último, fecharei meus olhos calmamente até que o meu tempo pare. Irei descansar, enfim.  

2017/05/17

Dia 2384

Como eu deveria começar esse texto? Pela regra textual esse parágrafo seria a introdução. Mas a introdução sobre o que? Vamos falar sobre o que? É como perguntar pra alguém "Como você esta se sentindo?" ou "o que você quer comer hoje?" ou ainda "Qual seu maior sonho na vida?". As respostas sequenciais desses questionamentos seriam "Bem, obrigado", "Pode ser um cachorro quente com refrigerante ali na praça" e... "Ser feliz".
Quando começamos nossa vida, ainda bebês recém nascidos, somos totalmente virgens do mundo. Dependentes para realizar qualquer tarefa sozinho. Conforme vamos crescendo e adquirindo experiência já começamos a tomar nossas próprias decisões. E a errar também, é claro! Vamos nos conhecendo e isso é incrível. Muitas das lições que aprendemos nos fizeram quem somos HOJE. Ai vem umas perguntas que vai fazer sua cabeça doer: Você se conhece realmente? Você aprendeu tudo que deveria? Você sabe quem realmente você é para apresentar isso a outra pessoa? Essa é a hora certa?
Ninguém ama o que não conhece e para conhecer precisa de amor. Paciência também, muitas vezes mais que amor. Quando você conhece, se dispõe a conhecer e realmente guarda tudo que conheceu isso é amor. Vi casais se separando apenas pelo orgulho de que ambos os lados não queria ceder para conhecer o outro. O porque do outro agir de tal forma, os porquês na verdade. O que leva ao silêncio e o que leva a explosão. Talvez faltasse paciência, talvez faltasse experiência e até maturidade. Mas dava pra ver que ali no meio independente das faltas, havia amor. Mas amor não se sustenta sozinho, não é mesmo?
Amor é uma palavra e o que importa é a importância que damos a ela. Tem gente que fala "amor" como se estivesse falando "sapato" ou "bola". Amor é especial e quando aparecem as perguntas certeiras porque você realmente encontrou um amor, é difícil responder. Você se conhece realmente? -Não, é claro que não. Pode saber partes mas não um todo. Somos colocados á prova pela vida sempre e vamos estar em situações novas todos os dias onde não sabemos o que fazer. Viver meu caro, é um eterno aprendizado. O que podemos emendar na segunda pergunta: Você aprendeu tudo que deveria? - Também não. Principalmente quando você encontra outra pessoa. Você vai ensinar coisas, ela vai te ensinar coisas também. É uma troca justa.
Você sabe quem realmente você é para apresentar isso a outra pessoa? - Sim! Você é o que você é. Mudar quando conhecemos outra pessoa é natural. Quem amamos influência a gente, seja de forma positiva ou não. Por isso é sempre bom manter pessoas de bom coração perto de nós. Crescer, evoluir, aprender. Faz disso todo um processo sadio de amadurecimento seja qual for a direção. Subir um degrau na escada da vida acompanhado, isso é um presente de Deus. Mas você ainda vai continuar sendo uma essência e isso é o que faz a outra pessoa amar você. Seja uma essencial pura, honesta e transparente.
Essa é a hora certa? - Com certeza. Não existe um tempo errado ou precipitado. Com empenho, podemos amar qualquer pessoa. Amar da trabalho mas vale a pena. Quando você conhecer alguém cuja sua vida pareça ser mais alegre e realmente seja, trabalhem juntos para ficarem juntos. Se esforcem. Amor não é um sábado ensolarado no parque apenas. Amor é uma vida inteira olhando lá na frente a mesma direção. Seja lá como for, encontrem um jeito para fazer dar certo. Sejam esquisitos mesmo. Sejam bobos mesmo. Sejam vocês mesmos. Não desistam!



Como você esta se sentindo? - Feliz. Sem razão nenhuma aparente. Apenas feliz.
O que você quer comer hoje? - Pão na chapa de padaria com café puro.
Qual seu maior sonho na vida? - Estou vivendo ele nesse exato momento.
Namastê.

