2014/12/30

Dia 2027

Ela é como uma bomba mas ao invés de cheirar a pólvora, cheira a perfume caro. Eu sabia que ali eu não ia ter chance nenhuma, precisava tirar ela dos olhos dos demais que observavam aquela garota. Cheguei perto dela e pedi algo que ela não entendeu, segurei a mão dela e junto com uma nota de R$50,00 um papel com o número do meu celular. Ela sacou que eu "confundi" ela com uma das garotas que serviam o pessoal. Veio atrás de mim. Estava feito. Primeiro a gente joga a isca e se pescar, esta na rede. 
- Hey, idiota eu não trabalho aqui.
- Eu sei. Mas de que outra forma faria você vir pra entrarmos em acordo sobre o que podemos beber com essa grana na sua mão? Vodka e red bull?
Ela sorriu.
- É mesmo? E porque você iria querer isso?
- É...
Algumas garotas ficam tanto na defensiva mesmo sendo tão lindas sabe porque? Porque com certeza algum idiota passou pela vida delas e a fez se sentir menos. Eu sei disso porque já fui esse idiota - não que eu tenha orgulho disso - mas já fui. Essas garotas, de salto alto e vestidos colados e curtos nas baladas exalam sexualidade mas na realidade elas só estavam procurando alguém que ligassem pra elas no dia seguinte ao sexo. Mas, mais que isso alguém que ligasse também nos dias seguintes até o fim. Afinal de contas, talvez em algum milésimo de segundo você já tenha pensado em ter um filho. E ai vai dizer o que pra ele? Que conheceu o pai dele na balada, enquanto usava scarpin preto e o vestido curto pago em 5x sem juros? Por favor, me poupe de tanta idiotice. Por isso mesmo nunca sai da balada acompanhado. Seria desperdício.
Não que o modelo ideal de garota só se encontra casualmente na livraria, na estante da frente. Também, mas não apenas entende? Com todo respeito a garota de vestido curto não recebe o conceito de mãe dos filhos do sonho de qualquer cara. E não me venham com feminismos baratos ok? Você veste o que quiser e recebe a critica de rebate em troca. Assim se vive em sociedade. Aceita que dói menos. Porque grande parte eu sei que usa apenas pra chamar atenção sobre si mesma. E conseguem isso, mas nunca de uma forma bonita. Não é uma burca que vai te fazer ser santa, muito menos um short curto que te transforma em uma vagabunda. É o 'porque' de tudo que faz sentido. Não precisa ser curto demais, nem comprido excedente. Seja apenas normal. Normal é bonito e não chama atenção. Infelizmente há muitos caras que olham a bunda ao invés do sorriso, o peito ao invés do olhar. E se vocês, mulheres já saem mostrando isso tão facilmente qual o mistério que sobra pra nós homens vermos sobre vocês? Peito e bunda hoje em dia é tão visível na rua quanto promoção de preço mais baixo em banner de supermercado. 
Eu, como todo homem adoro também uma bunda bonita e seios que enchem a mão. Em especial o da minha mulher - mesmo porque se eu não citar isso eu apanho em casa - mas assim como citei, ela também usa o que quer. Ás vezes exagera e ai eu falo. Também não quero sair brigando por ai com cada idiota que olha pra minha mulher. Mas alguns abusam e ai sentem o gosto da minha aliança acariciando vossos narizes. 
Mas sério, vocês não precisam disso. Há um potencial inexplorado em cada garota esperando pro cara certo aparecer e fazer isso aparecer, mais que suas pernas, muito mais que sua bunda... Vem da alma brother e isso reluz mais que ouro. Uma mulher que sabe guardar um segredo mata mais que bomba atômica e é mais desejada que diamante. E a melhor forma dela guardar um segredo, começa sendo do segredo dela mesma. E ai, o que você vai fazer? Descubra o segredo dela!

Dia 2026

"Rápido" ela disse e eu acelerei. "Mais rápido agora" ela indagou. Pisei mais no acelerador. E não havia mais nada que deveríamos nos importar naquele momento. Quando olhei para o lado, ela sorria como se tivesse encontrado a liberdade. O carro bateu a 180km/h e não sobrevivemos. E se tivéssemos sobrevivido? Ainda estaríamos juntos?

2014/12/29

Dia 2025

Essa é uma história confusa sem final feliz.
Eu sei que minha vida não é um filme, mas isso não impede de eu viver coisas que tem nos filmes. Não estou dizendo isso em relação a amores e toda essa baboseira, estou falando de apostar corrida pra quem chega em casa primeiro depois de tomar sorvete. Isso é tão simples, porque nunca fiz isso? 
Seria muito legal se eu pudesse editar a minha vida. Se pudesse parar no meio de uma frase, parar e deixar tudo descansando em uma gaveta escura em algum lugar, consumar minha amnésia e esquecer de tudo que aconteceu, que está acontecendo e que está para acontecer. Fechar os olhos e ir dormir feliz.
Ninguém quer uma companhia que fica em silêncio, que fica triste pra cacete e que não sabe o que falar nas horas mais difíceis. Eu não sei fazer essas coisas, dizer o que as pessoas querem ouvir, pedir para as pessoas ficarem. Eu não sei, e por isso ninguém quer. Todo mundo quer alguém que peça pra ficar todo dia, que diga coisas lindas toda hora, que sempre tem assunto, que não seja tímido, que seja lindo e que aumente o seu ego sempre. Eu provavelmente não sei ser um bom amigo ou um bom namorado, e eu não coloco a culpa nas pessoas, não coloco a culpa em ninguém. Só espero que não dependam de mim e não esperem de mim algo, tenho o grande costume de magoar as pessoas.

