2015/12/28

Dia 2181


Escrevo cenas bonitas para que todas as pessoas pensem "Nossa, eu queria ter isso na minha vida", mas não se preocupem. Eu não tive isso também, você não esta sozinho. Escrevo porque de alguma forma queria que essas sensações existissem, nem que fossem no papel fora da minha cabeça.
Bebo para afogar as mágoas. Mas as danadas aprenderam a nadar. A gente sempre sabe quando está acabando, ainda que admitir possa ser um problema na maioria das vezes. Alguns até percebem o exato momento em que tudo começa a mudar, minguar, morrer. Por mais sútil que seja. É a cabeça distante, os olhos distraídos, a boca emitindo silêncios discretos. Uma falta de interesse que surge do nada, aos poucos. De repente, você não é mais cativante o suficiente para aquele alguém. Pensa só, que comédia, - ou drama, no caso. Como pode, não é? Em que ponto tudo começa a ruir? Quanto tempo leva pro amor despencar em queda livre e virar um suicida?
Meus dias cansados, terminam sempre em uma punheta sem graça e a cama vazia. É tão difícil assim ser feliz? É tão difícil se sentir bem sem que alguém te ponha para baixo? Será que alguém sabe me dizer o porque a cada dia a gente perde a vontade de querer se sentir vivo?
Meus dias já foram mais produtivos, em todos os sentidos. Meus sorrisos já foram mais largos e duradouros. Minha disposição para ir em busca de novas pessoas, ou para fazer qualquer coisa que me distraía, já foi mais ativa. Minha agenda telefônica já esteve mais numerada. Minha caixa de entrada hoje já não precisa mais ser checada. Minha janela totalmente trancada. O escuro do quarto, o largo espaço vago na cama, me faz se sentir mais incompleto do que já sou. Sentava-me sempre sobre o fino tapete frio durante horas, imóvel. Devo ter esquecido como me reciclar, é o mesmo pensamento insano sobre o que fazer com a poeria, com o que sobrou de mim. Olha só pra mim, perdido, rodeado de diálogos mortos, procurando algo que viva. Pedindo atenção ao rádio que toca música antiga.

2015/12/25

Dia 2180

Ame flores, dance na chuva, encontre lugares para se esconder quando as coisas ficarem difíceis e abrace as pessoas que você ama. A vida só é bonita quando você acredita que ela é, e não por quantos problemas você tem ou quantas vezes você chora por mês.
A vida é foda, vem, vai, leva uma porrada de gente, coisas, leva tudo mas muitas vezes não leva sua memória. Não leva as coisas que você viveu. Parte dos meus medos é acordar de manhã e não ter sentido pra por os pés no chão e bater no peito e dizer “Bora porra, vamos levantar e cair pra luta” por que querendo ou não, sendo sua vida uma luta ou a mordomia ela de certa forma é foda, de uma forma ou de outra. O filme do meu dia passa diante dos meus olhos todas as vezes que eu me deito a noite e em 10 minutos eu resumo vinte horas e os 50 minutos passo pensando na gente e olha, é tempo viu!
Depois de abrir os olhos e levantar da cama estamos expostos a qualquer ato provável de catástrofe, encaramos o dia esperando pela próxima rasteira, tombo, enfrentamos o excesso de palavras e a falta delas, é um bombardeio e nem sempre estamos prontos, não nos recuperamos rápido, então não se incomode se eu não aparecer hoje ou amanhã, estou me consertando, e pode demorar um pouco.
A vida não é o ônibus que você pega, cara. A vida é o pneu que fura, os buracos da estrada, o trânsito. Porém, você sempre tem a opção de ir na próxima estação, de alcançar o metrô das sete, ou de pegar um táxi. As coisas nunca saem do jeito que nós planejamos, mas sempre há um jeito, um atalho, uma solução. Eu só queria ser livre, sair de casa. A única obrigação que tenho direito de assumir é fazer qualquer momento aquilo que julgo certo.
Eu não sei seu nome, não sei como você vive sua vida, não sei nada sobre sua família e não sei dos seus problemas mas onde quer que você esteja, espero que esteja sorrindo.

2015/12/24

Dia 2179


Ela tinha gosto da noite passada.
Ela era inocente, mas não tanto assim. Ela sabia o que ia acontecer naquele quarto, afinal ela que tocou a campainha (...) Depois de foder com ela, deitamos juntos para apreciar o calor dos corpos e a euforia pós-sexo. Ela pegou uma caneta na mesinha do lado da cama, começou a desenhar no meu peito. Eu queria falar que aquilo era ridículo e pedir para ela parar. Mas deixei, até que era bonitinho esse momento. Desenhou algo que parecia ser nossas iniciais e um coração meio torto em volta. Com o dedo indicador ela ficou alisando sua obra prima em um quadro vivo.

Tem uma orquestra de alegria dentro de mim nesse momento. Ela esta abraçada em mim. Cara, ela esta deitada com o rosto no meu peito. O mundo inteiro se cala em um abraço. A vida de muitas pessoas começam dentro de um abraço e terminam também. A minha história então, não foi diferente. Começou e terminou á algumas páginas atrás. Quantas discussões não poderiam ser encerradas com um silêncio, três passos e um abraço? Mas hey branquela, eu gosto de você.
Na noite passada ela estava aqui também. Dormimos juntos. Ela colocou a boca no meu pau. Eu entrei nela. Gozei nela. Ela gozou comigo. Gemeu, me arranhou. Cravou as unhas nas minhas costas enquanto a penetrava. Sussurrou baixinho para que eu não parasse. Quando terminamos, ela foi ao banheiro andando nua. Depois vestiu minha camiseta que ficou grande Camiseta e calcinha, tem combinação mais sexy?
Ela parou em frente a cama segurando minha xícara favorita. Perguntou se eu a amava. Eu sorri e disse que sim, ela sentou na cama e sorriu. Não sei ficar repetindo "eu te amo" e coisas assim. Mas se fosse pra dizer algo, do meu jeito, seria algo mais ou menos "eu quero fazer amor só com você pro resto da vida até ficarmos velhinhos" ou "eu divido com você a cama, o banheiro e até o macarrão da dispensa" e até "não solta da minha mão".
Ela disse que naquele dia ela não queria foder, queria fazer amor. Então fizemos amor. E fizemos amor pelo resto da vida.

2015/12/23

Dia 2178

SEXO. SE-XO.
Agora chamei sua atenção, certo? 
Eu queria falar sobre as mãos. As mãos são importantes. Elas enxugam lágrimas, abrem sorrisos. Uma mão em cada bochecha, não há quem segure. Elas podem trazer para mais perto e afastar para mais longe. Elas fazem cafuné, acariciam os seios, a barriga e os lábios. Elas tocam no meio das pernas molhadas. Elas pedem mais.
As mãos arrepiam a nuca, fazem massagem nos ombros e também nos pés cansados de um dia de trabalho. As mãos, elas servem para apontar e julgar, mas também servem para realizar uma oração, uma prece. 

E as mesmas mãos que fazem um nó de gravata tiram uma calcinha. Tiram duas. Colocam a camisinha. Acariciam o rosto. Entrelaçam-se entre os cabelos num carinho. Disparam a arma e entregam uma aliança. Digitam a senha no caixa eletrônico, escrevem uma carta. 
Mãos que seguram copos. E por fim, um dia, você vai desistir de segurar copos por ai para segurar a mão de alguém. As mãos, elas podem segurar outras mãos e sair por ai de mãos dadas. E assim, mãos que se encontram.
E o sexo? Bem, o sexo... Ele vem depois das mãos dadas.

2015/12/21

Dia 2177


Se aproxime, conte-me seus sonhos, não me importo de pagar o café. Quando o Big Bang aconteceu todos os átomos do universo estavam juntos em um pequeno ponto que explodiu. Então nossos átomos estavam juntos lá, e provavelmente colidiram-se várias vezes nesses 13,7 bilhões de anos. Então meus átomos conhecem seus átomos, e eles sempre conheceram seus átomos. Meus átomos sempre amaram seus átomos. É a coisa mais bonitinha que vou conseguir te dizer em 10 anos, quem sabe!
Mas por favor, não fique envergonhada quando perceber que não tiro os olhos de você. É que gosto de ficar de pertinho assistindo o seu sorriso brilhar. Você ilumina a minha escuridão. E nessa viagem percebi que é só com você que meu caos faz sentido, e vira estrela. E é universo.
Eu roubo o seu primeiro beijo, peço o segundo, te cobro o terceiro e te convenço a ir para o quarto, beijo.

2015/12/15

Dia 2176

É muito complicado entender que amor precisa estar acompanhado de uma noção sólida de autoestima e amor-próprio, nem sempre é tão simples. As pessoas não conseguem nem entender que amar também significa manter sua integridade, amar não é troca de carência ou muito menos codependência, vale lembrar que as coisas só acontecem quando você se doa sem expectativas ou recompensa. Talvez seja mesmo um bom momento pra ficar sozinho, embora eu nunca tenha acreditado que estar sozinho seja bom.
No mundo de hoje, quando pego para prestar atenção parece que acabei de nascer nele. Me sinto ignorante, sem saber de nada do que esta acontecendo porque nem parece o mundo real. Parece algo de filme, sabe, mas não de filmes bons com finais felizes.
Parece que acabei de nascer nesse mundo porque não sei o motivo dele estar assim. Porque pra mim tudo parece novo e parece que é pela primeira vez que estou vendo, é difícil de acreditar. É difícil acreditar que o mundo anda assim tão sem graça.

