2010/05/26

Dia 331

Eu não serei afogado pelos seus atos impensados. Você pode até tentar me espancar, me jogar no chão mas você não me verá parado. Eu vou estar sempre me movendo enquanto você se afunda, afunda, afunda...
Ás vezes eu sinto nas minhas veias a pulsação das outras pessoas. É difícil me iludir, porque não costumo esperar muito de ninguém. Odeio dois beijinhos, aperto de mão, tumulto, calor, gente burra e quem não sabe mentir direito. Não puxo saco de ninguém, detesto que puxem meu saco também. Não faço amizades por conveniência, não atendo o telefone se não estou com vontade de conversar. E se algum dia eu gostar de você, é por que pra gostar não precisa fazer sentido... A vida acontece.
Agente tem que morrer tantas vezes durante a vida, que eu já to ficando craque em ressurreição. Bobeou eu to morrendo. Há dores que sinceramente eu não resolvo, simplismente deixo pra lá. Então eu só peço pra você que me carregue para sua vida, me carrega?

4 comentários:

spectromgm disse...

Interessante seu blog, a forma como você escreve... Gostei.
Abraço

Luiz Brisa disse...

gostei do blog
gosto do jeito q vc escreve XD

KGeo disse...

esperai, vc n gosta quem n mente direito, isso quer dizer um bom mentiroso vc gosta!

Achmounein disse...

Mto bom... Identifiquei-me com o texto...
Cada dia vc se supera...Parabéns!!!