2014/12/27

Dia 2024


18:03 P.M.
Me vê um café preto, puro, com açúcar por favor - pedi enquanto mantinha o cardápio aberto como se ainda estivesse na dúvida do que pedir mais. Mas não ia pedir mais nada. Nunca pedia. Era só o café mesmo. Ás vezes duas xícaras dependendo do tempo. Dependendo do humor. 
A caneta de ponta fina, de cor preta rabiscando o papel parecia uma sinfonia de orquestra com palavras. Um domador de leões com a Tinteiro Mst Legrand Montblanc. Era uma arma nas minhas mãos. E naquela cafeteria sem nada de anormal sentado naquelas mesas retrô de madeira eu pensava sobre o que eu poderia escrever. 
Bom, eu posso escrever sobre qualquer coisa. Á partir do momento que esta dentro do meu cérebro pode ir para o papel. Mas isso são concepções que estão comigo, não é como uma ideia implantada. Por exemplo, eu digo "não pense em elefantes" e o que você começa a pensar? Mas isso não é uma ideia sua, certo? Foi á partir da minha pronuncia que veio as suas idéias. Foi implantado. Então, a ideia é sempre rastreável. O pensamento descobre sua própria origem. E descobrimos que a maioria das nossas idéias na verdade não são na realidade tão nossas, mas sim póstumas da morte de uma ideia que não se encontra mais conosco. Falecida então, ou substituída por um novo pensamento. Talvez melhor, mais evoluído sobre tal acontecimento.
Por esse motivo eu prefiro os sentimentos. Eles não tem uma ordem cronológica detectável ou, um sentido adverso. Não da para saber sua origem ou sua razão, pois não tem razão nenhuma. Cientistas dizem que o sentimento é uma complexidade de formações lógicas organizacionalmente posicionadas á fim de saciar as necessidades básicas como ser humano. Veja bem, eu disse "como" e não "do" ser humano. Felicidade, satisfação, prazer entre outros estão ligados ao motivo pelo qual passamos a nos importar com os sentimentos. Nossos e de outras pessoas. Mas, no entanto eu não sou cientista e minha realidade mais obvia me diz que os sentimentos simplesmente aparecem. Sou anacrônico e cético onde a masturbação da mente é mais lógica para mim quando se há um objeto de desejo. Ou seja, apaixonar-se.
A vantagem ou desvantagem que eu tenho sobre as demais pessoas é que ninguém pode quebrar um coração já quebrado. Apaixonar-se é para os corações inteiros.
- Aqui esta senhor.
- E como estão os donut's hoje?
- Frescos.
- Por enquanto só o café, obrigado.
Eu nunca pego nada além do café mas sempre pergunto sobre os donut's pra ela. Cada vez ela me da uma resposta diferente. Também depende do humor. Ás vezes eles estão mais saborosos hoje, o padeiro estava mais descansado então fez com mais empenho. Estava sem pressa. A massa ficou o tempo certo descansado e assando. O recheio mais cremoso, enfim... E nesse dia ela vai me dizer que eles estão normais. Entende?
Como é mesmo o nome? Meu Deus, como é difícil lembrar! Enfim, como eu ia dizendo os sentimentos basicamente tomam conta de tudo e devastam a gente sem nem percebermos. Ao invés do famoso "eu te amo" dentro desse corpo habita uma forma inexplicável de querer te fazer feliz. Ou então...
- Mais um café preto, puro, com açúcar por favor.
18:37 P.M.

2014/12/25

Dia 2023

- Oi, estou passando pra dizer que sinto saudades. Mas não queria passar, queria ficar.

Dia 2022


Porra, esquece o cabelo. Me beija na chuva.

Dia 2021

Deveria eu, ouvir essa musica e pensar nela? No sorriso dela? Nas mãos dela? Na risada dela ou na gargalhada enquanto ela deitava na grama com a mão na barriga? É claro que sim.
O legal dela é que me fazia rir. Rir, não sorrir. Sorrir acontece quando você se identifica com o motivo pelo qual fez o sorriso aparecer. Quase que uma forma de confirmação que você aceitou o que acabou de ver. Rir não, rir é a forma de se divertir com a vida. Se uma pessoa te faz rir é porque algo de mágico ela tem. Algo que nenhuma mais tem.
Pessoas velhas como eu são bem difíceis de encontrarem por ai rindo de alguma coisa. Basicamente não encontramos graça em quase nada. 90% do tempo estamos de cara feia, reclamando de alguma coisa. Somos bem chatas, cheias de manias, idéias diferentes, mundos paralelos... Quase sempre nos encontramos deslocados do resto do mundo. Isso afasta também quase todos que chegam perto. Menos as pessoas que fazem a gente rir. Essas não, essas chegam perto e ficam, tomam um café e permanecem. 
E ela, essa garota que falei no começo... Eu brinquei com ela de se apaixonar e ela deu risada. Eu ri também. Apaixonar-se por pessoas que você não vai amar até descobrir que na brincadeira se apaixonou mesmo acontece comigo quase sempre.
E ela riu. Eu também. Dai a gente se beijou.

2014/12/24

Dia 2020

Pseudociência. O que não é compreendido é como os neurônios das diversas regiões do cérebro colaboram para formar a consciência. Outro mistério escondido dentro do nosso córtex plissado é que, de todas as células do cérebro, apenas 10% são neurônios, os outros 90% são as células gliais, que encapsulam os neurônios e cuja função permanece em grande parte desconhecida... Há pessoas que tiveram seus cérebros feridos ou partes dele removido e que ainda vivem uma vida razoavelmente normal, mas isso porque o cérebro tem uma maneira de compensar. Não é que nós usamos apenas 10% do nosso cérebro. Na verdade só conseguimos até aqui compreender o funcionamento de 10% dele.
Esse mito serve a toda a filosofia pós-humanista que motiva a atual agenda científica tecnognóstica: a metáfora do cérebro como um software que necessita de upgrades para realizar todo o seu potencial. E o que limita o potencial da mente? São nossos monólogos de epifania tecno-mística: medo, desejo e dor.
A crença de que toda a imperfeição humana deriva da necessidade de superação de três inimigos naturais: a realidade, o mal e a morte.
"Vejo os homens como fragmentos do futuro, daquele futuro que eu vejo. E este é todo meu engenho e arte, adensar e juntar tudo que é fragmento e enigma e horrível acaso. E como eu suportaria ser homem se ser homem também não fosse ser poeta, decifrador de enigmas e redentor do acaso."
Friedrich Nietzsche - Zaratustra.
E ai eu lhe pergunto: Com o que você esta alimentando tudo isso? O que você pensa, sente, vê, faz, ouve, fala, observa? O que você anda fazendo com seus 10%? Você anda realmente aproveitando a capacidade pra fazer algo bom?
Li recentemente em uma revista um relato de uma paciente que dizia o seguinte: "Eu tive câncer, achei que conhecia a dor. Outro dia, uma amiga minha aparentemente feliz se matou. Vai ver as dores da alma são maiores que a dor do corpo." Talvez os inimigos naturais sejam mais fortes no século XXI ou talvez só estamos indo mal pra caralho. Onde foram parar nossos 90%? Eu tenho a resposta. É no amor cara, é no amor. Amor não é facil. Mas, é o dificil que mais vale a pena.

2014/12/23

Dia 2019

Sei la... queria dizer porque escolhi você.
Você ri das bobagens que eu falo e até pra me deixar sem graça quando não tenho graça nenhuma você fica bonitinha. Eu implico com sua roupa e você vai la e muda ela toda mas não deixa de ficar linda. Mal sabe que na primeira roupa eu te achei gata demais, mas o medo de os outros te verem assim como eu te vejo lá na rua me assusta um pouco. 
Posso brigar com você e até não seguir a linha que você queria, mas se eu seguisse você ia arranjar outra linha pra eu seguir. Então sigo a minha linha mesmo e a sua vem bem do lado dela.
Quando a coisa fica feia e a gente briga você não cala a boca mas eu sentiria falta se não ouvisse a sua voz falando comigo um dia sequer. Eu sei o gosto da distância e desse drink não quero tomar nunca mais. Eu sei também que ás vezes sou o Sr.nervoso mas é só porque convivo com a Sra. Tpm 30 dias no mês que e ai fico assim.
É foda manter o controle quando sei que o que de mais precioso pra mim pode estar sendo observado por outros tantos por ai. Outros tantos esses que tem muito mais que eu. Porque eu, você sabe só me resta um coração e nada mais. Faltando alguns pedaços, meio surrado e maltrapilho mas ainda sim pode ser todo seu. 
E essa é minha tentativa de ser romântico, fofo, essas coisas que você vive pedindo que eu seja e não sei como fazer. Me desculpe por isso.
Eu te amo e você é linda!
E eu? Bem... Eu sou o sortudo que pude escrever isso pra você!


