2011/07/30

Dia 627

O mistério do amor nasceu dentro de mim e tomou conta de todo o meu ser, da minha vontade, do meu pensamento, dos meus atos. Nem sempre agente consegue expressar aquilo que está sentindo! Tem coisas que eu gostaria que você percebesse sem eu precisar dizer! Então te vejo e sinto o brilho deste olhar, que me acalma e dá forças pra encarar tudo. O sorriso responde até mesmo aquilo que não foi perguntado. Ele, a face, a cor, a púrpura... Sou lampião, faço cena, me faço de sem graça, sou balão. Tenho milhares de cores em mim, apenas por um brilho de estrela. E há quem ache que a distancia faz esquecer. Isso é esquecer que a saudade faz lembrar.É que, cada vez mais o ser humano se perde em coisas tão simples, e transformam o que deveria ser puro e bonito, em algo sujo, feio, sem graça e sem valor algum. A verdade é que palavras bonitas se tornam descartáveis perto das atitudes estúpidas. Mas eu não. Eu ainda acredito nesse mundo de Alice. E acho que sempre vou acreditar.Por que sabe, depois que uma estrela fica dentro da gente, o mundo não é o mesmo!E eu tenho uma estrela particular.!

2 comentários:

Ágatha Alves disse...

Muito lindo...
Eu busco a minha estrela particular, na verdade a espero cair dentro do meu coração, novamente.
Pra mim, distancia não é nada diante do amor quando se sente... mas não é todo mundo que pensa assim.

beijão, saudades de passar por aqui

Maíra K. disse...

O amor é isso mesmo uma junção de muitos e incontáveis sentimentos indescritíveis. E, por isso é, na maioria das vezes, não conseguimos nos expressar diante da pessoa amada.

Mas às vezes acho que um olhar diz tudo... ah! não sei... hehe