2010/09/25

Dia 506

De vez em quando, o mundo testemunha um ato heróico ou descobre uma pessoa com um talento excepcional. Vez por outra, um cientista faz uma descoberta fundamental ou um engenheiro projeta um aparelho revolucionário. A cada uma ou duas décadas, dois políticos assinam um ousado tratado de paz. Anualmente, megaeventos anunciam os melhores atores, músciso e atletas da temporada. Esses acontecimentos e realizações monumentais frequentemente aparecem em letras garrafais nas manchetes e são considerados símbolos de grandeza. Na maioria dos casos, eles representam de fato um tipo de grandeza que merece atenção e aplausos porque fazem a sociedade avançar de maneira significativa. Mas existe um outro tipo de grandeza, mas discreta, e que geralmente não aparece nas manchetes. Para mim, essa grandeza merece ser mais celebrada e respeitada. Eu a chamo de grandeza de cada dia. A grandeza de cada dia não é um acontecimento único, mas um estilo de vida. Ela está mais relacionada ao que uma pessoa é do que ao que ela tem. Ela se manifesta mais pela bondade que irradia do rosto de alguém do que pelo título impresso em seu cartão de visita. Ela revela mais sobre as motivações das pessoas do que sobre seus talentos; fala mais sobre pequenas e simples ações do que sobre realizações grandiosas. Ela é humilde. Quando peço para que as pessoas descrevam o que entendem por grandeza de cada dia, elas geralmente falam de indivíduos que conhecem. Elas descrevem um avô, um professor, um colega do trabalho, um vizinho ou mesmo um amigo, que é honesto, esforçado, respeitoso e com quem sempre se pode contar. O traço comum entre essas pessoas é que elas não pretendem ser nenhum Gandhi ou Madre Teresa de Calcutá para exercer a sua grandeza de cada dia. São pessoas que, apesar de tudo que há de negativo no mundo, ainda encontram alguma forma de contribuir positivamente. O segredo está no fato de que esses gestos de doação fazem parte de sua natureza e refletem o que realizam anonimamente todos os dias.
Todos os dias.

23 comentários:

Vinicius Mello disse...

Muito bom o texto, tocou em um ponto fundamental, não acho que devemos ser bons em busca de mérito, muitos o fazem, não estão certos, a bondade esta em viver cada dia da forma mais correta, mesmo algumas vezes não sendo correto para isso, não penso que para ser grande você tenha que ter as atenções para si, a verdadeira grandeza esta dentro de cada um de nós na forma de honestidade, fidelidade, bondade, no caracter de cada um, quando passamos por cima do caracter para chegar a grandeza, estamos nos tornando ínfimos, esquecemos o valor de ser homens e agimos como animais.

ótimo texto.

Taí disse...

E parece que poucas são as vezes que damos lugar especial nos nossos dias a esses anônimos tão excepcionais.

Ká Moraes disse...

Oii Ramos. Tudo bem? Sou integrante do Lá Vem Elas, e confesso ser a primeira vez a visitar o teu canto, e... ME APAIXONEI! Já te sigo. Me encantei de verdade com seus posts, estive a ler alguns aqui, e adorei. Parabéns pelo dom de escrever tão bem.

Beijãoo e ótimo fim de semana!! =)

Fabiane Aline disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabiane Aline disse...

Olá meu amigo, tudo bem? Comigo está tudo bem, tirando o nervosismo (a prova da OAB é amanhã, risos). Não aconteceu nada, eu sumi pq o meu namorado passou uns dias na minha casa e tbm fiquei estudando.
Agora sobre o seu texto, concordo plenamente. Talvez a bondade mais linda e pura é aquela que não precisa ser vista e ganhar méritos por ter sido boa, caridosa ou qualquer outro ato positivo. O importante é cada um fazer a sua parte para um mundo melhor (mesmo que nem todos estejam dispostos).
Beijinhos.

..::*::.. Palavra de Guria ..::*::.. disse...

Adorei seu texto,você disse tudo...

beijoos bom find!

Camila Cavalcante disse...

Hoje em dia ninguem mais se importa com coisas que te fudamentos ou importantes, e sim o centro das atençoes sao coisas futeis.

aivilana disse...