Lima, G.

Dia 2018

- Um amigo meu me disse que a vida é como um céu estrelado. Caminhamos por um escuro e de repente pisamos em uma estrela. Esse é um momento feliz.
- Quisera eu, topar-me com uma constelação.

2014/12/21

Dia 2017


A cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio. Você tem noção do impacto dessa frase? A cada 40 segundos um coração para de bater, a cada 40 segundos sonhos viram pó, a cada 40 segundos alguém dá um último suspiro e fala “chega”. 40 segundos fazem uma mãe se culpar por uma eternidade, 40 segundos separam o amor e o ódio. Então hoje, eu dedico esse post à todos que já chegaram no limite. Que quase desistiram. Dedico à todos aqueles que por pouco não deixaram a dor levar a loucura, que soltaram a faca e o coquetel de comprimidos na última hora, que desistiram de ingerir veneno, que guardou a corda, que não puxaram o gatilho. Que conseguiram enxergar através dos olhos embaçados um motivo para sorrir novamente. Assim como eu, nesses meus ultimos 40 segundos escrevendo isso.

2014/12/20

Dia 2016

E daqui 50 anos alguém ainda vai falar o nome dela. E você vai lembrar de quem é. E vai sentir saudade.

Dia 2015

580Km eu fui. Na estrada ainda me perguntava o que eu estava fazendo. Muitas pessoas viajam á fim de ter suas fotos mais bacanas postadas com a maior quantidade de likes. Outras, á fim de gastar dinheiro e ostentar o lugar que estão. Eu? Bom, eu viajo pra ter paz. 580km e deitei na rede, peguei meu inseparável fone de ouvido e minha playlist bem bolada pra ocasião. Estendi uma rede entre duas árvores no alto da montanha, vi o dia virar noite ouvindo The White Buffalo & The Forest Rangers. Podem me chamar de velho eu não ligo. Fico aqui por dias enquanto vocês se perdem no Instagram ou Facebook. O mundo é uma bola imensa chata. Prefiro meus 4:57 de música repetindo-a nos meus 580km de estrada. Logo, 2.738km não são nada. E porque não? Eu me pergunto "E porque não?".

2014/12/19

Dia 2014

Então eu arranjei uma briga no supermercado. Tive que sair no braço com aquele cara só pra ela se dar conta do que eu queria dizer. Eu tomei um soco ou dois, meu olho esta roxo. É uma atitude bem idiota, mas eu fiz. Bem, eu entrei em uma briga com um desconhecido só pra mostrar pra ela que olham pra ela. Ela disse "Hey, olha pra mim". Mas eu sempre olhei. E eu sabia que outros olhavam também. Ela é linda sabe? Do tipo Penelope Charmosa. Mas eu não poderia sair dando porrada em cada marmanjo que olha pra minha garota. Eu tomei um soco ou dois só pra provar que assim como eu vejo ela, outros também á observam com toda sua beleza. "ESTA VENDO? NÃO SOU EU APENAS QUE SEI QUE VOCÊ É LINDA" - gritei do chão.



O problema é que ainda não caiu a ficha dela que mesmo que o tempo passe e alcance ela - como á todos nós - eu não vou deixar de vê-la linda. Que ela não precisa ter comigo - e só comigo - a insegurança de se achar inferior ou até menos bonita do que é. Aquela coisa feminina de beleza que vocês tentam suprir entende? Não precisa comigo. Eu sou do tipo de cara que não liga pra uma estria, celulite, ruga, mancha que seja. Que se dane. Se os olhos ainda brilharem, vai ser a mulher mais linda do mundo pra mim. E ponto final.

2014/12/17

Dia 2013

Fazer um miojo é muito fácil, relacionamentos por outro lado são complicados. Eu nem sei se deveria fazer essa comparação, bem, talvez eu durma até no sofá hoje por isso. Mas, enfim... 
Sabe, as primeiras coisas que você deve se questionar quando entra em um relacionamento são as mais básicas possíveis. "Será que ele vai aguentar o meu humor bipolar?", "Ele vai saber que naquela hora eu vou ter razão, completa razão na verdade, mesmo quando não houver razão nenhuma?", "Ele vai precisar de mim tanto quanto eu preciso dele?", "Ele vai me perdoar quando eu errar?", "Ele vai saber me encontrar quando eu estiver completamente perdida?"... E o mais importante: "Eu vou ser feliz?". 
Preciso fazer uma citação agora. Uhuuh... Desculpe.
"Eu não preciso chorar para mostrar que estou triste. Nem gritar para dizer que sinto dor. Muito menos sorrir para Deus e o mundo para provar que sou feliz. Não preciso aparentar para ser, demonstrar para estar. Meu mundo acontece aqui dentro. E ele não é menor ou maior que o seu: é simplesmente o meu. Ele é meu com todas as letras, ele é meu em cada palavra, com todos os silêncios, com todos os incêndios. Eu ouvi meu choro, eu escutei meu grito, eu senti minha dor e eu gargalhei em paz sem precisar invadir o seu mundo com coisas tão minhas, com coisas tão lindas, com coisas tão findas que se repetem infinitamente: aqui dentro." - Eu Me Chamo Antonio.
É tão bonito quando um fala e o outro entende. Não, não... Estou completamente errado ao dizer isso. Bonito é quando sem nem falar nada a outra pessoa entende, te acolhe em meio ao castelo que é o abraço e faz o mundo mudar. Pessoas que mudam nossos mundos, essas merecem o meu mundo em troca porque são quase impossíveis de se encontrar. E por outro lado, pessoas como eu que são mais silêncio do que poesia encontram uma vida infinita de obstáculos para no fim topar com alguém assim... Que entenda o nosso silêncio. Afinal qual é a ameaça contida no silêncio? Eu ainda me pergunto e acho que vou sempre me perguntar.

2014/12/16

Dia 2012


- Cara, você não sabe como dói, dói muito.
- Sim eu sei, então relaxa e se acalma, tudo tem um lado bom.
- Lado bom ? Que lado bom ? Não existe lado bom.
- Claro que existe, eu já fiquei assim igualzinho como você ta agora se sentindo um idiota que estraga tudo, eu estava na beira do abismo cara, pronto pra me afogar em decepção.
- E ai ? O que você fez pra sair dessa ?
- Percebi que a vista de lá de cima, da beira do abismo também era bonita.

Dia 2011

O medo não é uma boa desculpa. O medo é a desculpa que todo mundo sempre dá.

Dia 2010

Londres, 1995.

Quando um ama e outro gosta, nunca dá certo.

2014/12/10

Dia 2009





Dia 2008

Precisava arranjar um ponto, um foco, uma meta se quer para que algo na minha vida fizesse sentido. Nada fazia sentido pra mim. Trabalhar pra pagar contas não me parecia tão sadio para prorrogar isso por anos adiante.
Decidi então puxar ferro, ficar marombado por um tempo até que saciou meu ego. Logo depois cai na real que academias não me fariam preencher o que realmente eu buscava.