2017/05/12

Dia 2383


Chamei ela para vir aqui jantar. É, eu faço o tipo de homem que cozinha. Uma das principais coisas quando se assume o fogão é: goste da sua comida. Se você mesmo não gostar, acha que outra pessoa vai gostar de comer isso? Cortar tudo bem picadinho mas na proporção certa para que cada ingrediente tenha seu gosto próprio quando o paladar estiver analisando cada sabor envolvido. Escolher os ingredientes mais frescos, os mais apetitosos e os mais deliciosos possíveis. Ela é uma mulher incrível, merece um jantar especial só para ela.
Não sei cozinhar sem música. Quase sempre é um jazz ou blues antigo. Hoje foi de JT Coldfire - She's Crazy. É uma batida bem gostosa e a letra bem interessante. A faca de cabo vermelho nas mãos com o aço liso e afiado faz um visual legal em cima da tabua de madeira. Digna de uma fotografia. O coentro verde vivo bem pequeno picado, corto as batatas, o frango temperado. Onde coloquei a colher azul? A manteiga derrete na frigideira e vem um aroma gostoso misturado com o orégano e a páprica.
Vinho? Cerveja? Suco? Os melhores talheres brilhantes de inox. Uma toalha bonita e um enfeite elegante na mesa. Deixar o pó de café pronto no coador para finalizar. De sobremesa um mousse de chocolate com uma raspa generosa por cima. Olho no relógio marrom escuro na parede e esta quase na hora. Tudo esta pronto e arrumado, dou uma última vistoria para ver se não há nada fora do lugar que deveria estar.
 
Tomar um banho e passar meu melhor perfume. Aquela camiseta mais justa manga longa preta, cinto básico e aquele jeans que ela gosta. A batida da música ainda esta tocando, comprei rosas brancas e vermelhas para deixar pelos vasos da casa. Ando de meias sobre o piso de marfim no corredor entre a sala e o quarto. O interfone toca, o sorriso aparece.
Digo que ela pode subir e quando chega falo que pode ficar a vontade, peço para tirar os sapatos e tem um confortável para entrar. Aprendi anos atrás o significado de tirar os sapatos antes de entrar em casa mas nunca havia colocado em prática. Quando vim morar sozinho decidi aplicar algumas lições esquecidas na minha vida. Tenho que confessar, mal não me faz. E aqui dentro sempre preferi que as pessoas ficassem mais a vontade, aqui não é nenhuma reunião de escritório. Todos que passam pela porta da frente são bem-vindos então quero que se sintam bem.
Servi os pratos, sentamos em cima das almofadas grandes do sofá da sala no chão e comemos na mesa de centro mesmo. Ela aprovou a comida, que bom! Pediu mais vinho, rimos e conversamos bastante sobre muitas coisas. Ela é interessante, uma mulher cheia de vida dentro dela. É como se eu conseguisse extrair algo sobre qualquer coisa de dentro dela. É tipo um livro interessante que eu quero saber o próximo capitulo. Assim que eu a vejo. Mas, conforme a comida ia acabando eu ficava me perguntando se ela iria ficar para o café. Aqueles cabelos escuros desenhando a sombra no sorriso dela. É o sorriso mais bonito que já esteve nessa sala.
Quando conhecemos alguém e ficamos fascinados por essa pessoa, sempre esperamos que ela fique até o café na nossa vida. Ficar, muitas pessoas esquecem como é ficar realmente ali. De corpo e alma. Ficar: ato de amor e carinho. Independente do tempo lá fora. Independente das pessoas que esperam por você agora. Independente do horário. Independente de amanhã de manhã... Você fica?
Veio a sobremesa e mais risadas. O resto de batom dela ficou marcado no cabo branco da colher de sobremesa. Ela olhou pra mim segurando a colher e sorriu de lado. Não foi a comida, não foi o vinho, não foi ela se sentir confortável sentando na almofada e descalça e nem a roupa linda e toda a preparação impecável da produção do visual dela para essa noite. Foi aquele sorrisinho de canto que me fez ganhar a noite.
Na manhã seguinte quando acordei os cabelos escuros dela desenhavam a almofada branca enquanto meu braço lhe servia de apoio. Ela segurava a minha outra mão perto do coração, dava para sentir as batidas nas respirações dela enquanto dormia. Estava só de calcinha debaixo dos lençóis e meu corpo esquentava o dela. Eu não queria que aquele momento acabasse. Eu nunca mais quis.
 
