2010/08/02

Dia 446

No final das contas, fé é uma coisa estranha. Ela aparece quando você realmente não espera. É como se, um dia, você percebesse que o conto de fadas pode ser um pouquinho diferente do que você sonhou. O castelo, bom, pode não ser um castelo. E não é tão importante que seja 'felizes para sempre', mas que seja feliz agora mesmo. Porque, de vez em quando, as pessoas vão te surpreender, e de vez em quando, as pessoas até mesmo podem tirar seu fôlego. E você percebe que teve fé o tempo todo, só não reconhecia, era a parte estranha de você, que tentava aparecer. Era a parte que você implicava tentando saber no 'quem sou eu'.

5 comentários:

ϟ Aliice disse...

Fé é sisplemente a vontade de fazer dar certo. É o alívio da alma...
Fé é a irmã mais velha da esperança!!! (:

Pistoleiro Corvo disse...

É o que mantém os corações vivos.
Abraços e seguindo!

Ligia Barbosa disse...

Fé não se explica, se sente!;D

Luiz Brisa disse...

fé eh oq mandei a gnt na luto por algo melhor

Maria Victória disse...

Fé, e o que faz a gente fazer sempre o melhor!

meu, amei seu texto!