Eu finalmente acordei pra vida, mas francamente, prefiro voltar a dormir. Então decidi agora ir viajar. Viajei muito, me tornei um mochileiro de carteirinha. Conheci gente pra caramba e me dei conta que existem tantos sorrisos derramando lagrimas tristes por ai e a gente nem sabia. Fiquei sem dinheiro, ganhei dinheiro. Fui pra fora do Estado cinza pra subir montanhas por ai. Parei em bares pra pedir um cigarro ou uma informação. Bebi cerveja quente com aquele velho viúvo contando sobre o primeiro emprego e o primeiro amor que se tornou a mãe dos 2 filhos. Então voltei, a mim mesmo e ao meu lugar. Minha casa parecia uma casa nova, nem a reconhecia mais. "Eu que deixei o sofá nessa posição? Desde quando eu tenho esse enfeite na mesa de centro?". Por um tempo até desacreditei que aquelas chaves eram as minhas e que aquele apartamento era mesmo o meu. Afinal, por quanto tempo eu estive fora?
Meus olhos doíam e eu precisava de um longo sono e sossego. Eu ia dormir querendo viver, mas vivia querendo dormir. E no final, nem dormia e nem vivia direito. Juntei todas as lágrimas, enchi uma banheira e me afoguei. 

Quando acordei no dia seguinte, me parecia que tinha vivido vidas inteiras naquela cama. Não era como uma ressaca, mas era um pedido silencioso de sentido á vida. Principalmente a minha. Essencialmente a minha, por favor.
Essas pessoas, essa cidade, esse mundo, essa vida. É tudo cansativo demais, falso demais, fútil demais. Preciso de alguém que seja tão mais que tudo isso que acabe se sentindo inferior. Assim como eu. E então que fique grande, maior que eu. Pra que eu caiba dentro. E fique ali, completo enfim.
- Cara, você não sabe como dói, dói muito.
- Sim eu sei, então relaxa e se acalma, tudo tem um lado bom.
- Lado bom? Que lado bom? Não existe lado bom.
- Claro que existe, eu já fiquei assim igualzinho como você ta agora se sentindo um idiota que estraga tudo, eu estava na beira do abismo cara, pronto pra me afogar em decepção.
- E ai ? o que você fez pra sair dessa ?
- Percebi que a vista de lá de cima, da beira do abismo também era bonita.

2014/12/09

Dia 2007

Você me ama até certo ponto. Eu te amo até certo ponto. Quando esses pontos se encontram cria-se o terceiro ponto. Que é o que vem depois ou o pra sempre. Particularmente eu prefiro o que vem depois, é mais emocionante.
E aqui, ali ou acolá faria algum sentido. Mas não, não eu não faria sentido algum. E você? Muito menos. Sabe, com um sorriso você diz: “Não ligo”, e seu coração palpitando grita:”Não aguento". Eu por outro lado ás vezes penso que o coração só deveria existir pra bombear sangue a nada mais.
E pode ter certeza que eu queria muito saber o que se passa na sua cabeça quando me ve sentado na varanda tomando café o olhando o céu. Assim como você, que de um modo geral quer saber o que se passa na minha cabeça quando acorda e me vê olhando você enquanto dormia. Não é engraçado?
Na fila do supermercado minha cara feia sobre a demora atinge já cinco caixas mas você faz graça com os doces da prateleira e me faz rir. Adoro quando você quebra minhas pernas me fazendo sorrir. É como o solo de guitarra de uma música do Pearl Jam. E ai você sorri junto comigo pela façanha de conseguir me fazer mostrar os dentes. E isso minha cara, é pura poesia.
Bom, mas vejo que você não esta aqui agora. Saudade dá, sempre dá, mas a gente disfarça, dorme, toma um café e finge que esquece. Mas ainda sim vou preferir os nossos três pontinhos...

2014/12/06

Dia 2006

- Como foi seu trabalho querida?
- Normal. Muitas coisas. Não consegui nem pausa para aquele cafezinho. Esqueci de pagar a Dani sobre o presente de aniversário da Van... Tenho dois pedidos abertos que não consegui resolver ainda. Hoje começou a menina nova, acho que o nome dela é Kelly. Parece uma boa menina. Almocei no Dinner's hoje. Havia aquele chocolates que eu gosto no caixa, comprei 2. Paguei minha conta do celular na volta e quase comprei um vestido. E o seu?

- Bem... eu estava indo pro trabalho, ai eu parei no farol. Tive vontade de ir á praia ver o mar. Peguei 50,00 da carteira e fui até a rodoviaria. Comprei as passagens e entrei no onibus. Fiquei vendo a paisagem pela janela ouvindo Jack Johnson. Quando cheguei la, abri os botões da camisa e tirei os sapatos. Subi as calças até a canela. Comecei a andar na areia fofa com a água batendo nos meus calcanhares. 
Depois sentei na areia e fiquei vendo o dia virar noite. Ah, e senti sua falta. Todo o tempo.







2014/12/05

Dia 2005

Eu quero mudar isso. Eu quero que isso seja desse jeito agora. Tem como? Tipo, pra ontem?
Que tipo de pessoa você é? Do tipo que vê a previsão do tempo antes de sair de casa, achando que pode prever o que vai acontecer e estar preparado com aquele casaco porque avisaram que iria fazer 19°? Você não sabe de nada...
Hoje choveu, amanhã faz sol e agora temporal. No céu ou dentro da gente. Não adianta tentar se precaver. Se for pra cair uma avalanche aqui dentro, vai cair. Se for pra chover, que inunde meus olhos. Mas se for o sol... Ah, esse merece o meu sorriso.
Respeito é merecido pelo seu caráter, não pela sua idade, os canalhas também envelhecem. A sua Calvin Klein tanto quanto o seu Iphone 9 não vai impor sua maturidade e experiência. As pessoas idiotas vão continuar sendo idiotas. Eu? Eu tenho é que tomar cuidado pra não me tornar mais um.
Tenho que admitir, era mais feliz quando tinha menos. Menos dinheiro, status e responsabilidades. Eu conseguia observar o que era pequeno mais vezes e com mais importância. Hoje em dia as coisas passam rápido demais.
"Você agora esta subindo as montanhas de..." deixa pra lá. Pela janela do carro eu via o vento tumultuar as árvores como se eles conversassem entre si. Senti o cheiro de mato invadir meu olfato como se o aroma estivesse dentro da minha cabeça. Tive vontade de pisar fundo no freio e sair do veiculo. Admirar a ponta do mundo. Respirar fundo, até arder meus pulmões. Eu queria ali, algo a mais pra me sentir vivo.
Não li Tolstoy, não sei se deveria entender Maquiavel. Não tenho nenhuma frase importante gravada na memória pra ser como meu lema pessoal de vida. O cara que eu mais admiro morreu dentro de um ônibus sozinho. E eu continuo sendo uma eterna confusão pra mim mesmo. Mas e você? Se for o sol...


