2010/07/20

Dia 422

Eu gosto de ter vida própria. Pessoas são confusas, as pessoas ferem os sentimentos. Um cara conhece uma garota. Ele se apaixona. Ela não. E tudo começa. Ás vezes posso parecer um tanto alheio, altivo, auto-suficiente... Mas não é nada disso, é apenas meu dispositivo anti-decepção falando mais alto. Há amores maiores que outros amores e saudades que doem mais que outras saudades. E mais uma vez, tudo começa.

2 comentários:

Pamela Santos. disse...

"E mais uma vez, tudo começa."

um ciclo?
é tudo sempre assim?

jadenadaf disse...

a vida é um ciclo repetitivo mesmo, é até estranho como acontecem sempre as mesmas coisas, mas com pessoas diferentes.