2010/06/13

Dia 356

Eu queria uma resposta agora, que respondesse todas as minhas perguntas. Apenas uma que me diria tudo que preciso saber de imediato e todos os questionamentos desapareceriam assim, num piscar de olhos. Acho que nem eu sou o que penso que eu sou. Nem nós o que pensamos que somos. Desconecte-se.
Você já se perguntou se somos nós que fazemos os momentos em nossas vidas ou se são os momentos da nossa vida que nos fazem? Por que a vida é feita de pequenos momentos, os pequenos momentos... Não há nada maior.
Felicidade de vida é como o amor. E a melhor forma de amor, é fazer o outro feliz, mesmo sabendo das consequências, com o esforço que for e doa o quanto doer. É a felicidade do outro antes da sua. É fazer o outro feliz antes mesmo de si, sabe? Por que o sorriso do outro, vai se tornar o seu e assim, ambos desfrutarão da mesma felicidade. E disso, você pode dizer que tem amor.
Mas eu sei, de que tudo que eu escrevo é mão que desenha os traços das letras, mas quem guia a escrita é a alma.
E eu continuo sem a resposta, mas e dai? Eu continuo tendo felicidade, continuo tendo sua respiração no meu ouvido.

3 comentários:

[јuṡτ] яuαṉ disse...

"E a melhor forma de amor, é fazer o outro feliz... Por que o sorriso do outro, vai se tornar o seu e assim, ambos desfrutarão da mesma felicidade..."

Esse trecho é perfeito, isso é a verdadeira felicidade, é o sentimento mais reconforte, o mais saudável, tornar outra pessoa feliz é a maior felicidade que podemos alcançar =)

& Sân'Parente disse...

De que importam as resposta se o que nos move a escrever são as perguntas?! Essa busca incansável por respostas, a mente flui e encontra outra pergunta, é o que nos faz viver, é o que nos faz feliz!!

K Santiago . disse...

Liindo Liindo.
Parabéns seu blog é otimo !