2014/12/03

Dia 2004

- O que você quer que eu faça? - Sussurrou baixo batendo suas palavras nos terminais nervosos do pescoço dela.
- Quero que me toque.
- Que lhe toque onde?
- Aqui - Ela pegou sua mão e colocou entre o meio de suas pernas e estava úmida - quero que me toque aqui.
- Desse jeito? - Alisando suavemente.
- Mais forte, como meu homem. 
Ele alisava em movimentos circulares pronunciando ofegante com a ponta dos lábios encostando na pele dela que adorava senti-la dessa forma. Ela, por si, coordenava o ritmo e pressão do acontecimento ficando cada vez mais excitada.
- Quero que me beije, mas não nos meus lábios.
Ele desceu até entre suas pernas, alisando seu corpo todo sem tirar os dedos dele, percorrendo-o sentindo suas linhas. Ele umedeceu os lábios com a língua e a beijou. Molhado, macio e quente. Ela sentia e gemia, a língua dele invadindo seu corpo por seu ventre aberto. Seu corpo tremendo, sem nenhum auto-controle arrepiava-se tendo surtos de espasmos involuntários pelo enorme tesão que sentia. E sentia vindo e vindo, vindo... Até que entre um toque e uma magnifica chupada ela não aguentou, gozou. Gemeu a cada contração até que seu corpo entrou em completo estado de relaxamento. E por fim, ela ainda escorria desejo por entre as pernas. Disse que jamais sentirá algo assim antes. Até agora.


2014/12/02

Dia 2003

Liberdade. Amor. Amor?
Ahh, o amor! A arma mais letal do século XXI. Mata pessoas deixando elas vivas ainda mais do que qualquer outra coisa. Quando é amor da pra ver de longe. Esta vendo aquele casal sentado no banco da estação? Então, eles se amam. Agora vejam aqueles sentados nas praças de alimentação do shopping. Estão vendo? Eles não se amam e não digo isso só porque nem se olham um ao outro mais. Digo, porque esta nos olhos de qualquer espectador habitual das cenas cotidianas. Eu, assim como você sou estudante da repetição e da rotina. Você pode passar todos os dias pelo mesmo lugar e fazer o mesmo caminho repetidamente, se olhar com atenção irá ver algo diferente em cada vez.
Aquele casal sentado na praça de alimentação não se ama por que ela é uma garota insuportável e metida que ninguém aguentava e ele o playboy com panca de malandro que adorava ter garotas lindas ao seu lado. Ela, por sua vez então aproveitou a deixa do carinha que deu mais atenção á ela e logo saiu atualizando o status do facebook querendo mostrar que alguém aguentava ela enfim. Ele, por sua conta se gabava pela morena peituda que arranjou postando fotos dos dois no instagram. 
Agora aquele casal sentado no banco da estação, o casal que se ama... Eles se amam mesmo. Ela esta sentado sobre os joelhos dele já faz uns 15 minutos, com as mãos enroscadas entre seus cabelos lhe fazendo movimentos circulares atrás da nuca. Olhando pra dentro dos olhos e sorrindo. Sabe? Eles já perderam 4 vagões porque ela esta ouvindo as histórias dele sobre querer ser um colunista de jornal. E sobre seu cachorro Napoleão. Ele não para de falar e ela não para de escutar. Pra ela, a voz dele é a coisa mais importante do mundo naquele momento.
As pessoas se apaixonam por mensagens hoje em dia, não umas pelas outras. Já o amor, bom, o amor é o que Cícero diz pelo interfone. Amor é quando você tem alguém pra ir ver as luzes de Natal quando o Natal chegar. Ou ter em quem pensar quando jogar a moeda na fonte. 
Posso não tocar sua pele, mas sinto seu amor. Porque amor é aquela coisa que da pra ver de longe que esta rolando e não importa quantos trens perderemos se a melhor viagem acontece quando olham pra gente assim, daquele jeito. Como se dissesse "eu te amo" com o olhar e a confirmação de visualizado fosse o sorriso.
Liberdade. Amor. Amor?

2014/12/01

Dia 2002

Talvez envolvimentos não sejam meu forte. Aliás, até hoje nada que fosse relacionado a pessoas, funcionava comigo. Durante anos, me mantive trancado dentro de um quarto, onde só havia o teto para ser admirado. Passava meus dias jogado sob uma cama bagunçada, não tanto quanto a minha mente, mas eu gostava de pensar em um mundo no qual eu pudesse me encaixar. Toda vida isso me pareceu ser mais aconchegante, bom, com certeza bem mais do que estar sempre rodeado de gente. Sabe, acho que definitivamente cansei de questionar a vida. Não devo me achar um completo estranho por isso. Também não devo me importar com o que os outros vão pensar, a vida é minha, que se fodam. Eu apenas aceitei o fato de que eu me sinto muito melhor quando estou sozinho.

2014/11/30

Dia 2001


Queria conhecer alguém que me oferecesse a pior conversa que eu já tive, mas que fosse bom o bastante para me fazer ficar até o fim. Seria como ter uma boa explicação pra um pisão na espinha, ou uma martelada na costela. Queria conhecer alguém que me fizesse pensar sobre o quão ruim tem sido estar bem, e não conseguir apontar de onde surge a tal tristeza. Queria ter uma péssima companhia, para sentar na ultima mesa de um bar vazio, numa noite de segunda-feira, e compartilhar da insonia, cada sonho que se esvaiu. Queria alguém que escutasse as minhas loucuras, e olhasse nos meus olhos como se estivesse me dizendo que faz sentido. Alguém capaz de brindar a insanidade.

2014/11/26

Dia 2000

(VEJA O VIDEO ACIMA PARA ENTENDER O QUE VEM DEPOIS)