Se eu deitar aqui, se eu apenas deitar aqui. Você deitaria comigo e esqueceria do mundo? Você tem todos os motivos para ir embora, mas acaba ficando. Fica porque sabe que se for embora vai se arrepender e querer voltar. Se virássemos, definitivamente, as costas para o passado, talvez o futuro nos recebesse com um abraço. Talvez.

2015/12/13

Dia 2175

Então ela me deixou fotografa-la. Eu disse que era trabalho, ela disse que era desejo. Pedi para que ficasse perto da janela, gostava de capturar a luz do sol invadindo o chão de madeira. Ela fez.
A casa estava vazia, estavam apenas eu e ela. Me disse antes de tudo começar que faria tudo que eu mandasse. E em meio aos livros de estudo, rascunhos impressos, anotações em bilhetes e grafites espalhados eu encontrava espaços onde pudesse trabalhar. A ideia era ter um book para mostrar para futuros clientes, ela foi a primeira a aceitar ser parte principal das fotos. Para um iniciante, é complicado achar de forma espontânea uma parceria que nos ajude a fazer um trabalho dessa natureza. 
Comecei a registrar alguns espaços, alguns cenários, vários sorrisos que nem ela mesmo sabia que estava acontecendo. Tinha um corpo bonito, seios não muito grandes como se ainda estivesse se desenvolvendo. Quadril, como se fosse desenhado de tão sinuoso. Conseguia fazer o desenho do corpo dela no ar com as mãos. Perguntou se poderia tirar a blusa e avisou que não havia nada por baixo. Nessa hora achei engraçado porque as bochechas dela ficaram da cor do reflexo dos fios de cabelo dela no sol.
Ela tinha tirado a sandália e mulheres que usam sandálias assim ficam tão sexy! Estava apenas com a calça preta apertada, cobrindo os seios com as mãos. Os cabelos ajudavam, eram relativamente compridos mas nem tanto. Eu não sabia se continuava a fotografar ou se dizia pra ela que estava apaixonado. Nessa hora ela virou pra mim e disse: Eu também, eu também.
Não houve mais fotos naquele dia. 

2015/12/12

Dia 2174

O mundo esta em chamas e estamos bem no meio dele. As paredes estão caindo sem nenhuma sustentação. Já sentiu como se o seu mundo estivesse desabando e não houvesse ninguém para segurar?
Nunca se sabe. De repente. PUF. Pronto, acabou. As pessoas amam tudo aquilo que um dia pode acabar. Isso é que da força ao amor, saber que um dia depois de uma hora ou dez anos aquilo pode simplesmente não estar mais ali naquela manhã. E depois do fim, a saudade. E cara, saudade é o lugar vazio mais cheio de gente que conheço. Ai eu te pergunto, quem é a sua casa?
Enquanto eu estou aqui nessa cafeteria paulistana escrevendo, eu espero que vocês estejam tendo uma guerra de travesseiros agora. E que você a deixe ganhar. Um beijo na testa da vencedora e o prêmio. Deixe ela escolher entre "você paga a pizza" ou "você lava a louça".

Eu espero, na verdade, que enquanto estou sentado aqui com uma xícara na minha frente você tenha alguém real. E que esteja apaixonado. Na verdade eu espero que você tenha aquelas paixões avassaladoras que faz até o coração doer de tão bom. Já sentiu algo assim? O sorriso estampado na cara e no peito, onde o dia mais fodido da semana se torna mais um dia esperando o momento de estarem juntos de novo. 
Sempre aconselho as pessoas a se apaixonarem. Já me apaixonei muito, já amei o dobro. Tive meus momentos e não é porque hoje estou seco que me falta amor. É só um jardim mal cuidado sabe? Eu já amei alguém que morava distante, me sentia como um pássaro que olha o céu de dentro de uma gaiola. Já amei alguém que era vizinho e dentro do ônibus eu pensava "Meu Deus, faça com que o tempo passe devagarzinho hoje", mas Deus nunca me ouvia. Já tive vezes que achei que era amor mas era só medo de ficar sozinho mesmo.
Acredite, você vai preferir estar apaixonado do que caçar lembranças pelas paredes da cidade inteira. Acredite, você vai querer perder a guerra de travesseiros. Mas por Deus, façam uma guerra de travesseiros!

2015/12/10

Dia 2173


Então, no meio das ruas da vida eu a peguei no colo. Não sabia eu que segurava nos braços a minha vida inteira. Eu não fazia ideia da importância que eu carregava ali. 
Estava eu em um bar da Vila Olimpia tomando algumas cervejas. Ouvindo alguns caras da mesa do lado reclamarem do emprego e comentarem das mulheres que entravam pela porta da direita usando vestido preto, curto e padronizado. É tão clichê, tão bohemio. 
O foda não são as várias mulheres usando vestido preto, o foda é você olhar o bar inteiro e querer apenas uma. Aquela que vai se tornar a sua vida.
Gostaria de saber antes o que eu sei agora, gostaria de poder de alguma forma voltar no tempo e talvez ouvir o meu próprio conselho. Eu diria a ela para se pronunciar, diria para gritar, para falar um pouco mais alto, ser um pouco mais orgulhosa, diria que ela é linda, maravilhosa e tudo o que ela não vê. E diria é claro, entre quatro paredes para que ela tirasse o vestido preto. 
Minha cabeça nas nuvens, Os sonhos cada vez maiores. Eles são bonitinhos, mas não resistem aos ataques da realidade. E a realidade era essa, eu cheguei perto e ela sorriu. Foi nesse instante que começou a minha vida.

2015/12/09

Dia 2172


Enrolada na toalha, com a pele refrescada pela água ainda escorrendo pelo corpo. Do ventre ás coxas, até o tornozelo. Parando apenas no tapete do quarto. As mulheres não sabem o poder que tem quando saem do banho. Aquele cheiro de banho tomado, com a pele relaxada. 
O corpo feminino exalando aquele frescor pós-banho, lendo isso as mulheres vão começar a perceber porque elas nem notam que a definição de sexy vai muito além de lingerie preta, vermelha e pink. Encontra-se no toque úmido, nas curvas do corpo, nos movimentos suaves querendo demonstrar desejo. Ninguém segura uma mulher com desejo irmão. 
Então ela deita na cama, de bruços e a toalha se abre. É como se a cena fosse em câmera lenta. Sabe quando alguns momentos gravamos algumas cenas e elas se repetem constantemente em horas não marcadas? Então...
Eu fiquei encostado na porta vendo ela deitada assim mexendo no cabelo de olhos fechados. Aquela era a cena mais bonita que eu já tinha visto. Quando ela abriu os olhos me viu parado ali observando. Ficou sem graça e sorriu. 
Agora a cena se repete constante na minha cabeça. Os pés para o alto balançando, a mão esquerda mexendo nos cabelos e o braço direito como apoio. Ela esta nua, completamente nua debaixo de uma toalha. E o que vem depois do sorriso?

2015/12/07

Dia 2171

A gente não da certo junto, já deu pra entender. Você vive no mundo da lua e eu sou todo senhor da razão. Eu prefiro Bob's e você o Mc Donald's. Eu tenho planos e liberdade e você garota de apartamento.
Vamos nos separar então. Vamos entrar de acordo que assim é melhor. Mas por favor, não arranja outro alguém pra te fazer carinho no cabelo deitado na sua cama de solteiro. Não arranja outro alguém pra brigar. Não arranja alguém pra trocar o seu pneu. Não arranja outro alguém pro fim de semana. Eu to aqui sabe? Eu ainda to aqui.
Vamos deixar o tempo passar e a coisa toda esfriar mas não esfriar demais. Vamos amadurecer sozinhos um pouco pra saber aproveitar a dois de novo.
Quem dera fosse fácil assim. Quem dera pudesse ser assim. Quem dera fosse possível ser qualquer coisa de novo. 

Então voltei a escrever. Devemos escrever desejos para que eles aconteçam. Afinal, ninguém é escritor das oito ao meio-dia e das duas às seis ou até das oito ás seis. Eu sou do tipo de homem que segue o próprio código. Isso é uma coisa rara hoje em dia e também uma que nos afasta de todo mundo. Mas dentro das minhas linhas sinto falta de um abraço que eu nunca senti. De um beijo que nunca dei. De um cheiro que nunca senti. Mas quando você sorri, meu mundo para e todos meus problemas desaparecem. Como se eu pudesse ser feliz de novo.
Estou casado de ser eu. Ser eu é muito chato. Poderia ser qualquer um, mas ser eu é um saco. Há momentos em que eu não paro de falar, às vezes um milhão de palavras saem da minha boca numa questão de segundos. Um milhão de palavras que não significam nada! Mas quando eu quero dizer algumas palavras que significam tudo, como “eu sinto sua falta”. Como “eu amo você”. Como “o meu mundo está caindo aos pedaços e eu preciso de você do meu lado”, eu simplesmente não consigo falar.
Se ao menos conseguíssemos enxergar a infinita cadeia de consequências que resulta das nossas pequenas decisões. Mas só percebemos tarde demais, quando perceber é inútil. Quando infelizmente, já não faz mais diferença porque outra sequência se palavras já foram ditas, ações realizadas e sonhos aconteceram. Não vim a este mundo com o objetivo principal de fazer dele um bom lugar para morar, mas apenas para morar nele, seja bom ou não.
E os sonhos, aconteceram?