 

2017/05/10

Dia 2382

Se não for para beijar muito, abraçar o dobro e andar de mãos dadas eu não quero. Beija a mão, beija a testa, beija a boca mas beija por favor. Da selinho, da beijão, da beijo com estalo, manda beijo no ar, manda aquele emoji besta com coraçãozinho. Abrace também, de manhã e de tarde. A noite e no meio da madrugada enquanto estiver dormindo pra quando acordar estar em segurança dentro de um abraço.
Diz que ama, diz que adora aquele trejeito que só ele(a) tem. Diz que ele(a) tem a risada engraçada. Faz cara de espanto, imita voz de desenho animado. Aparece aqui em casa com um monte de porcaria que engorda pra comer. Diz que veio estragar a dieta, que veio melhorar o dia porque sabe que andava triste. Põe Armandinho pra tocar enquanto faz carinho no cabelo. Vem sorrindo na rua porque vê esperando o outro no portão.
Leva o café na cama, traz alguns dvd's e diz que a tarde você não quer ir embora só pra dormir nesse sofá de dois lugares assistindo qualquer coisa. Fala "eu te amo" em silêncio fazendo tudo aquilo que sabe que ninguém nunca fez antes de você. Diz que é o acaso, amuleto de sorte, destino mas por favor se for dizer que é amor - ame. 
Faz do corpo um parque de diversões. Finge que a barriga é uma estrada mas não faz cócegas. Diz que quer casar e ter uma penca de filhos. Faz com que sejam uteis um para o outro e necessários, mas quando vier a carência e a vulnerabilidade  apenas abrace. Mostra um lugar secreto, conta um segredo e não minta - nunca.
Mas vem cá, me olha nos olhos e diz a verdade. Você gosta, gosta um pouquinhozinho só de mim?




2017/05/09

Dia 2381

Talvez esse seja meu último dia, como vou saber? Como a gente fica sabendo que o fim chegou? O que escolher fazer por último? São tantas perguntas. Quando eu era pequeno e pensava no fim do mundo, a minha ideia com mais certeza era em meio ao caos sentar e tomar uma lata inteira de sorvete de morango sozinho. Depois disso o mundo poderia acabar. É engraçado hoje porque, eu ainda adoro sorvete de morango. É engraçado mais ainda porque meu mundo já acabou várias vezes e eu nunca me sentei sozinho para tomar uma lata de sorvete de morango. Se eu soubesse que hoje é o fim, seria tudo diferente. Faria tudo diferente. Mas a gente nunca tem tempo de fazer tudo diferente. 
Hoje fiquei sabendo que amanhã vai ser meu último dia de vida. Então, essa noite quero ter uma boa noite de sono enfim. Dormir oito horas seguidas sem acordar. Levantar com o rosto inchado, mal abrindo os olhos. Mas quero acordar bem cedo. Dar um beijo na minha esposa e preparar o café da manhã pela última vez. Tomar um banho, sentar no sofá com minha velha xícara de café e vestir chinelos confortáveis. Se não for pedir muito, queria comer pão quente com manteiga.
Quero conversar com minha esposa pela última vez, longa e calmamente. Olhar nos olhos dela e dizer que a amo, profundamente agradecido pelo homem que me tornei ao seu lado. Tudo que tenho dentro de mim foi somado nos anos que se passaram em conversas como esta. Quero fazer amor com ela na nossa cama pela última vez, sem pressa, sem ideias novas. Apenas dois corpos se amando por algumas horas. Quero segurar a mão dela até vê-la cochilar na minha frente.
Quero comer uma pizza deliciosa. Chamar todas as pessoas que convivi nesses anos para um enorme encontro onde sei que a maioria não vai aparecer. Afinal, ninguém sabe que é meu último dia. Quero dar um abraço longo e apertado naqueles que vieram. Tomar um bom vinho, dar boas risadas. Chamar o garçom para sentar com a gente e tirar fotos juntos. Quero que alguém faça um discurso falando sobre o dia de amanhã incerto mas que seja bonito. Quero chegar em casa, tirar os sapatos e colocar os pés descalços naquele tapete fofinho. Quero ouvir Djavan. Quero me deitar rindo de tudo que aconteceu. Quero ser a lembrança boa de alguém. Quero fechar meus olhos devagar e ir gradativamente perdendo a consciência. Quero sentir um beijo na testa.

