2010/07/14

Dia 411

Você quer parar. De verdade. Mas é como um sonho. Não pode parar os sonhos. Eles se movem em pedaços malucos, pra onde querem ir e de repente... Você é capaz de qualquer coisa. Era um sonho, não um pesadelo. Um sonho lindo que eu não podia imaginar em mil noites. Senti aquele sorriso em minha direção e ondas de calor em seguida. Encharcando meu corpo e se esvaindo pelas pontas dos dedos em fachos coloridos. E soube que em algum lugar do mundo, em algum lugar havia amor pra mim.

7 comentários:

Micael araújo Andrade disse...

Obrigado pela ajuda amigo!!
Já coloquei o selo no meu blog.
Abraço!!

Camyli Alessandra disse...

que lindo o conto

Felipe R. disse...

Belo blog, você escreve muito bem!

entrelinhasdohorizonte disse...

que lindo *-*

Luiz Brisa disse...

ahh fofin
*-*

Karine Dias disse...

Que lindo. To seguindo também.

Ligia Barbosa disse...

Lindooo!
Já disseram!*__*