2010/07/29

Dia 440

Você precisa de todo lastro possível para não sair flutuando por ai. Você precisa de gente à sua volta, coisas acontecendo, senão a vida vira um filme onde o dinheiro acabou, e não há cenários, nem locações, nem atores coadjuvantes, só um cara sozinho olhando pra câmera, sem nada para fazer e ninguém com quem falar, e quem acreditaria nesse personagem, então?
Você precisa de mais cenas românticas, mais cenas de amor, mais frases de efeito... E isso, eu sei que não consigo proporcionar mais na emoção desse filme. Inconscientemente parecia querer buscar em autores, filmes e músicas, algum tipo de consolo. Como se alguém precisasse chegar bem perto do sofá, onde estava, colocar uma das mãos em seu ombro e dizer que aquilo era normal, que acontecia também com outras pessoas e que iria passar.

5 comentários:

Canteiro Pessoal disse...

Interessante teu espaço.

Priscila Cáliga

Ligia Barbosa disse...

Tristeza, falta de motivação, confusão, uma sensação de depressão...essas coisas que são normais sim, acontece com todo mundo um dia... E sim, passa. xD

Camila França disse...

Solidão às vezes é interessante, claro só um pouco.
Mas eu não gosto dessa solidão 'televisionada'...
Onde alguém tem que mostrar quanto sofre... o quanto ninguém a ama...
Não concordo com esse mundinho onde a câmera é o notebook é o melhor amigo.

Acho que dei uma viajada em relação ao seu post né?!

^^'

Beijão.

Michelle disse...

Oi Ramos! Obrigada pelo seu comentário! Gostei muito do seu blog, muito bem escrito, mas principalmente.. adorei as escolhas das fotos! Aprecio mt as fotos preto e branco.. Parabens!

Michelle disse...

Oi Ramos! Obrigada pelo seu comentário! Gostei muito do seu blog, muito bem escrito, mas principalmente.. adorei as escolhas das fotos! Aprecio mt as fotos preto e branco.. Parabens!