2015/12/04

Dia 2170

Ela sentia minha barba roçar na bunda dela. Como se isso fosse um chamado para acordar, desinibir qualquer inibição e desse á ela a liberdade de querer fazer qualquer coisa naquela cama de solteiro. O que ela quisesse, eu faria.
Vem cá, senta em mim. Rebola no meu colo, se encaixa no meu rosto. Me deixa entrar até o fundo, segura minhas mãos. Goza em mim, deixa eu te tocar. Me deixa te fazer mulher.
Mas o que isso resulta no fim? Assalto a geladeira? Cigarro na sacada? Tatuando almas e curando cicatrizes, nós parecemos ser muito mais felizes do que realmente somos. Gostar de alguém, não é fazer uma coisa com aquela sensação de obrigação por que sabe que ela vai gostar. É se colocar no lugar da pessoa antes pra sentir o que ela sente e depois tomar uma decisão.

Chega uma hora que camas com lençois amassados são trocados por sofás desajustados e cobertas quentinhas. Cafés se tornam frequentes. Cinema ao invés de baladas. Com o tempo acaba sobrando apenas a companhia um do outro. Como se um para o outro fosse o livro preferido, onde conversamos com o personagem ou autor. E fazemos isso toda vez que pegamos para ler o livro. Se eu pudesse dar um conselho para todos que estão lendo seria: Case-se com a pessoa que pode ser seu personagem favorito, você vai se identificar com ele, vai amá-lo e querer que ele tenha um final feliz e vai torcer até o fim para que não veja ele morrer. Porque eu e você sabemos que, em toda história bonita de amor alguém morre no final. 
Lhe desejo uma história bonita, que comece quente e termine abraçados no sofá. Como todas deveriam ser.

2015/12/02

Dia 2169

Ame alguém que tenha coração grande. Pessoas de coração pequeno não conseguem olhar o que existe dentro dele. Ame aquelas pessoas que só o fato de você acordar e pensar em tê-la já te traz felicidade. Tem gente que existe e só o motivo de saber que ela acordou mais um dia já é motivo de alegria. Graças!
Alegria. Eu pensava: "Se o amor bateu a nossa porta, que sorte a nossa!" Eu fiz, deixei acontecer. Eu me apaixonei. Sabe o que dizem né? Que depois que você se apaixona de verdade, os próximos amores são apenas sombras do verdadeiro amor. Jamais seja a sombra de alguém, seja o motivo de alegria da manhã desse alguém.
Eu fiz de tudo, deitei na grama e vi as estrelas lá em cima. Fiquei sentado no banco da praça esperando ela aparecer. Tirei foto no espelho que cobria a gente como um mundo particular só nosso. Entrei em uma loja de discos velhos e comprei o que tinha minha música favorita. Será que esse CD ainda esta na cabeceira da cama? Ainda pensa em mim quando a música toca ao acaso no rádio?
Me lembro que nunca fui bom em esquecer as pessoas, eu não consigo me livrar das lembranças e quando uma pessoa entra em minha vida mesmo que ela tenha passado um minuto, uma hora ou um dia, não importa, só o fato dela ter entrando em minha vida, eu irei carrega-la para sempre no meu coração. Vai ver esse é meu problema, coração grande e que vivo olhando o que existe dentro dele. 

2015/11/24

Dia 2168


O amor é dos corajosos e dos distraídos. Mas não para os céticos e mal amados. Com certeza não serve para os cegos e interesseiros. Mas serve para os simples e sinceros. 
Eu ia dizer que sinto sua falta, mas você não merece saber. Eu ia dizer que prefiro você pra brigar do que não ter você. Dizer que prefiro você pra ir nos meus lugares chatos do que ir neles completamente sozinho. Eu ia dizer tanta coisa, que me afoguei em palavras não ditas.
Amor talvez seja quando no final da piada, a vontade é de sair correndo e contar para a pessoa só para saber se ela vai achar graça também. E mesmo que não ache, amor é a primeira opção, primeira lembrança, primeiro interesse, primeira prioridade... O primeiro bom-dia na lista de mensagens recebidas.
Minha vontade na verdade era sentar no colo de alguém e cair no choro. Mas eu não faço isso, nunca fiz. O que eu deveria fazer? Tragar mais um cigarro? Levantar mais um ou dois copos? Não. Sou orgulhoso demais para ficar dependente de algo assim.
A realidade é que eu tenho um buraco negro aqui dentro. Uma coisa que me engole de dentro para fora. Eu tenho a droga de um buraco que não consigo preencher faz anos. Houve um tempo em que eu me sentia completo. Não precisava de mais nada. Mas hoje, eu me sentiria um idiota se estivesse completo? O conselho é para não ser completo? 
Eu não ligo para fama, popularidade, dinheiro ou coisas assim. Só gostaria de não ter mais esse buraco. Seria uma metáfora se não fosse a droga da realidade. Um pedaço de vida engraçada. A vida inteira feliz. E quando olhei para o lado, estavam saindo palavras dos olhos dela.  

2015/11/22

Dia 2167

Na minha mão, tudo virava refrão. Dirigir na chuva se transformava em poesia. Eu costumava interagir magia com as palavras. Com o tempo, acho que perdi o dom. Dentro da mente, cada palavra traduz o caos amargo que você viu a vida se tornar, a canção acalma novamente, você se tranquiliza e pensa que o pior já passou, enquanto isso, esquece que o refrão sempre se repete.
A vida parecia ser mais engraçada, assino em baixo. E no final das contas tudo fica bem. E se não ficar, a gente finge que está e continua vivendo. A escolha é essa, mas as palavras continuam indo e vindo. Somos demasiadamente jovens para ser tão infelizes.
Sua vida terá mais sentido e te fará preenchida em dias tristes. Não tenha tanto auto piedade, isso desfoca o quanto você pode. Leve pouca bagagem nesta trilha, seja leve o quanto puder! Vá deixando o tempo trabalhar ao seu favor, por exemplo: Deixe que a briga esfrie, melhor ser feliz do que estar certo, diferente do que a arrogância nos ensina não precisamos dizer tudo o que pensamos e não precisamos provar nada. A palavra tem mais poder que o gesto? Então eu digo: Eu te amo, eu te amo, eu te amo. E jamais direi novamente palavras de ódio e rancor.

2015/11/19

Dia 2166

Eu planejava não me apaixonar por você, mas não era pra você vir sorrindo. Estragou com meus planos. Todos eles.
Descobri que sou apaixonado por pessoas que sorriem o tempo todo. Que tagarelam e me sufocam. Que tem por mim um carinho exagerado. Descobri nesses últimos tempos que pessoas assim completam as bordas da minha alma, a parte de mim que precisa transbordar. Eu vou me casar com a mulher que grita sorrindo meu nome no meio da rua, e sorri gigante depois de algumas horas sem me ver. Sorrir grandão é tipo dizer "eu te amo" sem dizer nada.
Eu sinto turbilhões de sensações bagunçando o meu peito, de uma forma boa, é claro. É como se você estivesse escrevendo o que eu guardo na minha garganta há anos. Tudo é tão singelo e aliviante. Forte e leve. Me sinto bem quando leio um pedacinho de ti, moça. 
Ai te vejo na minha janela, da minha casa e usando a minha camisa. A única coisa que consigo pensar é: Nunca, jamais, em hipótese alguma, abra mão de quem te faz gargalhar por quem só te faz sorrir.

2015/11/17

Dia 2165

E ai, quando você morrer o que vai ter valido em anos pra conseguir o diploma? E as verdinhas, além de pagar o caixão e a coroa de flores o que vai fazer com elas? O que vai ter valido pisar nos outros? Humilhado, ridicularizado, apressado, infernizado outros tantos? Me diz. Qual vai ser a distância entre chefe e funcionário ali? Entre pai e filho? Entre amigo e conhecido? Entre amor da vida e... Me fala o que você vai ter? Ein? 
Eu tenho que ir mais ao teatro. Tenho que rir mais em rodas de amigos. Viajar mais sem ficar pensando em restaurantes e quanto de dinheiro levar. Tô precisando fugir disso aqui, de todas essas paredes altas da Paulista. Tô precisando fugir da vida que eu tenho pra estar de encontro marcado com a vida que quero ter. Tô precisando mesmo tirar a gravata e pegar ar puro. A vida soprando vida nas árvores lá fora e eu aqui olhando da janela. Que patético eu me sinto. 
Sabe? Ás vezes as pessoas não vivem aquilo que falam. Pregam o que não vivem. Cobram um falso amor que não dão! Vivemos na era Fast Food, pedir algo querer agora. Esquecem o valor, a simplicidade e o verdadeiro significado da palavra amor.

