2014/10/31

Dia 1983

Certa vez pensei que á partir de agora deveria dedicar minha vida a cuidar de cachorros, ler livros, assistir filmes e tomar café. Investir nas pessoas só da prejuízo. Pessoas dão muita dor de cabeça. Na verdade, as pessoas... Deixa pra lá as pessoas.
Deparo-me com clichês fatídicos ao abrir a porta de casa toda manhã. Aquela risada falsa de escritório pra puxar o saco do chefe, os pensamentos sórdidos sobre a passagem da escada rolante ou a fila do banco. A droga do café que esfria na xícara enquanto falamos mal uns aos outros. Vejo a vida imitando a arte, o cinema esta escancarado à porta da rua. Um rapaz leva um tiro, outro morre, um esta com fome, o outro esta apaixonado, a menina escuta musica, alguém é assaltado, um guindaste cai, um prédio desaba, um amor acaba, alguém chora, alguém tem sede, mas não tem água, ocorre um desastre natural, os políticos nos assaltam, e de tanto a vida imitar a arte nós nos tornamos protagonistas do filme principal, vivemos numa mentira, num tremendo faz de conta. 

A vida já perdeu a graça? O que eu deveria fazer então? 
As madrugadas são perfeitas para escrever sobre um romance bem sucedido ou mal acabado, o cansaço da semana, a dor de cabeça do trabalho, a preocupação com os estudos e é claro uma boa musica nostálgica serve para falar sobre algo que mexe nos nossos corações. Hoje especialmente eu não vou escrever para alguém que provavelmente nunca ira ler, vou escrever para os que me leem todos os dias, pessoas das quais eu tenho um carinho enorme, pessoas que de uma certa forma me dão forças para continuar escrevendo. Esse texto é dedicado à vocês que me acompanham desde o inicio e que me apoiam, muito obrigado por todo o carinho e elogios e também pelas criticas que são sempre bem vindas e na maioria das vezes me fortalece. É muito gratificante saber que de alguma forma eu estou presente com vocês. Fazendo parte de algo maior que eu. Participando, em algum momento do seu dia. Porque eu sou e sempre fui aquela coisinha que todo mundo diz: "Eu já ouvi isso em algum lugar".

4 comentários:

Émile disse...

Suporte da Mente, melhor Blog. Parabéns pelo trabalho, você consegue descrever em palavras o que se passa nas nossas cabeças confusas e principalmente nós nossos corações partidos.

Nath disse...

Nisso eu tenho que concordar com a colega que comentou a cima, você sempre escreve o que se passa na cabeça de todos, muitas vezes encontrei aqui tudo o que eu queria dizer e não pude. Você simplesmente arrasa não pare nunca de escrever.

Miiguel Peres disse...

Você é um poeta.

Gleicykele Martins disse...

Voce e humano??
Pq nunca vi assim
Caramba q poeta vc e