2017/05/07

Dia 2380



A maioria das pessoas casa achando que esta chutando o banquinho porque a corda já esta no pescoço. Talvez eu devesse parar de falar tanto de casamento aqui ou de amor e até de felicidade. Essas três coisas em conjunto quando estão em harmonia acabam incomodando algumas pessoas, principalmente as que estão infelizes. Mas eu penso que não é porque alguém te quebrou primeiro que você tem que quebrar outro alguém. Melhor é quebrar essa corrente de maldade fazendo o bem.
Quando eu e minha esposa realmente decidimos que era hora de assinarmos o papel eu quase pirei. Beleza que alguns dos motivos que fizeram a gente ter feito isso antes do esperado foram as consequências dos fatos na época. Independente disso, depois de sair do cartório porque estávamos agendando a data - onde de tão nervoso não calei a boca - eu pensei comigo "Uau, que animal cara, vou casar mano!". Fiquei muito feliz de verdade e ansioso também. Eu até esqueci de ficar pensando na parte que poderia dar errado e essas coisas. Eu tava curtindo muito o momento. De todo coração mesmo.
Finalmente vou ser o amigo de alguém, o parceiro, o amante... Vou ser o herói de alguém. Brigamos feito crianças e nos desejamos feito adultos. Sei que é ela, sempre foi. Hoje sei o que isso significa e porque ela apareceu justamente no momento perfeito que apareceu. Quando nos conhecemos ela virou pra mim com toda a sinceridade e disse "Eu errei, fiz isso e isso" e eu disse "Tudo bem". Na minha vez também disse "Eu errei, fiz isso e isso de merda na minha vida" e ela disse "Tudo bem". E não me interessa nada mais. Fizemos uma promessa secreta de cuidar um do outro não importa as circunstâncias.
As pessoas sempre vão dizer que há algo de errado com a gente ou que estamos apressados demais ou ainda qualquer outra coisa porque as pessoas só sabem falar. Mas elas não estão aqui sabe? Elas não vivem aqui comigo ou com ela. Elas não sabem que quando ela vem vindo na minha direção me da um sorriso pequeno e eu acho aquilo um barato. Na verdade eu acho aquilo que ela faz uma das coisas mais incríveis do mundo. Ninguém sabe mas ela é meu universo inteiro e cabe um monte de coisa lá. Cabem todas nossas risadas na cama antes de dormir, cabem todas os nossos abraços e nossos 'eu te amo' ditos de formas diferentes como quando ela corta meu cabelo e faz planos pra gente. Cabem todas as nossas contas pagas e nossas discussões também. Cabem nossas orações e nosso amor. Principalmente o amor.
Com ela sei que de alguma forma deixei minha marca na eternidade. A vida é bem longa e com ela do meu lado todo tempo fica agradável. Quando me perguntam "Como você sabia que ela era a mulher certa?", cara, eu não sei. Eu não sabia antes, não sei hoje e vou continuar não sabendo amanhã e depois de amanhã. Sei que estar com ela é uma coisa muito louca porque é uma montanha russa de emoções. Nunca sei como ela vai acordar no dia seguinte. E isso é muito doido porque nunca fico entediado. Alguns dias ela precisa mais de mim outros ela não quer nem ver minha cara direito. Alguns dias ela só quer chegar e dormir, outros ela não diz nada mas só de ver a cara dela já da pra saber que tem algo que ela quer falar e desabafar. 
Casar é muito da hora. É muito louco, a gente se diverte muito mano. Brigamos também, mas foda-se. Não da pra ser bom o tempo todo se não como vamos saber que o que era bom antes da briga, era bom realmente? Ela é minha pessoa não-certa e eu sou a pessoa não-certa dela. Vamos seguir assim e vai ser bem louco. E um dia, um dia eu vou ser velho e ela também. Deus queira que possamos chegar muito longe juntos porque, quando a saudade bate é normal apanharmos junto? A vida é longa mas se você tem alguém para assistir ao fim do mundo então fica tudo bem.