Sempre quando escrevo e faço a publicação, a primeira impressão que eu tenho é que ninguém vai ler. Talvez alguém solitário procurando alguma coisa na internet de madrugada. Talvez até alguém que terminou seu relacionamento tentando preencher o vazio com textos e frases feitas, como se aqui explicasse o ocorrido. Quem sabe explique, não somos tão diferentes. Porque eu também já me senti solitário e me preenchi de vazio, tanto quanto com textos e frases feitas. 
Acho que sempre escrevi o que eu queria que fosse verdade, do jeito que eu imagino. De alguma forma, eu quis me tornar a voz que fica na cabeça das pessoas que leêm. Sabe? A voz do personagem... e até a voz dentro da sua cabeça enquanto você lê isso agora. É, eu sei... Estou falando diretamente com você e agora, somos amigos. Não sei sua cor favorita, nem seu filme predileto mas ja gosto de você. Obrigado por estar aqui. Você acaba de fazer meu sonho se tornar realidade.
Eu já devo ter mencionado que escrevo o tempo todo, em qualquer guardanapo por ai que for. Mas, quando é calmo e me sento tranquilo pra escrever o mais importante que penso para iniciar é a trilha sonora. Elas muitas vezes disseram sobre o que eu deveria escrever.
Na hora que eu decidi sentar para escrever sobre 2000 dias (cara, são 2000 dias!) eu tive que escolher a dedo a trilha sonora. Bom, desvendando o suspense a trilha sonora fica por conta de City and Colour, Bring Me Your Love de 2008. Bem, em 2008 eu não conhecia City and Colour, na verdade só vim a conhecer em 2012/2013. E porque essa banda? Bem, porque essa é a banda dela. Dela, a garota pelo qual eu escrevo. Sabe, tem musicas que a gente determina pra quem vão ser. Ou bandas até. Você olha para a minha cara e diz que Avenged Sevenfold é a minha banda. E se fosse pra escolher uma nacional, seria Los Hermanos. Eu ja conheci gente que era Engenheiros do Hawaii, que era Clarice Falcão, gente que foi RPM mas depois se tornou Ultraje... Conheci gente até que era o próprio Peter Gabriel ou o Bruce Springsteen. E ela, bem, ela é City and Colour.
Se eu fosse dar uma definição pra ela, eu diria que ela é uma mistura das musicas de Jack Johnson com uma boa dose de tequila, limão e sal. Faz todo o sentido pra mim. O fato é que, ela ficou. Ela ficou cara! Sabe, a gente se ancora onde acha que é mais perto de casa. Ás vezes é em um porto, ás vezes é na praia e ás vezes é no coração de alguém mesmo. Então, é nessa parte que eu digo que ela esqueceu de como é viajar por oceanos pra ficar ancorada aqui.
Leia o que direi agora e logo após feche os olhos. Tente imaginar a cena, o aroma, a presença e o som de tudo. É magico onde nossa imaginação pode nos levar. Do céu ao inferno em segundos, nem uma ejaculação precoce é tão rapida. Apenas feche os olhos...
É o alto de uma montanha. Você se lembra da frase que leu no livro de Jack Kerouac quando tinha 13 anos, "Suba aquela maldita montanha". É a imensidão do horizonte, as cores e tonalidades de azul se fundindo com as cores do por do sol que chamam sua atenção. Há verde por toda volta e pedras nem tão cinzas mas também não tão brancas ao redor. Você ouve o vento, como se o mundo todo ficasse quieto pela primeira vez. As árvores balançam, a brisa bate e ai você faz uma retrospectiva. Do ultimo dia, da ultima semana, do ultimo ano. Da sua vida toda. E são todas as fotografias da memória passando na sua mente agora. Você se sente o dono do mundo ali naquele alto, embora ninguém esteja te observando. Como se houvesse a possibilidade de você voar.
Bom, agora imagino que você já abriu os olhos. Abriu? Pois entao, na verdade eu não estou no alto da montanha. Estou sentado no meu quarto, ouvindo o som do meu ventilador e sem camisa com a janela aberta. São 2:31 da madrugada de uma terça-feira gorda. Mas queria que vocês entendessem como eu me sinto quando ela aparece. Me sinto no alto da montanha, como se pudesse voar. É o que eu sempre digo, você jamais pode dar asas á alguém se não pode voar junto com ela.
Eu sou complicado, querendo ser simples. Sou fraco quando me mostro forte. E ela entende bem dessas coisas. Ás vezes é confuso porque ela é assim também. Cada um tem que entender sua própria confusão pra ajudar um ao outro. 
Minha vida não era ruim, mas tenho que dizer que ficou bem melhor depois que ela apareceu.
Sabe aquela parte que eu disse, de envelhecer sentado na varanda da casa na praia, etc e tal? Quem sabe se ela me aguentar até lá.

video




A palavra "amor" anda vazia. Não tem gente dentro dela. Não visualize amor em outra pessoa. A pessoa apenas vem para materializar o amor (se é que ele é materializavel)em um gesto, em um bombom, em uma rosa, em um beijo e abraço. De tarde, já é tarde. Seja o bom-dia dela rapaz!
Estou ficando velho, na verdade eu sempre fui velho. De 92 mas com paciência de quem nasceu em 50. E atitudes também. Sei o valor de andar de mãos dadas na rua. De não deixar ela na ponta da calçada, afinal é minha garota e ela não esta a venda. De abrir portas e fechar portas. Enfim... Isso não interessa.
O que interessa mesmo é se tudo esta valendo a pena, e pra você... Esta? Tudo isso é a continuidade dos dias e o que anda realmente sendo importante. Então, eu sei o que é importante pra mim e o que vale a minha vida e mostra aqui todo dia... E você?
Aproveite a vida, estou sempre aqui.
Bom dia! Boa tarde! E boa noite!



2014/11/16

Dia 1999


Tinha uma coisa legal em fazer amor com ela. Alias, uma não. Várias. 
Era brutal mas ao mesmo tempo era bonito e suave. Era forte mas ao mesmo tempo tinha sentimento. Era gostoso e ao mesmo tempo sereno. Tinha um romance ali sabe? Não importava se era sábado ou terça-feira, ela sempre me olhava do mesmo jeito. Eu podia ter o dia mais fodido no trabalho e ela ter se irritado no trânsito por terem quebrado o retrovisor, tudo acaba ali. Não eram apenas dois corpos se chocando, eram universos inteiros. Não era só tesão, era amor mesmo. Não sei se vocês compreendem o que eu realmente quero dizer. Mas era fantástico, mágico.
Não da pra preencher o vazio com qualquer um entende? Você vai ao cinema com qualquer um, você toma um café com qualquer um mas tem certas coisas que você para, pensa e identifica "isso é só com ela". Afinal, era só ela que conseguia quebrar meu espirito e moldar na paz que ninguém mais conseguia me dar.
"Seu corpo nu só deve pertencer a quem se apaixonar por sua alma nua.” C. Chaplin. Chaplin amigo, você disse tudo que eu queria dizer e não consegui. Acho que não tem nada mais bonito nesse mundo do que as pessoas que te decifram de dentro pra fora. Daquelas que, diante de uma parede cheia de detalhes ela sabe pra qual exatamente você esta olhando. E pessoalmente, pra alguém como eu isso é realmente muito importante. Os detalhes. Eu vivo deles sabe? Se não há detalhes, não tem graça. Porque eu acho que a vida é feita dos pequenos detalhes que a maioria deixa passar. Pessoas que veem os mesmos detalhes que eu, me apaixono fácil pelos olhos. Pessoas que não deixam a imaginação levar não me interessam, pois elas só enxergam o que esta diante delas. Gosto de pessoas que me dão mundos para pensar que não seja o meu. Principalmente um que não seja o meu.

Dia 1998

Eu queria dizer que desejava beijar aquela boca todos os dias até o fim. Mas eu não disse. São coisas que eu nunca digo.

Dia 1997

Eles irão pegar a gente se beijando na escada rolante do shopping Amor, vão querer fazer igualzinho.

2014/11/15

Dia 1996

Faça um pedido e guarde no seu coração. Qualquer coisa que você quiser, tudo o que você quiser. Fez? Ótimo. Agora acredite que pode se tornar realidade. Você nunca sabe de onde virá o próximo milagre. A próxima memória. O próximo sorriso, o próximo desejo que se tornará realidade. Mas se acreditar que está logo adiante e abrir seu coração e mente para a possibilidade, para a certeza, pode ser que consiga o que queira. O mundo está cheio de mágica. É só acreditar nela. Então, faça um pedido. Fez? Ótimo. Agora acredite nele. Com todo o seu coração.