2015/11/16

Dia 2164

Se eu pudesse dar uma dica para esse monte de garota da internet que nem conheço seria: Seja segura de si mesma. Sei que no século XXI, pedir para uma garota ser segura de si mesma é o mesmo que pedir para um gordo emagrecer, uma anoréxica comer, um depressivo sorrir e por ai vai. Vivemos em um mundo onde há disputa para ver quem tem o pau maior. Quem é que manda mais. Mas na verdade, ninguém manda em nada. As coisas apenas seguem o rumo natural de acontecer. Então deixa que aconteça. Não force as coisas.
A maioria das garotas quando o cara decide investir e ela percebe isso, já logo toma a iniciativa de alterar status, trocar foto de perfil, capa, whatsapp. Pronto, ali estabelece o perímetro de quarentena e nenhuma outra garota (nenhuma vagabunda) pode pisar - ou se quer pensar - os pés ali. De que adianta dar maior moral de "relacionamento sério" se quando o cara ta doente, nem um comprimido de anador você leva pra ele? Pagar de amor e romantismo em legenda de foto é facil, quero ver quando o mal humor bater, quando a deprê existencial chegar, quando a nostalgia vier de encontro, a crise financeira dar um "olá" ou quando aparecer aqueles almoços chatos de familia. É meu amigo, relacionamento sério é foda.
Cortam nossas asas e depois pedem para que voemos. E cadê o amor? Aqueles das legendas das fotos e status online? O amor hoje, esta online? Parece mais ocupado ou offline mesmo. Acorda, o amor é o objetivo da vida. Não se encaixa nesse besteirol ai no teu facebook. Bonito mesmo é agir em silêncio. Sempre admirei quem não espalha a dor que sente, quem não se faz de coitado por palavras meia boca. Sempre achei bonito aqueles que não espalham as suas benfeitorias e não saem gritando suas alegrias. Sempre achei bonito o silêncio de deixar as coisas acontecerem e aparecerem por si sós. E ai, o amor. Ele não precisa ser dito com #amordaminhavida, ele só é. E isso deve bastar pro resto da vida de vocês.

2015/11/15

Dia 2163


Já tentei por diversas vezes dar uma definição do que é amor. Mas amor é um tanto quanto complicado definir. Sentir é fácil, defini-lo, nem mesmo Carlos Drummond conseguiu. Mas ele tentou, varia de acordo pra quem sentimos e porque. Mesmo que pra mim não exista um porque, para algumas pessoas esse "porque" precisa existir. "Existir" também é outra coisa interessante de achar uma definição. Amor, se a gente sente ele existe? Ou se ele existe a gente sente?
Talvez amor seja uma coleção de memórias e quando ver, já passou. Você nunca (ou quase nunca) identifica o amor acontecendo no momento, mas sempre (quase sempre) quando ele já passou. Eu queria te perguntar se um dia haverá a possibilidade de nós irmos ao espaço quando quisermos, na hora que quisermos, em qualquer grau de vontade, mas sei que seus lábios se abririam em um “se isso um dia acontecer, com certeza não estaremos mais vivos”. Imaginação, garota. Imaginação. Que a física me desculpe: eu passei a olhar o universo pelos seus olhos e descobri que o que eu sinto é maior que ele.
Era uma insanidade com violência. Tinha aquela tensão grande. Parecia que alguém ia morrer. Foi tão violento, tão interessante... Havia um sentimento de perigo real. E eu percebi que aquilo era realmente amor.

2015/11/14

Dia 2162


Manda beijo. Manda música. Manda foto engraçada. Manda careta. Manda teta. Mas manda algo. Manda a previsão do tempo. Manda mensagem errada. Manda saudade. Manda coração, mas manda dois porque um só fica feio. Manda "oi", "oiii" e "oieee". Manda bom dia. Manda resposta de prova. Manda lista de supermercado. Manda piada pra gente rir. Manda sorriso. Manda áudio. Manda nude. Manda dois. Manda vídeo sensual, no meio do horário de serviço porque aumenta o tesão e a produtividade pensando no que vai ter mais tarde.
Manda foto nossa junto, se não tiver faz montagem. Manda sonhos. Manda suas vontades. Manda foto de comida. Manda foto da coca cola com meu nome e diz que pensou em mim. Manda foto do parque ou da praia. Manda foto da balada, na praça, na faculdade. Manda foto na frente do espelho da academia. Manda sensual só de calcinha. Manda frase escrita em caps e depois ri falando que foi sem querer.
Me manda alguma coisa. Me tira do tédio, dessa repetição que são meus dias aqui. Dessa mesmice chata que você salva e só você. Me manda tudo isso mas quando estiver comigo desliga o celular e deixa ele bem longe, porque vou querer me aproveitar de você debaixo da coberta por uma noite inteira. Ou duas. Até de manhã e todos os dias até você se enjoar de mim. Espero que isso nunca aconteça e se acontecer eu vou te mandar uma mensagem dizendo:"estou com saudade". 

2015/11/13

Dia 2161


É uma ideia simples que envolve um plano complexo. Sair de uma zona de conforto conhecida e ir explorar os mistérios e historias ao norte. Afinal, a bussola esta ai. Vamos lá, o que pode acontecer? Capitão, pra onde vamos?!
O que preciso? Quantos dias? Mantimentos Cap? É até engraçado ser o viajante marujo, mas essa viagem é muito seria. Entende a metáfora? A bussola é o coração e o destino é o amor. Meus instrumentos de navegação estavam quebrados eu acho, porque todos esses anos atraquei em praias desertas. Mas chegou o tempo de parar de atracar por ai e ancorar pela ultima vez.
Como seria? Será que eu seria pego por uma bela sereia? Ou viveria de rum? Sabia que quando deito no convés a noite e olho as estrelas, ligo as constelações e é seu rosto que vejo? Fico imaginando as milhares de ondas de felicidade que posso encontrar no seu sorriso.
Aponta pra fé e rema. Já dizia a musica. Estou indo ai agora. Me espera moça, mas espera de braços abertos.
Capitão, pra onde vamos?!

2015/11/08

Dia 2160


Essa é a parte mais importante. Depois que o corpo relaxa. A euforia passa. O tesão é saciado. O que vem depois é tão importante quanto ao próprio sexo. Uma forma de finalizar com chave de ouro e poder dizer "ontem foi uma noite incrível." Não pode ser aquela coisa de entrou, gozou, saiu e... "você viu onde esta minha calça? Tenho que ir embora, vou me atrasar." Tem que ter mais romantismo ainda do que nas preliminares. É aquela hora que a garota deita no seu peito e enrosca os pés nos seus. É aquela hora que você fala baixinho no pé do ouvido "eu te amo" ou "você é linda". 
Moça, invista em alguém que lhe faça molhar a calcinha, não a almofada. Você só se deite com um cara que for falar essas coisas no fim. E que deite com você logo após tudo acabar. Nada de ir pra sala jogar vídeo-game. Quem sabe algum dia o cansaço vença um ou os dois. Mas nada impede de dormir abraçado concorda?
No dia seguinte vocês encontram as roupas. Cuidado onde põe a camisinha depois. Sua meia deve estar junto com a bolinha mordida na caminha do cachorro.
Faça-a sorrir na cama. Não tem nada mais bonito que uma garota nua sorrindo no nosso peito. Acima de qualquer coisa, faça-a se sentir especial. Eu poderia descrever várias outras coisas mas estou tentando ser romântico e não contar todos os detalhes. Mas meu conselho, é jamais ir para cama com outro alguém se não for pra querer de coração levantar do lado dessa mesma pessoa no dia seguinte. E no próximo e no outro também. Até o fim do mês e pro resto da vida. 


2015/11/07

Dia 2158

Eu estava tomando um café no shopping. De longe uma garota me observava com a amiga. Em lugares públicos sempre somos observados. Shoppings, bares, fila do cinema... e naquele banco, tomando o meu café também era observado. 

Mas sem reparar ao mundo á volta eu - assim como a maioria dos bípedes hoje em dia - estava com meu celular na mão. Nada de selfies ou curtidas desenfreadas. A realidade é que eu estava com uma foto sua que acabara de salvar. Fiquei parado no tempo ali sentado decorando seu sorriso. Tentando aprender o que ele significa e todos os teus demais traços também. 
E tinha aquela garota, sentada longe. Foi engraçado, o mundo esta tão moderno que hoje as garotas levantam para irem falar com o cara. Modernidade pra mim começou quando eu não precisava mais usar o deck do som e voltar a fita na caneta pra ouvir a musica que eu queria novamente. Mas isso, acaba até sendo engraçado pra um cara como eu.
Bom, mas devemos reconhecer a coragem dessa garota de chegar em um desconhecido em meio a multidão pra puxar papo. A primeira coisa sem graça que ela disse foi "reparei que você não larga esse celular". Naturalmente abaixei a visão do celular, sua foto estampava a tela cheia. Aqueles olhos me fitando. Acabaram fitando a garota também. Esperei ela indagar a próxima frase e foi "Ela é bonita. Quem é ela?". Eu sorri, tão grande que sentia a minha bochecha esticar. "Ela é meu sonho bom." -eu disse. "O meu sonho bom."