2017/05/03

Dia 2379

Lembra quando você era adolescente e juntava as moedas da passagem para ir encontrar a namorada sabendo que iam transar naquela tarde porque os pais dela não estavam em casa? Lembra daquele frio na barriga? E hoje, o que te da frio na barriga?
A vida é chata e sem graça se não buscamos algo que nos faça sair da rotina. Algo que se torne um pensamento durante o dia inteiro para escapar um pouco mesmo sem sair do lugar. Aquele tipo de coisa que parece um machucado na boca que te faz lembrar durante as 24hs que ele esta ali, no caso... Que aquilo aconteceu. Uma transa logo quando acordar. O sorriso da senhorinha no portão de casa. Um rapaz que deu passagem a uma moça na fila do ônibus. Qualquer coisa que se faça diferente do habitual. E amanhã é um novo dia e outro dia. 
Geralmente as pessoas que dizem "amanhã é outro dia e tudo pode acontecer, não sei como vai ser amanhã", mentira. Elas sabem o que vai acontecer. Tudo pode acontecer, inclusive nada. Sabemos que ás vezes estamos presos nas correntes do cotidiano e isso é tão chato. Mas quando alguém te chama pra tomar um café sem você esperar ou, achou dinheiro na rua ou até fica sabendo que o chefe liberou para ir embora uma hora mais cedo... Isso quebra o paradigma não é?
Deveríamos fazer isso mais vezes sabia? Sair da rotina. Não olhar tanto o relógio. As pessoas esperam de segunda a sexta pelo fim de semana, o ano inteiro pelas férias e a vida inteira para viver. Isso é errado, sabiam disso? Eu digo que quero a vida com cobertura e recheio. Tudo que eu quero é que você saiba olhar para vida e fazer tudo com amor. Ache um propósito que te faça feliz e abrace isso com toda força.

Eu queria um colo quente sentando em mim agora, com as pernas escorrendo de desejo enquanto arranha minhas costas. Queria uma torta de morango. Queria poder escrever uma carta sem me despedir no final. Queria encontrar gravetos para a fogueira. Queria um abraço demorado. Queria um banho de chuva sem ficar doente depois. Queria um chopp de vinho barato e música ao vivo de novo. Queria fazer estrelas ficarem dentro de um pote dos desejos. Queria poder dormir 8 horas seguidas. Queria ver o pôr do sol e queria também dar ouvido aos meus conselhos. 
Saiam da bolha. Vivam a vida. Assistam ao fim do mundo sorrindo. Vocês encontraram um caminho de volta para casa. 

2017/05/02

Dia 2378

- Todos nós temos nossas máquinas do tempo. Algumas nos levam de volta, essas são chamadas recordações ou lembranças. Algumas nos levam adiante, essas são chamadas sonhos ou esperança. Mas você se lembra dos velhos tempos?
- Que velhos tempos? 
- Em que pessoas se importavam com outras pessoas.
É notável nossa capacidade de absorver as lições da vida e sobre quem as ensinou também. Estamos sempre com interesse de algo. Não interessa se você é jovem ou de meia idade, quando você se aproxima de alguém pode ter certeza que no seu íntimo você esta querendo algo. Mas que pensamento egoísta não é? Pois é, mas é verdade. Não nos relacionamos com ninguém que não tenhamos algum interesse por trás da escolha. O que torna bonito esse interesse, é para qual lado ele esta apontado.
Por exemplo, quando somos jovens somos bem cruéis porque não temos o discernimento correto para avaliar qualquer coisa. Para escolher um parceiro, no caso, selecionamos como ovelhas no rebanho. A mais bonita, a mais popular, a mais atraente, a mais rica e por ai vai. Moldamos nosso interesse (fútil) a decidir qual escolher. Mesmo que nem sempre aqueles que escolhemos, escolhem a gente de volta. Algumas pessoas ganham maturidade nisso, outras não. Algumas continuam escolhendo no rebanho enquanto outras escolhem outros adjetivos para fazer essa escolha.
A pessoa que mais ficara do seu lado quando ninguém estiver. A pessoa que vai estar te dando carinho mesmo que sua cabeça esteja num vulcão em erupção. Aquele que vai cuidar de você quando estiver doente. Que vai ignorar seu momento de fúria e tédio passando por cima sabendo que amanhã é outro dia. Alguém que segura sua mão e fica disposta a não soltar mesmo quando você em um péssimo momento decide soltar da mão dela. Quantas pessoas fazem você se sentir raro, puro e especial?
Escolhas, escolhas. Decisões. E o medo de errar? Fracassar novamente? A gente reza pedindo, ás vezes se engana achando que recebemos um aviso para seguir quando na verdade é um aviso para recuar. Assim aprendemos as verdadeiras lições. Errando. Mas lembre-se, errar uma vez é humano mas duas na mesma coisa é estupidez. Por isso, pense bem antes de tomar qualquer decisão radical que vai mudar sua vida completamente, realmente ela pode mudar.
E uma hora você tem que fazer uma escolha certeira. Se casar. Casamento é difícil. Mas ser pai e mãe, manter a forma, escrever livros, cozinhar e todas as outras coisas que importam e que valem a pena em minha vida também são. Ter uma parceira de vida é um presente incrível. Eu também aprendi que a instituição do casamento pode ajudar a nos curar de nossas partes menos bonitas. Nós todos as temos.
Daqui uns anos vou dizer que com o tempo, eu aprendi que a nossa experiência foi uma ilustração de uma lição muito maior sobre o casamento. A pergunta que todo mundo em um relacionamento sério deveria fazer à pessoa amada é: ‘O que eu posso fazer para que o seu dia seja melhor?’ Isso é amor. Livros de romance (e eu já escrevi alguns trechos) são sobre o desejo e o felizes para sempre, mas o felizes para sempre não vem do desejo, pelo menos não o retratado na maioria dos romances.
O verdadeiro amor não é desejar alguém, mas realmente desejar a felicidade dela, às vezes até às custas da nossa própria felicidade. Amor verdadeiro não é fazer da outra pessoa a nossa cópia. É expandir a nossa capacidade de tolerância e cuidado, é buscar ativamente o bem estar do outro. Todo o resto é simplesmente uma charada de interesse próprio. Por que sabe, somos interesseiros pra caramba!
Eu não estou nem mesmo dizendo que todos os casamentos devem ser salvos. Mas para mim, eu sou incrivelmente grato pela inspiração que me veio. Talvez seja Deus falando com um cego e eu seja o cego. Eu sou grato por minha família ainda estar intacta e eu ainda ter a minha esposa, minha melhor amiga, na cama junto à mim quando acordo de manhã. E eu sou grato porque, até mesmo agora, décadas depois, de vez em quando, um de nós ainda role na cama e diga, ‘O que eu posso fazer para que o seu dia seja melhor?’ Estar em qualquer lado desta pergunta é algo pelo qual vale a pena acordar.