Dia 1995

Mulheres encontram um carinha legal e boa pinta em uma noite e na mesma noite vão pra cama com ele. "Isso esta certo?" ela pergunta. "É só carinho, que mal há em dar carinho?". E ela aceita isso. Sem compromisso. Sem introdução de história ou passada rápida pelo indice da alma. "Apenas carinho" segundo ele. É só uma foda barata sem troca de telefones. E ela aceita isso. Cara, ela aceita.
O que eu deveria dizer? Parece tudo errado demais. Parece que tudo que eu encosto quebra e queima. Já perdi as contas de quantas pessoas magoei. Quantos corações eu quebrei e continuo quebrando. Acho... acho que é nessas horas que a gente vê a escuridão entre as brechas. E ai vem aquela coisa que eu não sei o nome, te abraçando como se fosse um cobertor no inverno. A dor acompanha a saudade e isso te pega feito doença.
Sei la, se afundar na minha cama parece uma boa hoje. Ouvir a completa imensidão do silêncio das paredes do meu quarto me parece a melhor trilha sonora. Depois de tantos bares, tantas companhias, tantas conversas, tantas localidades, marcações aqui e ali, tantos drinks e contas divididas. Depois de tudo tão frenético, a calmaria me chama atenção. Me chamem de velho, não ligo de ter quase 23 e reclamar como se já tivesse 80 e tantos. Augusto Cury disse uma vez "Quando somos abandonados pelo mundo, a solidão é superável; Quando somos abandonados por nós mesmos, a solidão é quase incurável." Então eu te pergunto qual é a sua solidão? Sim, qual é sua solidão?
As pessoas estão sempre perguntando como você quer o café, cpf na nota? Mas nunca perguntam qual é sua solidão. De que adianta tantos verem o que fazemos, se na hora da companhia você esta completamente solitário? Não digo companhia de uma cervejada ou de um passeio no parque, mas companhia no silêncio. As pessoas não se bastam mais, estão sempre procurando algo pra fazer. Ninguém hoje em dia faz mais companhia pro silêncio.

Sabe que, uma vez eu conheci uma garota e o silêncio dela era lindo. Perfeito. Me dizia tudo. Combinava com o meu. Na verdade, o meu conselho é que se você vai se apaixonar por uma pessoa primeiro você precisa se apaixonar pelo silêncio dela. Talvez não se apaixonar, mas pelo menos entender. As pessoas esqueceram de entender e querer compreender o silêncio do outro. Creio que esse seja o maior problema dos relacionamentos no século XXI.
Seria agradável pra mim dizer isso e fingir que sou um cara durão, mas eu não sou tão durão assim. Gosto de quem procura meu silêncio sabe? Afinal, nunca vivi um romance de novela, nem tive um amor a primeira vista e muito menos sequer, recebi alguma loucura de amor. Talvez eu não seja apaixonável. Acho tão bonito esses relacionamentos instáveis, de pessoas que se odeiam e se amam minutos depois. Brigam um dia, e se perdoam no outro, e depois se odeiam outra vez. Vão embora sabendo pra onde irão voltar. Acho importante a briga. As vezes brigamos por coisas tão banais, ficamos sem nos falar, sem nos ver e pensamos que um ao outro não fosse uma coisa boa e de repente, nas brigas ficávamos cegos e não conseguimos enxergar o quanto eramos importante um para o outro, o mais irônico é que sem notarmos estamos lá nós de novo juntos novamente, rindo, chorando, brincando e a nossa amizade novamente era restaurada com um período pequeno de tempo. É e la estávamos nós dois novamente a brigar (risos), mas a vida é assim, brigas são necessárias para que possamos perceber o quão importante somos um para o outro e o quão dependente conseguimos ser enquanto estamos separados, o que importa que sem nenhum esforço, a amizade cuida de nos unir novamente. E da amizade pra companhia e pra ela, a minha solidão e de brinde o meu silêncio, você quer?

2014/11/13

Dia 1994

Sobre aquela discussão de ontem, fique você sabendo que algumas lágrimas desceram meu rosto sim, mas vieram seguidas de um sorriso bobo, sabe porque? Porque eu sei que hoje, quando você acordar, tudo vai estar mais calmo e depois vamos rir disso tudo e dizer mais uma vez como de costume: "eu te amo".

Dia 1993

Uma palavra pode estragar um dia, transformar qualquer alegria em algo ruim. Um comentário pode destruir uma pessoa. Sempre alguém pode arruinar um sentimento… É sempre assim, pessoas jogam palavras ao ar, como se para sempre elas fossem plainar, sem saber a catástrofe que pode causar, quando o céu não mais as conseguir segurar. Palavras falam da vida real, as vezes usadas para o bem outrora para o mal, alguns usam palavras para amar, eu uso apenas quando preciso desabafar, aquele pedaço de folha de papel, que como um réu é deixado a morrer, então, com algo que escreva na mão percorro uma multidão… Uma multidão de pensamentos, pedidos e lamentos bons e ruins, alguns não se sabem seus fins. Olhando a luz do luar, pois só escrevo antes de embernar, para estar disposto para no outro dia acordar, após confuso ficar, as vezes até chorar, depois de desabafar, tento me acalmar, por que depois dessa noite, mais um dia vira.
Porque assim que escrevo, consigo dormir. Sempre nessa ordem.

Dia 1992

Sabe quando você compara seu choro a chuva, então, essa menina era inigual. Ela não chovia ela nevava.

2014/11/10

Dia 1991

Ela tinha uma vibe boa, uma maldade rara nos olhos. Era cheia de intenção e eu tentava me controlar mas ela era linda, linda demais. Se valorizava mas ela sabia que eu não conseguia dizer não. Um passo e não estamos mais no mesmo lugar. Ela me dizia que tinha medo e eu dizia que as pessoas deveriam libertar o coração e essas coisas. Sabe? Essas coisas que nem notam mais. Amor é como um canhão na boca de quem tem o poder de usá-lo.
E ai, alguma hora sem hora marcada a gente encontra o caminho de casa. E se sente em casa. É aquela paz de uma segunda-feira a noite acompanhado na hora de um banho compartilhado. Dois no espaço de um. E qualquer escorregão ela ria. Queria secar meu rosto e minha barba volumosa mas só cobria tudo deixando apenas a boca, pra me beijar no escuro. Ser aquela coisa bonita que vemos na televisão. Isso da trabalho, na verdade da um trabalho danado. 
Sabe como é? Beijar os lábios dela mas com cuidado como se ela fosse "quebrável". Eu levantava ela no meu ombro e a carregava rindo pela casa até o quarto. Ali se tornava um precipício onde nós dois caiamos de uma altura de cem andares. 
Quando estamos andando na rua e sem eu pedir ela segura a minha mão, eu tenho vontade de dizer "não solta não".

Dia 1990

Ela o pôs para fora como se joga um cigarro fora à meia-noite. Ela quebrou seu coração, ele passou a vida inteira tentando esquecer. Nós o assistimos beber até o fim de sua dor, um pouco de cada vez. Mas ele nunca conseguiu beber o bastante para tirá-la de sua cabeça. Até a noite. Ele mirou a "garrafa" em sua cabeça e puxou o gatilho. E finalmente bebeu até esquecê-la. A vida é curta, mas pareceu maior naquele momento.


Dia 1989


Eu perguntei á Deus ó Pai porque? Então recebi apenas o silêncio como parceria. Desde então eu abracei a solidão e o desamor. Eu e meu exército armado nas barreiras de sentimentos, deixo aflorar a raiva e ira somente. Então por Deus ó Pai, onde esta o amor? 