Obrigada pelo comentário no meu Blog.
A história que postei é baseada na nossa trsite realidade sim. Felizmente não passei por isso. Embora conheça duas pessoas que tenham passado por isso.
Mas a história não é baseada na delas.

Fico feliz em saber que gostou! Seu blog tá ótimo, tratando de coisas do dia a dia e que fazem com que a gente reflita e perceba que precisamos curtir cada dia, instante da vida. Da melhor forma.
:)

Carollina S. disse...

Gosto de textos que te faz refletir assim :) e você escreve bem, garoto. Parabéns. Enfim, cada um tem uma grandeza dentro de si, basta encontrá-la e saber usá-la. É uma pena que muitas vezes ela acaba passando despercebida entre nós, e ninguém a reconhece ou dá valor è ela.

As vezes "a riqueza que nós temos, ninguém consegue perceber."

R;* disse...

Vivemos em um mundo onde o artificial é tão visado, que as vezes esquecemos o que realmente importa, essa grandeza de cada dia que você descreve tão bem...
Uma palavra que descreve muito bem o que você falou é caridade, fazer o bem sem olhar a quem e sem esperar nada em troca!
Excelente texto, como sempre ;D
Beeijo ;*

Danilo de Lima disse...

Por trás das histórias de grandes nomes da nossa humanidade, há aqueles que em suas vidas públicas ocultas também tecem as suas histórias... pequenos atos, pequenos gestos, pequenas palavras... mas que, despercebidamente, fazem efeito na história "maior"!

Adorei o seu blog e a forma como você colocou o assunto! Realmente está de parabéns e eu vou te seguir! ;D

http://desquotidiano.blogspot.com

Camila Gusmão disse...

Vc sempre aparece com textos maravilhosos que nos fazem refletir, nossa cabeça dá um giro quando estamos "lendo vc".
Parabéns, mesmo!

Victor Pagani disse...

Muito bom o texto, sério. Vou dar uma olhada nos anteriores, bem interessante o seu blog :D Parabéns!

[]'s

Francorebel disse...

Mas, o que é ser bom ou ruim? E a ética, não seria ela a grande questão, ou é complexa demais?

Weender Augusto disse...

Hoje focamos apenas em 1 coisa e esquecemos as coisas mais importantes , deixando de lado tudo,
Texto otimo parabens.

http://caminhandopelavida1.blogspot.com/

Renata disse...

Ta aí! A maioria das pessoas que tenta fazer algo é em procura de máritos ou reconhecimento, não deveria ser assim...
Existem muitos por ai que ajudam outros tantos...

estou seguindo no twitter ;)

Aripiprazol e Caiçara Parpitero disse...

Belo post, bela abordagem sobre o assunto, ainda mais em dias como os nossos onde se perderam os valores e o respeito pelo próximo...

Lívia Priscila M. disse...

As pessoas devem fazer o seu melhor, serem boas..etc para vencer barreiras internas e não se comparar com os outros ou esperar o aplauso da 'platéia'. Sou louca pela sua maneira de escrever!
Que Deus te ilumine!
=*

Rondinelli Rodrigues disse...

devemos ser o melhor que podemos! mas nao fazer isso em troca de reconhecimento, de aplausos!
Otimo texto, vc manda muiito bem msm!
abraços!

Lis disse...

Lindo texto...E concordo com vc!E sabe o que é mais interessante é que na maioria das vezes estas pessoas que fazem atos que são admirados e inspiram outros nem percebe que faz isto...É natural.Não é marketing.É caráter.E são estas pessoas que mudam o mundo, o mundo ao redor delas.
Hoje escutei uma frase dita por uma pessoa: qdo vc se for, o que de bom vc vai deixar?
E para ser sincera, apenas o nossos atos deixam marcas, nada mais...
Bjusssssssss

Niddo disse...

mto bom... adoro os textos do blog :)

jjpapel disse...

Concordo bastante com o que dissestes...muito perfeito o teu texto; simples, reflexivo, profundo e muito bem escrito, é mais um dos posts que te fazem merecer a grande quantidade de seguidores, comentários e selos do teu blog.
Realmente cada pessoa tem a sua grandeza, independente de ela ser vista ou não pelos demais...
Abraço.

Rotina de um Desconhecido disse...

Bravo! Muito legal mesmo, adorei seu blog vou ler continuamente seus posts hehe. Abraço!