2017/04/27

Dia 2377

Quando nos conhecemos, depois do café e do quase beijo que virou um abraço vieram aquelas sensações de "Não passa por essa catraca na estação, fica um pouco mais. Teu sorriso é tão bonito quando você fica encabulada sem respostas para as minhas perguntas esquisitas." e "É normal eu querer já te ver de novo á partir de agora mesmo?". Dai vieram o primeiro beijo sentados em frente a janela naquelas mesinhas de madeira. Juro que por não ter te beijado no primeiro dia, passei o dia inteiro seguinte pensando que eu não deveria ter feito aquilo. Que deveria ter te beijado sim. Logo eu que sou apressado e não gosto de esperar por nada, esperar um dia inteiro? Meu Deus! Mas eu esperei, não foi?
Eu nunca esqueci aquela primeira semana. A euforia de quando a gente esta começando a se apaixonar de verdade. As mensagens, a inspiração que aparece, o calor no corpo, a paixão que começa a dizer "Eu cheguei!". Até o tom de voz mudou, veio uma calmaria. O primeiro "eu te amo" e é claro que veio de mim já que esperei um dia, um dia inteirinho pra te dar o primeiro beijo eu não poderia esperar para dizer que te amava. É claro que não. Parece bobo falando assim mas foi a coisa mais sincera que eu já disse pra alguém com aquele tamanho de sentimento que eu tinha nas mãos. Foi só pra você, daquele jeito sabe? Sua reação foi a melhor, despertou um medo em mim como se eu tivesse estragado tudo, atropelado a história toda. Mas seguimos bem dai, mesmo antecedendo as três palavras de "quer namorar comigo?" com um "eu amo você". 
Passamos uma tarde no parque e você teve uma confirmação que até hoje não entendi. Mas que bom que teve, porque dai começamos a falar de futuro. Logo no comecinho nas nossas conversas apareceu o assunto de casamento. Era o propósito que sonhávamos. Desde quando eu era um garotinho sonhei em ser casado com alguém e que seríamos felizes juntos independente de qualquer coisa. É complicado dizer "independente de qualquer coisa" porque nunca sabemos o que é realmente essa "qualquer coisa". Um dia você me perguntou se eu queria passar a minha vida contigo e eu demorei um pouco pra responder. Talvez você tenha pensado que questionei as minhas escolhas, que cogitei sair correndo, largar tudo e fugir pra longe. Mas eu nunca pensei em negar a oportunidade de envelhecer do teu lado. Apenas me esforcei para perceber o que o sim que o meu instinto prontamente me enviou queria dizer. E aí disse sim.
Sim para as nossas diferenças que se complementam e fazem do meu mundo uma experiência completa: às vezes tormenta, outras mansidão. Sim para as suas manias e perfecções que fazem nossa casa ter um cheiro bom seja de casa limpa, de comida gostosa ou aquele cheiro de lar que fica quando você entra pela porta da frente. Sim para sua TPM, para suas dores de cabeça e dores no joelho. Sim para suas paranoias com o peso e a idade. Sim para sua falta de tempo porque tem que trabalhar e a faculdade exige muito esforço e dedicação mas não desista disso! Sim para sua tristeza sem razão ou cheia de razão. Sim para sua raiva porque você sabe, ás vezes falo demais. Eu sempre falo demais. 