2015/10/28

Dia 2158

Eu sempre gostei de andar sozinho. Estar sozinho. Entrar em contato comigo mesmo. Falar comigo mesmo. Eu sempre me entendi. Sem sombra de dúvidas a única pessoa com quem eu nunca briguei foi comigo mesmo, de resto sempre estive em guerra com o mundo. Não abertamente, nem poderia. Mas estava.
A maioria das pessoas faz isso. Cotidianamente, rotineiramente. Nem percebem, já se tornou normal. Natural. Toda vez que você coloca seu fone de ouvido no ônibus, que você reclama das pessoas em volta e até do mundo em volta, toda vez que você se vê em um lugar mas não quer estar ali. Cada vez que isso acontece esta se modificando por dentro, como uma mutação ou uma doença. 
Vejo as pessoas não querendo sair da zona de conforto. Esse senso falso de proteção as fazem, muitas vezes, nem sair de seus apartamentos. Mas temos que alguma hora da vida abandonar algumas coisas para fazer outras, para realizar outras. Dar espaços para novos sonhos. 

Estou abandonando algumas coisas já. É uma época de mudanças. Afinal, quando foi a última vez que você fez algo que dissessem "você é louco?". Conselhos quebrados e o peso do mundo não servem mais. A vida é injusta, eu sei. Anos atrás você acordava, pegava o cobertor e ia correndo pra sala assistir desenho. Hoje, acorda mais cedo do que antes e te obrigam a sair de casa.
Ando meio triste e pra baixo. Ando meio indiferente para as coisas sabe? Ando não querendo mais nada ultimamente e querendo desistir das coisas que consegui. Ando cada vez mais em silêncio e cada vez mais longe das pessoas. Ando pensando muito e fazendo pouco. Há tempos que ando, mas nunca saio do lugar. A saudade bateu, o sono bateu, a preguiça bateu, o tédio bateu, a carência bateu, o desânimo bateu e eu como sempre... apanhei!
Vejo as pessoas falando de tristeza e mágoa, com dor nas palavras mas continuam sem sentir. As mais novas falam de chateação, fazem cena que da até pena como se alguém tivesse morrido e foi apenas uma mensagem que o novo affair não respondeu. Esse drama quase que adolescente, chega uma hora que não da mais pra continuar se repetindo concorda?
Os dias não merecem esse drama, a vida também não.

2015/10/27

Dia 2157



Quando ela me olha, não vejo apenas o teu sorriso ou até mesmo o brilho que possui. Eu a enxergo por completa, eu a sinto de verdade. 
Há um pintor chamado Carlotti e ele definiu a beleza. Ele disse que era a soma das partes que trabalham em conjunto, de tal forma que nada precisava ser acrescentado, retirado ou alterado. Toda vez que eu estava sentado na cama lendo algo ou vendo TV e a via sair do banho enrolada na toalha, aquela era a minha definição de beleza.
Ás vezes ela até pensava "será que ele esta me olhando?" e sim, eu estava. Ela olhava para trás meio sem graça, para garantir que meus olhos estivessem vidrados nela. Eu disfarçava, ela achava que eu estava desinteressado. Mal sabe ela que fitava aquele corpo inteiro desde a hora que ela entrou no quarto. Ter a oportunidade de ver outra pessoa assim tão vulnerável se torna mais intimo que o próprio sexo.
Por mais que eu me esforçasse pra fazê-la se sentir completa, ela se sentia vazia de vez em quando. Não há nada que eu poderia fazer para mudar isso se seus olhos não enxergavam o óbvio. Ela olhou para as estrelas e se jogou ao mar, disse que a vida era triste demais e já não podia aguentar. O mais triste de tudo era que ela não sabia nadar. As melhores pessoas que eu já conheci choraram pra caralho por motivos errados. Motivos dos quais desconheciam ser errados e inundaram uma noite inteira. Vem cá, vamos ficar abraçados por alguns anos. Porque de uma coisa eu sei: A gente tem que arranjar alguém com que possamos assistir ao fim do mundo.

2015/10/26

Dia 2156


Toda mulher individualmente é sexy. É verdade. Pois não existe mulher feia, existe mulher mal arrumada. 

Em particular eu tenho minhas preferências. A beleza encontrada em um corpo feminino não se acha fácil. Mas tem que saber enxergar. Observar uma mulher é como encontrar um campo de girassóis e ficar olhando apenas para um. Esse um no meio de todos os outros iguais irá ter a beleza rara em que nenhum outro terá. E é ai que encontra-se a beleza da minha mulher. 
O que vai ser sexy sempre será a marca da calcinha preenchida pelo corpo que a veste. As borboletas não conseguem ver suas próprias asas. Elas não conseguem ver o quanto são verdadeiramente lindas, mas todos os outros podem ver. As mulheres também são assim. Por motivos vazios elas se jogam lá em baixo, enquanto vemos elas lá em cima. Mulher tem que ter sangue quente e saber do que gosta, principalmente na cama. Tem que ter vontades e desejos. Sonhos acima de tudo. Tem que ser decidida, saber o que quer e também o que não quer e entender que independente de qualquer coisa nada se compara à sua presença. Nada é capaz de ocupar o seu espaço. Nada, absolutamente nada, consegue suprir a sua ausência. Você só precisa ser o girassol de alguém.

2015/10/19

Dia 2155

Regra 1: Abrace mais que beije.
Regra 2: Beije mais que abrace.
Regra 3: Revezar as duas primeiras regras. 
E o mais importante, se divirta ao máximo. Isso é muito importante. Abuse das séries e brigadeiro de panela. De usar meias e ficar deitados no sofá, o mundo lá fora é legal - sair é legal. Mas sofá com Telecine tem cara de namorados. Andem de mãos dadas, sempre! Desfaça a cara de ciumes dela com um beijo, não se esqueça disso. Não reclame das roupas dele, ele também odeia seus shorts curtos. Não briguem por causa de internet, por favor... Arranjem outro motivo para brigar, sei lá. A barba que ele não fez ou a má escolha do restaurante, mas internet não.
Meu conselho pra quem esta começando um relacionamento agora é para ir com calma, ser simples. Saiba ser um para saber ser dois quando for necessário - quando for necessário. A maioria acaba sendo dois desde o inicio e chega a hora de revezar. Vai revezar com quem? Você acabou sendo a outra parte que sustenta tudo isso o tempo todo.
Eu sei, eu sei... É que… É tão bom olhar para o lado e ver alguém. Mais do que isso até. Ver que alguém se preocupa com você, se preocupa se você está bem, se comeu, se dormiu direito, o que vai fazer a tarde, ou simplesmente alguém que te escute. É que, às vezes, não é necessário nada mais que isso.
E teve uma vez em que quis ligar só pra contar uma novidade, e lembrar que pegou o telefone e discou o número… Chamou… Chamou… Chamou… E ninguém atendeu, então foi deitar na cama e pensar em guardar a notícia pra amanhã, não queria gastar ela com mais ninguém, apenas com ela.
No século XXI o amor é uma mensagem de texto sem resposta. E só. A campainha esta tocando, quem será?

2015/10/18

Dia 2154

Geração bonita, da alma feia eu tenho algo para falar.
Sou aquela pessoa que ajuda geral, mas ninguém percebe quando eu vou desabar. Por isso escrevo. Escrever é um ato silencioso, concentrado e particular. Desligo os ouvidos para o mundo. O escritor é um grande viveiro repleto de pássaros raros e aflitos pela liberdade. E as palavras, são a via necessária para alcançar as nuvens. É isso que eu faço todos os dias. Prefiro escrever do que falar. Então, perante a vida, eu me silencio, assim, posso me manter atento para ouvir os passarinhos.
Escrevo um emaranhado de palavras, que juntas formam uma confusão maior do que as que quero lhe contar. Escrevia coisas sem sentido, aleatórias e tristes. Outras vezes eu escrevia para alguém que nem se quer conhecia, eu só escrevia. Escrevia coisas lindas para ninguém ler.
Quando elogiam seu café, quando falam que você esta mais bonito ou até que o caimento da roupa naquele dia ficou perfeito... Essas coisas, elas levantam a gente. É estranho, mas as coisas boas e os dias agradáveis são narrados depressa, e não há muito que ouvir sobre eles, enquanto as coisas desconfortáveis, palpitantes e até mesmo horríveis podem dar uma boa história e levar um bom tempo para contar.
Quando é que vamos cair na real e começar a olhar nos olhos pra conversar uns com os outros sobre as coisas mais bonitas do mundo ao invés das mais feias? O impacto do amanhã é o que hoje você engatilha no decorrer do dia. Viva como se não fosse durar os momentos que já duraram.


2015/10/17

Dia 2153


Mas ta faltando amor. Ta faltando, como é o nome? Carinho na mão. É isso, ta faltando carinho na mão. No braço do cinema, sentados tomando sorvete. Na fila de carregar o bilhete, sentados dentro do ônibus. Ta faltando isso ai cara.
Não importa quão pesado seja o mundo sobre as suas mãos, o toque é sempre como um balé cósmico na silhueta e tem a mesma leveza e sutileza do vento quando esbarra na minha pele.
Beijo também, eu acho. O melhor do beijo é o “que rufam os tambores”, é toda aquela sensação de frio na barriga sobre algo intenso que está pra acontecer entre dois corpos. Porque o beijo é pra ser dado na hora certa, para que seja inesquecível e diferente, para que seja tanto pra uma pessoa quanto pra outra. Porque o melhor do beijo é a expectativa de se encontrar no outro, de sentir. E esse “que rufam os tambores” é aquele momento em que eu estou tão perto do seu rosto que eu até posso sentir seu cheiro, é aquele momento em que o beijo tá ali na cara, quase saindo, quando os lábios quase se encostam, aquele momento em que tudo parece infinito e ainda nem começou.
E o resto além disso? Bem, eu não sei direito. Uma coisa é o amor, outra é a relação. Não sei se, quando duas pessoas estão na cama, não estarão, de fato, quatro: as duas que estão mais as duas que um e outro imaginam.
Só que o carinho na mão cara, ele é o momento. E isso não da pra mudar.
Eu te amo, tipo, pra caramba!

