2010/08/17

Dia 467

Metódico e paciente. Talvez um pouco anti-social ou só um cara com o saco cheio de tudo. Confesso que durante esses últimos dias, avaliei minha vida completa e percebi que tenho de recuperar muito tempo perdido. Espero ter forças para isso. Ás vezes tenho medo de existir só na imaginação de um escritor perturbado. Sério mesmo.

3 comentários:

tammy diktiva disse...

Viver ao mesmo tempo que é essa dádiva toda é uma complicação sem fim. Quanto tempo a gente já não perdeu por errar d+ e quanto tempo a gente não quer recuperar. Eu acredito que sempre há tempo, aqui ou mais além e o seu medo de existir na imaginação de um escritor perturbado já foi meu medo também, mas eu me imaginava como peça de um jogo que nunca parava de ser jogado por um insano jogador.
Obg por me seguir :*

Raisa Barcelos disse...

Seja unicamente na mente de um escritor perturbado ou seja lá em qualquer lugar for,pelo menos você existe e assim sendo,há sempre há chance de novas possibilidades,novas oportunidades."Ninguém pode voltar e fazer um novo ínicio mas qualquer um pode recomeçar agora e fazer um novo final" =)

intransitado disse...

caraca, isso é muito frustrante! isso é uma sensação que temos que ter pra contnuar tendo outras perguntas e continuar vivendo delas.. é foda, mas é assim, o vento vai levando brco e ele passa por lugares lindos e lugares assustadores! segura o barco, beijos:*