2010/08/27

Dia 483

Eu fico assustado com a fragilidade das coisas. Uma hora estamos, noutra não estamos mais. Olhamos pro relógio e são 23:30... Logo mais olhamos de novo e são 2:27. São espaços brancos em vãos desconhecidos. Talvez viver seja só isso, mesmo. Esse branco onde acontecem coisas coloridas no meio. De repente, eu vi pessoas de mãos dadas, dando risada sem nem perceber. Pessoas são pessoas mas se esquecem disso pelo menos uma vez por dia. E se lembram logo em seguida.

12 comentários:

J! Demarttchelli disse...

Eu simplifico isso em uma só palavra : BIPOLARIDADE ! HAUHAUAHUAHA
Eu tenho essa mania de ser ' bipolar ' e mudar repentinamente, acho que todos somos assim, mas alguns demonstram mais do que os outros.

Preciso dizer que adoro o seu blog ou já virou clichê ? HAUAHUAHAUHA, parabéns, viu ?

Amélie Bouvié disse...

O tempo não para... e as vezes perdemos tanto tempo!

Segundos... tanta coisa pode acontecer!

Parabéns meu querido, adorei.

Beijos.

Alan Costa disse...

muito bom o texto !
esses espaços em brancos acontecem frequentemente em meu dia, é uma das provas que a vida passa rapido, e nesses tais espaços em brancos estamos a deixando passar muito facilmente.

Rondinelli Rodrigues disse...

muiito bom o seu blog!
otimos posts! to te seguindo!
passa no meu se der depois!
http://deunatellha.blogspot.com/
abraços!

M. Araújo disse...

Eu não enxergo esse espaço em branco seguido de transformações, eu vivo a cor.Do contrário o meu tempo de vida útil seria só mais um fator intermitente na aproximação inevitável da morte.

" A gente nasceu para ser feliz "

Anônimo disse...

legal seu blog, o meu é http://clickmusicbr.blogspot.com/
visita ele tambem

CristaL. disse...

É verdade... A vida acontece numa velocidade absurda, as vezes tenho a sensação q estou esquecendo de algo! Abraço!

Raisa Barcelos disse...

Nossa,talvez seja realmente disso que se trata.Os vãos aonde tudo acontece do qual nos esquecemos e nos lembramos depois.Acho que são eles que dão o verdadeiro sentido a vida,se é que existe de fato algum sentido.

Suzy Carvalho disse...

"As pessoas esquecem q sao pessoas".. é bem isso q acontece hj em dia, com a correria, as pessoas as vezes esquecem q sao mortais, e acham q sao maquinas e q podem fazer td ao mesmo tempo, e td do stresse, vc se pergunta se aquilo realmente valeu a pena, e na maioria dos casos a resposta decepciona.

Fabiane Aline disse...

O tempo não para, conforme o pensamento do nosso grande cantor Cazuza. Esses lapsos temporais só nos mostram que a vida passa e que devemos nos preocupar em viver mais da melhor maneira possível. Beijinhos.

Ariana disse...

Lindo poema!

Adorei, seu blog é muito bom!


bjos

Gabriela Araújo disse...

Obrigado pela visita!! Te sigo. Bjs