2011/06/12

Dia 595

Eu, você e todos nós.
Ahh, como eu queria que todo mundo poetizasse mais. Tudo ficaria mais perplexo e intenso. Isso é mostrado enquanto vivo e respiro. E pela manhã, todos irão ver quão louco amor jovem pode ser. Quando estiver comigo, seja toda você. Corpo e alma. Às vezes, mais alma. Às vezes, mais corpo. Hey você... Eu bato palmas e ninguém me vê. Eu grito e ninguém me vê. Mas por favor, se eu sorrir... Sorria de volta!
Eu acredito no poder de reinventar a si mesmo. Minha vida. Quando começou? Minha primeira recordação é de quando meu pai me levou de cavalinho nos ombros. Isso foi quando o mundo não era tão grande e dava para eu ver todos os lugares. Quando meu pai era um herói e não humano. Ás vezes a mente se comporta como em um sonho. Ela muda, e as pessoas mudam. As pessoas mudam?
A semente do amor é maior que a árvore da mentira.
Do fundo do coração, eu quero mais amor e música. Poesia de se fazer na cama antes de dormir. Poesia de se fazer, no vagão do mêtro e na sala de aula. Poesia de se fazer na hora do almoço... Mas que haja poesia, por favor!

7 comentários:

Will Lukazi disse...

Olá Rafael!

Acredito que ''poetisar'' faça parte de um dom natural inerente em algumas pessoas, um 6º sentido dividido entre alguns.
Este post me tocou principalmente porque vi meu pai comigo nos ombros...meu primeiro cavalinho.
Parabéns pelo post!!

Parabenizo também pelo novo Designer do Blog. Vi pelo twitter que havia mudado o ''Suporte'' e confesso que foi uma bela surpresa.

O palco está montado, a platéia está a postos: vamos viver e aproveitar o tempo sagrado em que a cortina estiver aberta.

Um grande abraço e mais uma vez parabéns pelo sucesso !

Maíra K. disse...

A poesia está em todos os lugares, porque em alguns há sorrisos, em outros, surgem prantos. Em toda parte há amor e raiva. Em todas as horas do dia, todo dia que se passa, os sentimentos estão presentes.

beijos!

d. disse...

"Eu acredito no poder de reinventar a si mesmo"

eu também!! e que exista mesmo muito muito mais poesia nessa vida e com açúcar, por favor. hoje eu assistir Melinda & Melinda e o querido Woody Allen conseguiu descrever como é que a vida é. a historia tende a ficar mais engraçada ou mais dramática a depender do ponto de vista de quem vê. vamos ter mais senso de humor e fazer as coisa mais leves, não é?

um abraço!!

Priscila Mondschein disse...

Uma vez, numa entrevista, Ferreira Gullar disse que a poesia surgia nos lugares mais inusitados, que ele parava e escrevia, para o poema não escapar... é assim que tem que ser!

Beijos!

Jéssica. disse...

"A semente do amor é maior que a árvore da mentira". Porque o amor é maior que qualuqer outra coisa.


Gostei do novo visual do seu blog. *-*

Raissa;* disse...

Poetizar sempre, assim como você!
Fiquei encantada com seu texto!
Mas ele me deixou intrigada com uma coisa, de quando minha vida começou? Não consigo lembrar, queria tanto, mas não consigo...
Adorei seu comentário lá no blog, estava sentindo falta!
Não podemos nos perder hein mocinho?!rs
Bom final de semana!
beeijo;*

Maíra Souza disse...

"Do fundo do coração, eu quero mais amor e música."

Acho que é o que a maioria das pessoas querem. Chego até em arriscar que sem amor ainda vivo, mas não sem música! Mas sempre há poesia, ainda que pouca e passe despercebida. "A poesia está nos olhos de quem vê." =)

BjO