2010/05/30

Dia 338

Eu não sou nenhum conceito. Só sou mais um fudido procurando a paz. Não copiem o que já está estragado e podre. Talvez não do lado de fora, visível, mas do lado de dentro, onde poucos querem ver de verdade.
Acha que eu não entendo que eu sou nada? Entendo, eu sei que não valho nada. Mas o único jeito de alguém me vencer é me derrotando. Não me assustam.
Não importa o quão ruim eu me sinta, meu coração não para de bater e meus olhos se abrem pela manhã. Então eu penso que tenho que ser uma pessoa boa. 'Seja bom, mesmo quando não há ninguém olhando' eu penso. Quem vai ter que conviver consigo mesmo sou eu. Não adianta sentir pena de mim mesmo ou chorar. Ninguém jamais conquistou alguma coisa com lágrimas.
É a coisa mais fora de controle que já fiz na vida, tentar me entender. Mudar não é uma escolha. Não para uma espécie de planta, nem para nós. Acontece, e agente fica diferente. Mas deixa eu ir embora agora, daqui a pouco vai começar a chover chiclets.

2 comentários:

Pamela Santos. disse...

Ramos, rafa. rs

li todas as postagens, antes de comentar naquela de baixo. voce sabia que eu ia ler? *-* há.
já te add, add ela também espero que ela nao me ache louca. kk'

http://www.egomorto.blogspot.com/ - esse é o blog de silas.

a postagem abraços e estrelas, dele, é muito linda... e nao é so porque fala sobre mim x: rs.

http://www.facebook.com/profile.php?id=100000512946451
esse é meu facebook.
se tiver, me add, se não, faça um pra você! *- haha.

:*

Pamela Santos. disse...

"Mas deixa eu ir embora agora, daqui a pouco vai começar a chover chiclets."

muito bom, beijos :*