2010/07/25

Dia 432

Sou aquilo que você chama de 'estranho', ou então um pouco de tudo. Tenho várias faces, como todos, e uso todas, ninguém é totalmente bom ou ruim. Muitas vezes fico fora do ar por uns minutos, viajando nos meus pensamentos e no meu mundo, de fora parece que sou uma doente mental em estado avançado, mas por dentro, ah, por dentro só eu sei o que se passa. Me encaixo no que chamam de 'metamorfose ambulante' pois mudo várias coisas em mim mesmo, mas não a minha essencia. Tenho sonhos, muitos sonhos e vou realiza-los, seja quando for. Existem várias tempestades pelas quais passei e pelas quais continuo passando, claro, existem, entre elas, dias ensolarados e com arco-íris, mas a tempestade sempre volta e deixa minha visão turva.
Tão esquisito, tão anormal, é assim que eu sou, embora ás vezes tente aparentar ser normal de longe pra passar despercebido, raramente consigo, sempre deixo escapolir algumas coisas excêntricas, olhares perturbados e movimentos desastrosos, aliás, sou ótimo pra quebrar coisas, e pasme, mesmo sem querer, me culpam por isso. É crime ser desastrado?
Tenho tantas sedes afetivas, tantas vontades que ás vezes parecem que não cabem em mim e que não cabem em apenas uma vida. Ás vezes penso em me libertar de mim mesmo, em fugir pra outro mundo, mas penso que, se estou nesse mundo, nessa cidade, nessa vida, deve ter algum sentindo, deve haver algum motivo que faça tudo valer a pena. Gosto de pessoas com um traço de loucura, anormalidade, peculiaridade, as normais me cansam muito rápido, aliás, eu canso muito rápido das pessoas mesmo, tem que ser muito especial pra não me cansar. É incrível, irônico, mas sempre tenho o mau costume de gostar de pessoas complicadas e distantes. Incansavelmente busco prazeres no dia-a-dia, e os encontro, mesmo que em pequenas coisas, passadas despercebidas pelos outros.
Quero muita coisa, quero morar em vários lugares, visitar vários países e conhecer o diferente. Eu digo que eu era sozinho. Mentira, eu ainda sou sozinho. E vou continuar sendo até que alguém consiga tocar o meu coração tão lá no fundo. Sim, eu amo pessoas, algumas, nem tanto assim, de perto, de longe. Sim, eu firo pessoas que amo e elas me ferem também, e isso é a lei natural da vida, se você não está disposto a ser ferido, se tranque.
Nos animais, durante todos os anos da minha vida curta, encontrei amizade, compreensão no seus olhares mais que sabios e profundos, amor, ternura, afeto, cumplicidade, e os respeito profundamente, porque pra mim, eles importam e são melhores que seres humanos.
E claro, vale dizer que não sou simpático, mas tento ser amável, afável. Eu pensei durante anos que sempre houvesse alguém me esperando em algum porto, mas não existe não, porque quem você encontra no final do caminho é você mesmo e só.
Mais uma vez me encontro no precipicio da minha vida. E fica a pergunta: Pula ou não pula?

17 comentários:

Mylane Dantas disse...

gostei muito do seu blog

Raah disse...

Não pula! ^^

Gostei do seu blog! Tô te seguindo!

Mário Machado disse...

Bom,

Se há sonhos que quer realizar, lugares que quer conhecer é hora de começar a realizá-los, esperar não adiante muito.

Abs

Luiz Brisa disse...

parece uma muzk do raul seixas la no começo

Macaco Pipi disse...

ahh
estamos chegando!

Guilherme D. Dutra disse...

Muito bom o blog velho! Muito bom o post! Aliás... pula lol
Se tem que viver, viva de verdade. Se for pular, me chama lol

Gui Dutra
http://guilhermeddutra.blogspot.com/

rubiara farias disse...

Pule sim! Abrace o mundo, enquanto estiver caindo conheça novos lugares, realize os tais sonhos.
E quando chegar ao chão, se encontre mais uma vez consigo mesmo, e talvez, se encontre também com aquela pessoa que tocará seu coração realmente lá no fundo.
Preciso dizer que mais uma vez adorei o post? acho que não, né? afinal, isso já é inevitável!
Olha, aparece lá no meu blog que tem um 'incentivo' pra você!
Leia o post.
Beijos, volte sempre! :*

intransitado disse...

kkkkkkkkkkkkk vei eu nem sei.. é muito particular pra outras pessoas entenderem eu acho! kkkkk mas fica naquele pensamente do "quem ler de fato se complica, informação absorvida porém nao compreendida;transitem".! a minha ideia é intrigar mesmo, valeeu

Suzy Carvalho disse...

eu sempre me encontro nos seus textos, ou em alguma parte deles, vc escreve incrivelmente bem. Obrigada =) por ser tão bom e agradar-me os olhos

Artie disse...

mais um dia se passa...
parabens pelo texto...muito bem escrito =]

Jhow Jhow disse...

Não pula!

comenta ae antes

http://jhowjhow1234.blogspot.com/

LENNON disse...

pow muito legal seu blog demais:) adoro essas coisas que envolve a mente=D

visita o da minha banda
http://letracrock.blogspot.com/

abração e tudo de bom

Neuro-Musical disse...

Ual. Eu me vi nesse texto. Você me descreveu :o Muito legal. Gosto desse mundinho!!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Igor Gonçalves disse...

Aee ! finalmente um blog com textos legais !

sobre eu texto eu achei rico em detalhes, super interessante mesmo. Escreves bem, eu dei uma lida rápida... mas irei ver os outros posts depois.

Curti mesmo ^^

Eduardo o/ disse...

o texto até esta legal

mas ficou repetitivo

sei-la

;x


http://oarlecrim.blogspot.com/

• Myla♦YlaViolet ♥ disse...

Uau.. acho q todo mundo tem dias que se sente assim.. que pensa assim..
muito bom o texto o blog todo parabéns!

www.ylaviolet.blogspot.com

Salete Corrêa disse...

Me lembrei de Vanilla Sky, pula. encara, luta, xinga, grita, chora, ri! Arace a vida!

Visita: http://pontapedepartida.blogspot.com/