2015/10/15

Dia 2152

Todo homem precisa de uma mulher. Desde antes de nascer. O que você seria sem sua mãe? 
É um fato incontestável de que nós, homens, precisamos sim do sexo feminino. Quando eu falo do sexo feminino, me refiro ao sexo-mulher e do sexo-sexo. O momento de um homem com uma mulher na cama se torna o tempo mais importante na vida dele. Esperamos esse momento toda a nossa pré-adolescência e a adolescência também. Alguns até adultos chegam esperando e quando finalmente acontece (para aqueles homens que sabem o real valor de uma mulher na cama) se torna algo muito especial. Primeiro que levar uma mulher pra cama é algo mais que especial então, se você esta com um cara legal e vai dormir com ele se sinta especial pois ele te vê assim também. É um momento único que a gente jamais esquece. Os detalhes desse momento, mulher... Faça isso ser presente em todos os momentos da vida dele. Se por eventualidade vocês não ficarem juntos, faça ele lembrar do seu corpo toda vez que for pra cama com outra garota. Esse sim é um dos maiores poderes de uma mulher.
Todo homem sabe que o corpo de uma mulher é um mapa do tesouro. Que aos olhos certos, se tornam quadros que devem ser (sim) admirados constantemente. Quando ela sair do banho, quando ela se vestir pra sair com você, quando ela estiver usando aquele crocs ridículo mastigado pelo cachorro, quando ela usar aquela blusa brega, quando ela estiver com a maquiagem borrada, quando ela acabar de acordar... Quando ela estiver nua, deitada na cama. Ela é uma obra prima cara, saiba dar o devido valor!
Mas, independente de qualquer coisa todo homem também tem necessidades básicas. Podemos citar então, que homens também precisam de companhia para falar sobre filmes, séries, livros e músicas. Futebol, carros e bunda é igual novela, maquiagem e compras que só devem ser conversados em rodas de pessoas do mesmo sexo. Fazer comparações entre você e outras mulheres é ridículo, você sempre ganha. Então não precisa fazer isso, tudo bem? Eu tenho manias e você tem manias, vamos respeitar as manias de ambas as partes. As mães não odeiam vocês, apenas pensam que deveriam fazer as mesmas coisas que elas fizeram a vida toda por nós. 
Até rola a pizza sexta a noite, mas prefiro mil vezes quando você cozinha pra nós. Eu lavo a louça. Xingar todas as mulheres do facebook não muda o fato que a gente adora ver a cara de brava que vocês fazem, é fofo - você pensar "não é nada fofo" já torna isso fofo porque você provavelmente fez aquela famosa cara de brava pensando isso. E pra finalizar, todo homem precisa de uma mulher que use nossas camisetas, queremos que vocês usem. Então de vez em quando é legal usar, ok?

Se você mulher, não se enquadra aqui, não tem problema. Homens que não se encontraram aqui, também não tem problema. O principal é que encontrem-se nesse meio e façam tudo isso ser do jeito de vocês. Assim, único, especial... Como eu e ela.

2015/10/13

Dia 2151

São exatamente três da manhã. Quem pensa em você ás três da manhã? Você consegue acreditar que os dias estejam passando tão rápido? Ah, sei lá, nem eu. A hora se arrasta tanto, que olhar pro relógio correndo tão devagar me faz lembrar como era rápido quando eu tava com ela. 
Eu me vejo sentado em qualquer lanchonete, estarei em algum lugar tomando um drink. 
Rindo de uma piada estúpida ou de qualquer outra coisa estúpida. 
Eu posso me ver parando de repente, desviando do presente. Tem umas coisas que num primeiro momento a gente não entende, mas depois de um certo tempo passamos a compreender os motivos. 
E finalmente me encontro nesse lugar, não é longe da praia e consigo ouvir a maré. Então imagine daqui á um mês ou três. Estou em um lugar onde me imaginei repetidas vezes dentro da minha cabeça, repetidamente imaginei diálogos e o mais incrível é que nenhuma palavra aparece. Ainda estou lembrando do momento que a abracei ouvindo o vento soprar leve no meu ouvido. "Gosto de te abraçar. É gostoso encostar minha alma na tua." solto no ar, na esperança de não parecer um idiota. Droga, eu fiquei com cara de idiota!
Por um momento esquecemos de onde viemos ou qual era o plano, estamos apenas nós dois nos olhando. Como se fosse uma guerra para ver quem ri primeiro e é lógico, eu acabo ganhando. Meu esforço para ganhar essa guerra é apenas o prêmio de vitória: o sorriso dela. 
Esquecemos os copos nas diversas mesas que já nos sentamos por ai, as diversas risadas compartilhadas por momentos engraçados que tivemos com outras pessoas. Esquecemos os esbarrões, os beijos, o calor e o frio também. A realidade é que eu tive medo de perder ela por uma vida inteira, e não tive ela nem por uma noite. Ou por uma manhã.
Mas ainda assim, quando acordo as três com essa insônia ridícula, ainda é ela quem eu tento alcançar na cama esperando para conversarmos. E, consequentemente, ainda é ela que eu não encontro. 

Vamos respeitar sentimentos profundos e reconhecer que as coisas (não) terminam. Foi ai que não aguentei e beijei ela. Pela primeira vez acreditei em finais felizes.

2015/10/08

Dia 2150

Então eu acordei no meu sofá. Acho que era um sábado ou domingo. Era o pior sábado ou domingo que já tive. Existem momentos na vida da gente, em que as palavras perdem o sentido ou parecem inúteis, e, por mais que a gente pense numa forma de empregá-las, elas parecem não servir. Então a gente não diz. A gente acaba ficando calado demais, pro resto do mundo e pra imensidão do nosso próprio sofá.
Me levantei ainda com os olhos querendo ficar fechados e por mais que eu os esfregasse, eles voltavam a fechar. Abertos pela metade fui seguindo pelas paredes até chegar no banheiro. Mal enxergando o vaso e logo depois o espelho. Água no rosto e dói, eu sei que dói. Nenhuma dor, algum dia, irá superar a saudade.
Tenho uma mente cheia de perguntas e um professor em minha alma mas ninguém conseguia me responder o que estava acontecendo comigo. Sabe quando você vai em uma balada, se diverte e volta pra casa de coração vazio? Então... Eu tenho voltado pra casa de coração vazio sempre, mesmo quando eu não vou a uma balada.

Tenho em mim sessões intensas de nostalgia por horas, dias, momentos que nunca aconteceram. Ou que talvez aconteceram mesmo, mas já faz tanto tempo que uma hora deixa de ser real. "Acontecer", do verbo real no presente e não dele no passado.

2015/10/04

Dia 2149


Ela é uma boa garota em um mundo onde não reconhecem isso. Ela tinha coisas como 'vermelho marlboro' e 'azul sião'. Não tinha medo de sujar os dedos, os pés e os cabelos correndo e deitando na grama. Sua maior preocupação ainda era se iria crescer mais alguns centímetros de estatura. Ser baixinha ainda á preocupava. Dormia pouco, lia até tarde. Acordava cedo pra ver o sol entrar pela janela e logo voltava á dormir. Ela, assim como eu também gosta de ver o sol invadindo a sala de estar refletindo nas paredes do pequeno apartamento. Ver o dia dizendo que já é dia. Mas ela também gosta dos dias de chuva e os pingos no vidro. Ver a água fazer caminho a cada gota que escorre no transparente. 
O objetivo era conhecer o maior número de cafeterias legais que pudéssemos até ficarmos velhinhos juntos. Impossível hoje ir comprar sonho na padaria e não lembrar. Aquela garota tinha uma alegria dela que era só dela. Era uma mágica rara e pura que é difícil de encontrar nas pessoas hoje em dia. Entre nós dois a conversa sempre fluía espontânea. Ela falava um pouco, eu prestava atenção, e depois chegava a minha vez. Nosso diálogo era sempre assim, simples, sem esforço nenhum. Parecia que tínhamos segredos em comum. Quando se descobria um que valesse a pena, dava aquela risada — da maneira que só ela sabia dar. Era como a alegria provocada por uma fogueira. 
Eu não disse nada, eu não queria dizer nada, eu quase nunca quero dizer nada, mas eu queria te ver. Queria te dizer que, até hoje, sinto saudades.

2015/10/01

Dia 2148


As coisas não são assim tão difíceis como dizemos ser. Ás vezes tudo o que queremos pode ser tão fácil. Um amor sem ciúmes exagerados por exemplo, se nós realmente soubéssemos amar, saberíamos o que é certo e o que é errado num relacionamento e quem não faz parte dele, poderia muito bem saber que não tem no que se intrometer.
Outro exemplo seria uma amizade verdadeira. Se realmente soubéssemos o verdadeiro significado da "amizade", não deixaríamos nossos "amigos" na mão quando eles mais precisassem e nunca falaríamos algo desnecessário que os magoassem. As coisas da vida são tão simples, nós é que somos difíceis. O amor é bonito, as pessoas que estragam ele.

