2010/03/28

Dia 287

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa. Não posso perder um minuto do tempo que faz minha vida. Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca. Basta sentir o amor para que fiquemos dependentes dele, uma dependência boa, daquilo que nos faz sentir vivos.
O ser humano só consegue ser feliz se conseguir completar a missão de ser um Ser Humano nos dias de hoje. Seja qual for o caminho que escolhermos seguir, sempre haverá altos e baixos. Agente ás vezes joga a luz fora e depois reclamamos da escuridão, somos tão indecisos. Se você não sabe lidar com o meu pior então, com certeza, você não merece o meu melhor.
Sou pássaro. Pássaro em pleno vôo, brincando com o desenho das nuvens, enfrentando as tempestades voando livre para o amanhecer do dia seguinte! Então no começo de cada dia... 'Que seja doce', repito todas as manhãs, após abrir a janela... 'Que seja doce'. E todos os dias, por mais amargos que sejam, eu digo: Amanhã eu fico triste. Hoje não!

10 comentários:

Leonardo Ribeiro disse...

Muito bom
Parabéns

Passa lá no meu depois:
http://rasgueverbo.blogspot.com/2010/03/ecoturismo.html

Wellington Schreiner disse...

Nossa que lindo...
amei....

Strider disse...

Pensar positivo é meio caminho andado, com toda certeza.

Ajuda-te, que o céu te ajudará!

Marcelo Leite disse...

Você se expressa muito bem.
Genial.

FoxMan disse...

"O ser humano só consegue ser feliz se conseguir completar a missão de ser um Ser Humano nos dias de hoje. "

Achei muito interessante essa sua colocação.
Assim como seu positivismo.
O mundo seria um lugar melhor se todos pensassem assim...

T.aaaatý disse...

Que lindo! Amei! (: Você escreve muito bem, parabéns! Beeijs

seuvicio disse...

Iogurte é doce, cerveja é amarga.

Zoo disse...

bonitoo isso, muito bom, parabéns..

Alexandre Terra disse...

adorei o texto, principalmente o final: amanha eu fico triste, hj nao!


mt bom o blog! parabens pelas suas otimas postagens!

http://alexandreterra.blogspot.com/

Nairah Veríssimo disse...

uma parte desse texto é do Caio Fernando Abreu...