2011/12/03

Dia 748

Para certas horas, um momento. Para certas pessoas, um sentimento. Para certas palavras, um entendimento.
Para certas pessoas, vale a pena soltar um sorriso. E para outras, nem vale o meu sinismo.
Mas ah, quem disse que eu não podia fazer desenhos em mim? Quem disse que eu não podia testar esse novo acorde, misturado com meu novo refrão? Quem disse que eu não podia sonhar com tudo?
Você dormiria com um amigo seu? Você roubaria aquela loja? Fumaria aquele novo cigarro? Eu posso ver um pedaço a mais do seu corpo?
É tempo de esquecermos as desgraças. Usarmos as drogas dos nossos sonhos para viver a realidade. Abrir a porta dos olhos que nos mostram os corações dentro da gente.
É o tempo desses nossos sonhos caidos. É hora de acordar dessas memórias e deixar para trás.
Por que parece que todo pedaço de felicidade que tenho é estuprado de mim. Então, o que vamos fazer?
Vamos prestigiar essa vida, pois é a única que temos então vamos fazer o melhor dos dias. Por que hoje me sinto vivo. Na verdade, me sinto bem pra caralho.!

Um comentário:

· Dany Souza disse...

Concordo plenamente. Passei a viver um dia de cada vez, valorizando os pequenos momentos. E posso afirmar:

Também me sinto bem pra caralho!!

Kkkkkkk