Aceitei o luto pelas paixões fugazes que poderia viver para viver só com você do nosso jeito que ninguém entende porque não fazemos questão de explicar. Disse sim para te confessar os meus pecados e para perdoar os teus. Para respeitar o teu silêncio triste ou feliz e não deixar nunca de acordar quando tu se levantas no meio da noite. Disse sim para estar com você quando eu pudesse e onde sem que você se sentisse sozinha, nunca. Disse sim também para aprender que ás vezes você quer mesmo estar sozinha. Essa lição ainda estou aprendendo porque no meio do caminho, ás vezes eu não quero estar sozinho.
Disse sim a me embriagar de rotina. Aceitei dançar o ballet dos nossos dias orquestrados como quando eu saio pela porta e te aguardo do lado esquerdo para trancar com a chave. Sim para “vou levantar daqui á pouco”, sim para “eu fico com o banheiro e você com a roupa suja”, sim para “vamos ver um filme ao invés de sair?”. Disse sim quando você quis mudar minhas calças velhas e botas surradas e quando quis arrumar minha barba bagunçada. Disse sim ao concordar que você ia ser o meu ponto fraco na vida, onde qualquer coisa ruim que te acontecesse causaria algum dano em mim também mas que faria o possível pra fazer você se sentir melhor antes que o dia termine. 
Aceitei ser surpreendido por você me pedindo para ser mais quem eu era e menos apenas quem eu estava sendo para você. Os seus conselhos sinceros, suas cobranças pequenas e seus detalhes e sentimentos que ainda não me fazem muito sentido. Os seus carinhos cheios de segundas intenções quando quer. Todas as suas segundas intenções.Concordei em dividir, bagunçar e desrespeitar os lençóis. Em limpar os seus óculos quando você precisa, em deixar você escolher o canal da tv e me deixar envolver. Aceitei os teus filmes na estante, minhas canecas na sua cozinha, as camisetas no guarda-roupa que era só seu. Disse sim a continuar sendo eu para ser um pouco mais teu.
Não fui feito em nenhum molde e a perfeição passa longe daqui. Embora meu humor não seja lá essas coisas, eu tento toda manhã te acordar de um jeito bom pra que seu dia comece bem. Aliás, eu adoro poder te acordar todo dia. É ruim os dias que não posso. E quando faço seu café da manhã também. Ou quando você me pergunta se esta boa a roupa que esta usando. Quando você pega minha mão para dormir e acorda no meio da noite ainda segurando ela. Quando me abraça no corredor entre a sala e o quarto. Quando ouço você escovando os dentes antes de deitar e fico pensando "Será que eu ganho um beijo?". Quando você sai do banho ainda de toalha e fica sem graça quando fico te olhando colocar uma roupa. Entre essas e outras milhares de coisas pequenas que você não tem nem noção mas que estão guardadas comigo e que reparo e continuo guardando seus detalhes tão bonitos em mim.
As coisas podem mudar, os dias podem mudar, o seu cabelo pode mudar. Mas lá no fundo, tem uma coisa em você que eu amo muito e isso não muda. Eu não sei o que é e nem porque eu gostei tanto, mas isso é o que me faz dia após dias querer estar ao seu lado. Não somos mais com éramos a um ano atrás e tudo bem. No ano que vem eu vou ter a mesma impressão. E tudo bem também.
Independente de todo meu passado e o seu, independente das nossas histórias e caminhos, independente dos dias ruins que aparecem, você é a minha primeira. Você é minha primeira em tudo. Porque o capítulo que iniciou quando te conheci e que vai seguir até o meu ponto final eu quero que seja escrito com você. Eu quero você. Eu te quero muito mesmo. Porque eu te amo.