2010/01/22

Dia 219

Não gosto de fotografias. Pra mim, as lembranças tem que ficar na memória e no coração. Se algum dia eu ainda sim perder minha memória, cada imagem vai estar pintada ainda em meu coração, rabiscado na minha alma e eu nunca vou esquecer aquelas memórias... Aqueles dias perfeitos ou nem tanto. Não saio muito bem em fotografias, porque meu melhor lado a foto não pega, não me faz bonito ou me faz juz. Porque meu melhor lado não é o esquerdo, nem o direito. É o de dentro.
Admiro grandes qualidades. Mas gosto mesmo dos pequenos defeitos. São eles que nos fazem grande. Que nos fazem fortes. Que nos fazem acordar. Acordar de verdade, para o que somos, para quem vamos ser. Eu vou ser sempre eu mesmo, mas não vou ser pra sempre o mesmo. Quem é de verdade sabe quem é de mentira!
O menino que brinca por dentro, alegra o homem de fora. Somos meninos brincando de ser homens e meninas brincando de ser mulheres. Por que na realidade, ninguém sabe com certeza o sentido do que está fazendo aqui. Ninguém sabe o que vai acontecer. A vida está a nossa frente, cheio de sonhos quebrados. Então... Vamos acordar.

Um comentário:

Ligia disse...

Acho que é um dos textos que mais gostei!
Serve de consolo pra mim, que perdi todas as fotos legais da Bahia =/
hehe

te amo ♥