2015/09/30

Dia 2147

Eu queria poder te mandar uma mensagem dizendo "hey, cheguei" e ganhar aquele abraço de 29 minutos logo após. Mas como vim parar aqui? Vim de trem, avião? Meu carro esta estacionado lá fora? O que aconteceria quando completasse 30 minutos? Você separaria um tempinho pra mim? Quem sabe um dia inteiro? Um dia todinho pra mim! Você consegue?
Mas fica tranquila, assim que eu chegar vou te procurar. Provavelmente vou falar de você por ai e como foi atravessar todas essas fronteiras pra te encontrar. O caminho todo projetei as cenas loucas da minha cabeça, de anos atrás se tornando as linhas que escrevia tudo em você. É engraçado agora, antes eu era um garoto e agora homem seguro sua mão. Sabe como é, deixamos marcados o mundão e ele também nos marca.
A gente senta no capô do carro estacionado no calçadão e vê o sol se por. Hoje é um bom dia pra esquecer o que me aflige. 
De todos os problemas são poucos que me atingem. 
Deixa a razão de lado, se concentra e só finge que é real. 
Que nada mais importa, tudo é certo então um brinde...
Mas a vida sempre vai te obrigar a se despedir de alguém, não importa o tempo de amizade, muito menos o quanto ela significa pra você. Um dia, você terá que se despedir de alguém. Do amigo próximo, do pai, da mãe, da namorada. Um dia, todos eles vão embora. Alguns para um canto qualquer. Outros, você nem vai mais ouvir falar. Sua vida sempre será um ponto de partidas e chegadas. E você terá que se acostumar com isso. Uns, por mais que partam, sempre deixam algo. E vai por mim, não vai ser a ausência que vai doer, serão as lembranças. Algumas machucam, outras nem tanto. Mas um dia você irá lembrar de todos os momentos e verá o quanto aquela pessoa marcou sua vida. E não vai doer mais, não vai arder, o tempo não vai te fazer querer voltar atrás, e você irá perceber que nem toda dor é pra sempre. 
Então... Digitando...

- Hey, cheguei! Não sei onde você esta, se esta no trabalho ou na faculdade. Em casa ou na academia, quem sabe na fila do pão. Mas estou aqui, agora. Por essa você não esperava. Vem me ver. Desce aqui. Larga tudo e vem pra cá. Ainda tem 29 minutos pra você chegar. E eu? Bom, eu tenho uma vida inteira pra não ir embora. Garota, eu viajei quase três mil quilometros dentro de mim só pra ver você sorrir!

2015/09/29

Dia 2146


— Você namoraria uma garota baixinha?

— Eu namoraria sim, sabe por quê? Eu sempre sonhei em abraçar uma garota e ela me olhar de baixo, daí eu olhar nos olhos dela e beijar bem devagar. Ela tentar me bater e eu abraçar ela bem forte e rindo baixo por ela ser tão fraca, e quando a gente brigasse de verdade, eu olharia pra ela e falaria bem sério: “Pequena, eu te amo” e ela se derreteria toda, e novamente beijaria ela, falando o quanto eu a amo.

2015/09/28

Dia 2145


Se você esta de calcinha preta, branca, vermelha e até aquela rosinha clara você esta fazendo certo. Mas se estiver usando aquela calcinha bege na quarta-feira também não tem problema. Particularmente eu prefiro aquela blusa branca básica e uma calcinha branca de renda. Sou fascinado por rendas. Embora ficar nu na frente de outra pessoa seja pessoal e intimo, não deveria envergonhar como envergonha ás vezes. Contar os sonhos sim pois, por mais que tirar a roupa seja intimo... Compartilhar sonhos é muito mais.
Andamos nus na rua toda vez que lembramos de algo feliz e sorrimos. Toda vez que vemos uma cena triste e choramos em público. Toda vez que nus, nos deparamos com outra alma nua e os olhos se encontram dentro do metro, na fila do supermercado, no elevador, enfim... 
Mas o que importa a cor da sua roupa de baixo se você tem medo de compartilhar sonhos? É medo de se machucar novamente? Se houvesse uma maneira difícil de machucar as pessoas, elas não o fariam. Pessoas machucam outras pessoas porque é fácil demais. Amor da trabalho cara, ninguém quer se meter a fazer isso. Por outro lado, as pessoas que mais se decepcionaram, mais sabem sobre o amor do que aquelas que acabam de se apaixonar.
Então só te peço uma coisa: Vem ficar nua comigo, ou de calcinha bege mesmo. Tenho muitos sonhos para contar.

2015/09/24

Da 2144




Mas meu lugar é em cima da montanha contemplando o sol nascer e não dentro do ônibus voltando do bar domingo de manhã.
Temos uma vida humana de grande significado, é essencial que possamos reconhecer sua preciosidade, raridade e fragilidade. É especialmente necessário entender nossas visões de mundo, mentes, emoções, energias. São estes os elementos que dirigem nossas ações, que sendo positivas originam felicidade e, negativas, geram sofrimento. 
Quando fico assim, de cara com o horizonte é como se eu conseguisse tocar meu espirito. É o lado mais bonito de mim, gostaria de mostrar isso pra todo mundo. Mas acabo escolhendo a dedo para quem quero mostrar. Uma pena ser quem eu escolho não conseguir abrir os olhos e ver o mais bonito de mim.
Odeio mudanças. Odeio ter que parar o que estou fazendo, mudar de posição, não gosto nem de olhar para os lados. Sou mesmo assim, um pouco estranho e aparentemente nada interessante, cheio de manias e defeitos. Sou desconstruído, cheio de peças espalhadas aos quatro ventos, mas aos poucos vou encontrando-me em lugares, cheiros, sensações, toques e desejos. Sou mesmo assim, nostálgico até a última veia. O antigo me encanta, o estranho, o escuro e até mesmo o barato. Vivo assim, sem porque e nem para que, me descobrindo e me construindo. Gente tola. Perseguem coisas tão fúteis e esquecem da própria felicidade.
Um dia por vez, até o fim da semana. Vivemos para aproveitar o final de semana, mas e os outros 5 dias que sobram?

2015/09/23

Dia 2143


Você pode ficar de meias, calcinha e sutiã. Eu fico de bermudão, tanto faz. Se você sair correndo balançando esses cabelos compridos, eu corro atrás de você. Se achar ruim, te pego no colo. Se fizer cara feia, te faço cócegas. Igual aqueles seus filmes bobos que gosta tanto.
Pouco me importa se nosso assunto vai ser de novo as mesmas estrelas do mesmo céu. Será que um dia as estrelas já desejaram ser um humano, assim como nós um dia desejamos ser uma estrela? Junto de você sempre tem um detalhe ou dois que eu deixei passar, que acabo vendo depois ou lembrando mais tarde e te ligo pra falar. Dai acabamos ficando duas horas no telefone, que coisa né? E nem tínhamos assunto.
Você gosta de quando eu brinco de ser o homem da casa, arrumando coisas, trocando a lâmpada... E eu gosto quando você anda de roupa curta dentro de casa. Você odeia quando minha xícara de café insiste em ficar em cima da mesa do computador. E eu odeio sua maquiagem fazendo bagunça nas minhas coisas. Você fica de cara pro meu all star sujo e eu prefiro que você tire o salto alto. Adoro o fato de você continuar sendo a minha baixinha.
Alguém já te fez tão bem, mas tão bem... Que dava até vontade de levantar da cama? Tão bem que, não importa o dia ruim que aconteceu dava pra voltar cantando pra casa. Dava pra ser feliz, sabe? E nós, infinitamente, sabíamos.

2015/09/22

Dia 2142



Você reflete sobre as pessoas que costumavam estar na sua vida, e é tipo, “Uau, eu não acredito que aquela pessoa já esteve realmente na minha vida.” Mas as pessoas entram na sua vida por “temporadas”, por motivos diferentes, e para te ensinar lições. Ninguém está preocupado em juntar os pedaços de outra pessoa. Todos estão ocupados demais tentando encontrar os seus próprios pedaços que ficaram perdidos por ai.
Somos apenas humanos estúpidos caindo de um abismo, tentando se segurar em algo, antes de chegar no chão.

2015/09/20

Dia 2141


Não foi só sexo, não é só sexo. É a sede de dois corpos unidos, quentes, que se encontravam pela primeira vez despidos dentro de um abraço. Você sabe como é, talvez.
Há uma infinidade de micro segundos entrelaçados no tempo desse abraço e essa momentaneidade enorme não é só sexo. Não é apenas sexo, não depois do beijo quando tudo acaba, ou quando nos olhamos nos olhos e parecemos entender o que o outro quer dizer, mas e quem disse que não entendemos? Sexo é “oi”, “gozei”, “tchau”. Amor é “oi”, “gozei”, “fica”. Para resumir, sexo é frio e amor é quente.
Amor parece ser aquele momento no sofá de meias esticando pequenos cochilos de tarde. Ou então brigadeiro de panela na colher. Ou até, brisa fresca no banco do parque. Bem, e o resto? O resto é só sexo.