Eu só queria ter uma vida normal, ser um adolescente cheio de sonhos e não encher minha alma com tamanha fúria. Isso aperta o coração é tudo que sei. E tenho vivido toda minha vida assim. Então por Deus ó Pai, porque permanecemos tão cegos diante das linhas tortas que percorremos? 
Eu senti vontade de destruir algo belo e tudo que sonho, são as faixas do km72
. Mas eu também sou mais um que espero pelo paraíso e ao invés disso eu explodo em ódio.
A vida não me abraçou na jornada dizendo que iria ficar tudo bem. Tudo que eu via era a fumaça de mais um dia. A TV vende o sonho americano enquanto eu penso um grande "dane-se" para o que somente eu vejo. Um caminho longo e árduo tem sido essa travessia. Enquanto caminho pelo vale da sombra da morte dou uma olhada na minha vida e percebo que não sobrou nada.
Tenho 23 anos agora, será que viverei até os 24? Do jeito que as coisas vão, sei lá. Me diga, por que somos cegos demais para perceber que aqueles que magoamos somos você e eu?
Então eu pergunto á Deus ó Pai, porque?

2014/11/07

Dia 1988

O que eu deveria dizer? Digo, e se eu fosse embora pra sempre hoje qual seria a ultima palavra dita? Eu li um livro algum tempo atrás chamado "Quem é você Alaska?" e la, o personagem principal que tinha o apelido de 'Gordo' era colecionador de ultimas palavras de pessoas famosas. J.F.K, John Lennon, ele sabia as ultimas palavras de todos eles. Ás vezes fico pensando qual seriam as minhas. Algo muito estupido eu acho. Ou algo que não esperaria o fim. Acho que a gente nunca espera o fim.
A primeira coisa que um depressivo diz é "eu não estou depressivo", então eu não estou depressivo. Eu acho que perdi o dom. A caneta pesa uma tonelada e a tinta parece que sai direto das minhas veias. Faz tanto tempo que não escrevo que nem sei mais sobre o que eu deveria dizer. Eu queria dizer algo romântico e inspirador aos corações recém aflorados e aos recém machucados também. Mas não tenho nada agora, me desculpem. Já faz algumas semanas que ando afundando pra dentro de mim tentando encontrar o melhor mas não acho nada.
Mas de alguma forma, algum dia eu vou ter que enfrentar... Sabe, estou olhando para cima um mundo que não posso abraçar. O paraíso parece um infinito distante agora. Está tudo tão errado mas ninguém quer a culpa. Mas quem sou eu, quem sou eu para dizer? Chega até a ser engraçado sabe? Você é forte o tempo todo, por você e por todo mundo mas chega uma hora que isso acaba. Eu só queria ser um rockstar, beber pra valer e não me importar tanto assim. Mas eu me importo, eu me importo pra caralho. Vai ver é esse meu problema. Deveria me importar menos. 
Um dia sua vida será um flash diante de seus olhos, certifique-se de valer à pena assistir. Diga sua própria verdade, mesmo se sua voz tremer, mesmo que pareça errado. Ouça o vento, abrace a solidão. Na tristeza você se conhece mais do que qualquer um, porque é apenas você. Sem intervenções ou reticências. É só aquilo, ali, na hora. Sem mais.
Lembre-se dos seus pais. Faça um video sorrindo pra que todos se lembrem disso, de sorrir. Veja o pôr ou o nascer do sol ao menos uma vez. Gaste seu dinheiro guardado em algo excepcional, mas não dê tanto valor afinal é só papel sujo. Viaje, viaje muito. E por fim, suba aquela maldita montanha. 

Dia 1987

Eu tropecei e cai dentro dela, foi um descuido, talvez falta de amor-próprio, uma desatenção. Fico repetindo pra mim mesmo porque não dei ouvidos aos meus instintos. Sou um pouco assim, meio mistico quando se trata da entrega, da coragem que é preciso para amar. Eu rodava por uma highway desconhecida e me embriagava com a trilha sonora do Pink Floyd. Esticava o braço pra fora da janela com vontade de voar. Maldita pretensão. Seguia sem saber que o amor que me movia era o mesmo que te prendia ao chão. 
Eu quase morri. Amor, eu quase morri. Foi um quase muito grande. Deveria ser proibido se jogar no abismo que é amar, e não ter ninguém para lhe colocar asas. Mas apesar de todos os apesares, de todas as suas esquisitices, da secretária eletrônica falando que você não estava, da porta batendo na minha cara e só ficando os ecos dos teus passos pela escada, eu to aqui! Porque foi só um quase, amor. E um quase não mata.

Dia 1986

E aqui estamos nós de novo, distantes, fadados apenas a cultivar lembranças. É aqui estamos nós de novo, sentindo falta um do outro mas o orgulho nunca vai nos deixar admitir que a gente devia ficar junto. Tipo, junto mesmo. Juntinho.

2014/11/04

Dia 1985

Acho que foi naquela hora. É, foi naquela hora mesmo que eu não podia dizer que eu estava completamente apaixonado por ela. Pelos desenhos na pele dela e principalmente quando ela veio daquele jeito falando do que tinha acabado de fazer. Pelo cabelo meio claro, meio escuro que ela tinha. Por ela ficar sem graça e me chamar de besta á cada coisa maliciosa que eu dizia tentando fazer com que me mostrasse seu lado mais secreto. 
Com ela aprendi que gostar de alguém é como dar um tiro no escuro que você não sabe ao certo se vai acertar ou não. Mas só ela pra aguentar minhas idas e vindas. Quando eu sumia, queria dizer pra ela como eu sentia falta. Mas eu nunca dizia. Eu sempre fazia isso, permanecia sem aparecer e quando aparecia sempre a fazia ficar confusa. Gosto dessa confusão dela, mantinha ela perto. Mas era arriscado entende? Ela podia sumir também.
Uma coisa que eu sei com certeza dela, é que ela vive querendo aparecer aqui nas minhas linhas. Ela adora se encontrar por aqui porque sabe que aqui é o meu mais intimo dito, escrito, confessado e de coração.
Bom, acho que nesse ponto da história eu nem preciso chegar nela pra dizer que todas essas linhas são pra ela e porque queria falar: Eu sinto sua falta. 
Porque sei que você se pergunta ás vezes se eu penso em você, se sinto sua falta realmente. Se lembro dos nossos momentos juntos frente ás câmeras da vida. Essas coisas. Viu como as coisas mudam? Alguns minutos atrás eu estava falando pra centenas de pessoas e agora todas elas sumiram e eu estou falando apenas com você. Diretamente com você. Porque você sabe exatamente nesse ponto que tudo isso é pra você. E eu acho que mencionei "você" umas vinte vezes nessas linhas. Vão me achar um chato por isso e a culpa é toda sua. Mas eu nem ligo.
Eu não falo tantos "eu te amo" quanto ela gostaria. Eu não a levo em tantas viagens pelas praias da costa como ela ás vezes quis. Eu não virei tantas páginas assim como ela ás vezes precisou de mim. Mas eu tenho certeza que nunca, ninguém teve um sentimento como o meu por ela assim. E eu largaria tudo agora se ela me dissesse que casaríamos no domingo.