2010/03/23

Dia 281

Falta um som agora, uma música para descrever esse momento. O momento da escolha, ora escolha certa, ora escolha errada. Nossas escolhas dizem para onde vamos e de onde viemos. Dificil é saber por que fizemos essas escolhas, escolhas sem porquês e sem explicação. Falta a música pra agora, continua faltando uma música agora.
Depende de como encaramos o nosso senso de desejo pessoal para cada coisa que escolhemos. Talvez eu escolha tomar café ao invés de chá por uma certa razão e essa razão fundamental me deu a minha preferência. Pode parecer que não, mas a preferência muitas vezes é nosso motivo de escolha. Mas ás vezes nossa preferência nos fode bonito. Por isso temos que ter cuidado com as escolhas que fazemos. As escolhas que fazemos podem dizer quem somos e do que somos feitos.
Qualquer coisa em qualquer lugar pode ser escolhido por qualquer pessoa. Assim como qualquer pessoa em qualquer lugar pode ser qualquer coisa. Todo mundo é capaz de fazer escolhas, cabe a nós preferir aquelas que são certas pra nós. Eu acho que consegui ser bem claro. Mas vai de você, preferir o certo ou errado pra você mesmo. Fica aqui apenas o meu Boa Sorte!

4 comentários:

Camila Passatuto disse...

Primeiro, quero dar os parabéns. Pelo que vi é todo dia um texto. Gostei disso.

Então, as escolhas além de mostrar quem somos e de onde viemos, elas muitas vezes são o primeiro passo para a satisfação da escolha certa ou o primeiro passo para tempos de lamento. E isso que é o emocionante da vida *-*.

Rogerio disse...

escolhas são feitas..para errar e acertar...mas não sabemos qual rumo e o certo...temos que torcer para a escolha certa...

seuvicio disse...

Pode escolher os lobisomens do inferno.

M. Martins disse...

Realmente é muito dificil tomar certas decisões....

as escolhas mudam nosso futuro, completamente!

to seguindo =)