2010/01/24

Dia 222

(Quando eu ouço alguém suspirar, "A vida é dura", eu sempre sou tentado a perguntar, "Comparado a que?") Sydney J. Harris disse isso. A vida é o filme que você vê através dos seus próprios olhos. Faz pouca diferença o que está acontecendo. É como você percebe que conta. Se eu tivesse que viver minha vida novamente, eu cometeria os mesmos erros, só que mais cedo. Para aprender a não reclamar do que me foi dado, aprender a não reclamar do que eu fiz e a parar de reclamar do que eu sou por que eu sou eu.
Assim, dessa forma, várias pessoas que amamos deveriam ter esse mesmo pensamento. Nunca perca um minuto de sua vida preciosa pensando em coisas que você não gosta. Essas coisas acabam com você. Nunca deixe de ter em mente que o simples fato de existir já é divertido e que você não precisa de mais coisas pra se sentir bem. Não podemos escolher como vamos morrer. Ou quando. Podemos somente decidir como vamos viver.
As coisas mais importantes na vida não são coisas. (Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.) Essa é de Oscar Wilde e ele nos mostra que tudo acaba. Que o que vale é o que temos em nós, pelo lado que a fotografia não pega. É nossa alma que tem que ser alimentada e é a mente e o coração que são as passagens pra essa comida entrar. O que sentimos ou o que decidimos ter na cabeça que vai alimentar nossa alma. Não deixe sua alma morrer de fome!
A vida se tornaria insuportável, se não nos proporcionasse mudanças. A vida é como um livro que deve ser folheado página por página sem se consultar o índice. Por que é agente que escreve o final! E no final das contas não são os anos em sua vida que contam. É a vida nos seus anos.
Não somos Sydney J. Harris, nem Oscar Wilde mas podemos aprender a viver, dispensando as coisas que não prestam nas nossas vidas. Seja coisas, pessoas e até pensamentos descartáveis. Vamos abrir nossa lixeira e fazer uma faxina hoje.
Porque eu não amo um corpo, eu amo uma pessoa. Gosto de tudo quando estou contigo. É, acho que eu sou apaixonado.

Um comentário:

Ligia disse...

Nem há mais o que dizer...vc já disse tudo!*_*
eu te amo Amor!