2010/08/15

Dia 463

Gosto de cheiro de shampoo no cabelo. Gosto quando as pétalas caem no chão da calçada, formando um tapete colorido. Gosto de bolo feito na hora com chá. Gosto de pão de queijo quentinho. Gosto de músicas que me fazem sentir. Pequenas coisas significavam muito para mim. Mas antes eu achava que eram só triviais. Acredite...nada é trivial. Coisa de criança.
A infância acaba quando sabemos que vamos morrer. Morremos apenas uma vez. Eu digo que estou morto e me movo. Gargalha sob a luz de um poste, um sorriso vodu daquele que morreu e mesmo assim continua vivo. Eu sou um erro do piloto, um parto complicado, um cromossomo aleatório, eu sou a loucura completa e total, eu sou o medo. Eu vi na face dos meus inimigos o demônio e o mesmo, envergonhou-se ao sentir o quanto a bondade pode ser terrível. Pra ele, mas só... pra ele. As minhas pequenas coisas me fizeram ganhar, aquelas que eu achava triviais. Vitíma... Todos somos.
Não pode chover o tempo todo, o céu não pode cair para sempre e embora a noite pareça longa, suas lágrimas não podem cair para sempre.

11 comentários:

Neuro-Musical disse...

Nada como um dia após os outros para as lágrimas secarem e seguirmos em frente. "Um cromossomo aleatório..." Curti muito!!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Trujillo disse...

Gostei muito. Parabens!! TB escrevo cisas assim. Tem um posto no meu blog intitulado "Outros, minhas lembrancas", acredito que irah gostar.
QUero ler mais. Estou lhe seguindo.
Abrcs,
Trujillo

http://rumosritmosrelatos.blogspot.com/

Ravi Barros disse...

olha eu aquii de novo!
Mooço... eu admiro a tua criatividade em conseguir escrever todos os dias coisas totalmente diferentes...
muito bom o texto... arrasando como sempre na simplicidade e delicadeza!

beeijo

;*

- De tudo um pouco (: disse...

que lindo moçA <3 LINDO BLOG :)

Luiz Brisa disse...

gostei
so achei a foto q não se encaixa muito
mais ta bem escrito
^^

Mayara disse...

Uau. Adorei. Muito forte. Simples e forte.
É por isso que adoro as palavras, elas causam um efeito gigante se utilizadas de forma correta. Parabéns pelo texto. Gostei muito da última parte: "Não pode chover o tempo todo, o céu não pode cair para sempre e embora a noite pareça longa, suas lágrimas não podem cair para sempre."

Fabiane Aline disse...

O tempo faz as lágrimas cessarem. Vc aprende a seguir em frente para uma nova batalha. Beijos

intransitado disse...

'Eu sou um erro do piloto, um parto complicado, um cromossomo aleatório, eu sou a loucura completa e total, eu sou o medo.' haha mt bom, sempre maravilhoso

Jéssica Thaís disse...

"A infância acaba quando sabemos que vamos morrer". Mas nada é para sempre não é mesmo. Nem a nossa vida DD:
Seria bom se chovesse o tempo todo. Eu gosto de chuva. E de pão de queijo *-*

Juliana disse...

Olááá!!!
Como sempre arrasando nos textos, uma delicadeza mas ao msm tempo bem forte! ta de parabéns! continue assim!

www.julyritmoquente.blogspot.com

Bjoks da Júh

R;* disse...

Sou muito grata que não pode chover o tempo todo, e por mais que tantos sofrimentos me aconteçam ainda posso sentir que existe algo de bom pra miim, e na hora certa vai chegar ;D
beeijo ;*