2015/09/18

Dia 2140


Quando você for parar para pensar, talvez seja tarde demais. Já vai estar velho, com dividas demais. Com dificuldade de ouvir e enxergar. Talvez até esteja morrendo. E nessa hora, parar para pensar e dizer alguma coisa não faz sentido algum.
A maldição do escritor é a sensação doentia de que a palavra certa, o poema bem rimado, a metáfora bem escolhida, as analogias bem empregadas podem salvar seu mundo de alguma forma ou, ao menos, fazer a dor ir embora. Não faz. Uma palavra e tudo está salvo, uma palavra e tudo está perdido. Mas, no leito de morte qualquer frase vira poesia.
O problema é que as pessoas não gostam de ouvir verdades, elas gostam de ouvir o que faz bem para elas. Unicamente e particularmente eu acho isso um clichê que não serve mais. Então desisti. Eu desisti. E essa, com certeza, foi a melhor opção. Digo, na maioria das vezes desistir é sempre a melhor opção. Sei lá, pra mim, é. Sempre. E isso não é sinal de fraqueza. É sinal de saber que as coisas que não nasceram pra dar certo, não irão dar. É simples. É a real. Se você passar muito tempo acreditando numa “realidade” que a sua mente criou, o seu destino é um buraco que só caberá você e o arrependimento de ter feito algo diferente. Isso de tentar, tentar, tentar é coisa de quem não sabe parar e pensar. Faça as seguintes perguntas a si mesmo: isso vale mesmo a pena? Aonde isso vai me levar? Por que eu estou fazendo isso? O que eu irei ganhar com isso? Essa dor que eu sinto agora, será recompensada de alguma forma? Se as respostas forem convincentes e aceitáveis, siga em frente. Caso contrário, você já sabe o que fazer.
A principal pergunta agora é: Quando você vai parar para pensar?

2015/09/17

Dia 2139


Alô, é do resgate? Houve uma guerra de palavras, meu coração está ferido. Me procure no meio dos destroços, fui atingido pela decepção. Ela nem sequer olhou pra mim.
Minto, ela olhou. Passou esbarrando seus olhos, puxando devagar para ver se eu estava olhando. E eu estava. Eu olhei pra ela a festa inteira, mas ela não sabe. Então mantemos isso em segredo. Ela olhou pra mim e eu retribui. Desse momento eu já queria uma vida inteira do lado dela para dividir as coisas ou quem sabe tudo que ela quiser apenas.
Amar deve ser isso: querer dividir a cama, a comida, a bolacha, a bebida, a diversão, a tristeza, a casa, a coberta e a vida. Amar deve ser ligar para alguém no meio da madrugada querendo saber se está tudo bem, pegar um pouco de chuva só para aproveitar mais um pouco do momento, deve ser se declarar na frente de todos e até mesmo escolher um animalzinho de estimação para ambos dividirem. Amar é cometer loucuras à dois, compartilhar só a dois, fazer coisas só a dois, viver só a dois, dividir a vida só a dois e ser apenas um só.

2015/09/16

Dia 2138


Aqui não tem pizza sexta a noite. Ela não me liga e fala "vamos ficar de bobeira aqui no sofá um sábado inteiro." Não me escreve bilhetinhos bobos e coloca no bolso da minha jaqueta pra eu encontrar um ou dois dias depois. Ela não brinca com as minhas mãos nem ri das minhas piadas idiotas - eu sei que são idiotas, mas é importante rir. Ela não sabe sobre meus sonhos.
Não existe essa de “você não faz o meu tipo”. Eu sei que você ama loiros, mas conhece um moreno lindo. Ama olhos azuis, mas quando olha para aqueles outros olhos pretos, fica boba. Você sonha em casar com um ruivo, mas vai aparecer um garoto com o cabelo azul que vai mexer com você. Você é caidinha por caras altos, mas existe aquele cara que te faz bem e é do mesmo tamanho que você. Você gosta de garotos românticos, mas você já se apaixonou muitas vezes por aquele garoto errado e galinha.
Não tem uma lógica pra quem te completa. Ás vezes a mesma pessoa que você odeia, você ama e a que você ama, odeia. Ás vezes, é uma pena o coração de outra pessoa já estar ocupado e embora seja a pessoa errada, como saber sobre a certa? Algumas pessoas estão esperando um grande amor chegar. Outras, estão perdendo um. E eu? Estou esperando meus sonhos acontecerem. Mas meus sonhos são estrelas que são impossíveis de se localizar em constelações.

2015/09/15

Dia 2137


Essa coisa de amar-se primeiro antes de amar alguém é história inventada por quem não consegue encontrar ninguém. São coisas totalmente distintas, você pode se entregar, sim, se é isso que está sentindo vontade. Sem medo! Talvez ele te faça ver coisas em você que antes não conseguia enxergar. Talvez essa seja uma forma de você olhar melhor para si e se amar. Curta o momento. Se até outra pessoa gostou de você, por que você mesmo não gosta?
Concordo, hoje em dia é bem difícil você encontrar um boy legal ou uma garota que vale a pena o esforço e empenho. Tempo e dinheiro são preciosos no mundo em que vivemos. Então não rola perder tempo com aquela pessoa que te manda mensagem e levanta o seu ego, mas é o maior cuzão. Boas garotas estão em casa de coração partido, enquanto as más estão no bar dançando com aquele cara de academia. Mas particularmente prefiro as de coração partido. Os caras bons estão engordando de tristeza no Mc Donalds e os maus estão apostando com quantas ficam em uma noite. E minha pergunta é: Por que as pessoas boas se dão mal na vida?
Em um dia você chora, chora muito. No outro, você percebe que nem tudo é como parece ser, que ainda há muito o que viver e o jeito é encarar. Então, que venha o mundo. Que venha o dia seguinte!

2015/09/09

Dia 2136


Quem me conhece ao ler isso vai pensar "eu sei do que ele esta falando" e quem não me conhece vai dizer "eu sei o que ele esta sentindo". 
Às vezes há momentos que não queremos mais lembrar. Mas ao contrário do que muitos vão pensar, não é porque foram ruins. Muito pelo contrário. Foi porque foram mágicos, perfeitos. Momentos de apenas uma vez. E por esse mesmo motivo jamais irão se repetir. Fico me perguntando se voltar no tempo me faria ter o mesmo momento, creio que não. Há magicas de apenas uma vez que nem se lêssemos o mesmo livro dez vezes não sentiríamos a mesma coisa quando o lemos da primeira. Há coisas que existem para sentirmos apenas uma vez. Apenas.
Consegui identificar o nome disso enquanto escrevia. Essa vontade enorme de apagar lembranças boas chama-se: saudade.

2015/09/05

Dia 2135

Era pra ser mais um dia comum. Acordar, ir pra academia. Tomar um banho. Ir ao mercado. Mas hoje foi como naqueles filmes americanos onde a mocinho mata o bandido. Mas eu quase nunca falo disso, o outro lado.
No farol, vi a CBR seguindo o carro pelo retrovisor. 4 faróis, 4 paradas, 4 sequências. O mesmo caminho. Pedi pra minha garota ficar atenta e a qualquer hora quando eu mandar, ela abaixar a cabeça debaixo do painel do banco do passageiro. Engatilhei a .40 debaixo da minha perna. Uma mão no volante, pé no acelerador. Iriam vir pelo lado dela, é claro. Mas hoje não!
Quando o farol fechou, aceleraram atrás de mim e eu acelerei junto. Joguei o carro pra direita fechando o caminho. Eles pararam porque não esperavam uma barricada. O passageiro desceu da garupa já armado e eu acelerei mais o carro pra ficar na diagonal e a porta dela ficar na frente do outro carro do lado. Gritei e ela abaixou a cabeça. Tirei o cinto e abri a porta. Abriram fogo primeiro contra o carro, os estilhaços do vidro traseiro vieram pro painel. Acho que era uma 38. 
Sai do carro abaixado e quando o gênio veio pro lado, acertei a perna e depois duas no peito. Ele girou feito um peão pra trás. O outro malandro tentou tirar a moto do lugar onde ele se enfiou enquanto ainda atirava contra o carro. O desgraçado estava mirando no lado dela. Dei um giro de 180° com o corpo e fiquei na direção dele. Quando a munição dele acabou, levantei e mirei na cabeça. Ele se mexeu, o tiro pegou no pescoço. Ele caiu. Dei a volta novamente e fui conferir. Ele ainda sangrava. O outro já era. As pessoas em volta estavam assustadas. Eu levantei as mãos em um sinal que agora estava tudo bem. Travei a arma e coloquei nas costas. 
Ela estava assustada pelos tiros, mas estava bem. Meu carro ficou parecendo uma peneira. Falei pra alguém chamar a ambulância enquanto segurava a mão dela. Um civil gritou "deixa ele sangrar até morrer". As pessoas pegaram a ideia de que nem sempre a gente precisa usar uniforme para pegar os bandidos. As pessoas pegaram a consciência que não adianta tratar malandro, enjaular e fazer um tratamento social. Aqui é a lei da rua e a rua sempre ganha.
Nem sempre falo desse outro lado, mas ás vezes é bom pra aliviar a culpa da alma de mandar várias outras pro inferno. Porque na rua, ou você é o executado ou o carrasco. Eu prefiro ser o carrasco.