2011/10/17

Dia 689

Ela liga para ele, ás 03:00 da manhã, depois de acordar chorando...
ELE: Alô?
ELA: Ei.
ELE: O que aconteceu?...
ELA: Nada não. É que eu tive um pesadelo e...
ELE: E...?
ELA: E acordei chorando. E decidi te ligar.
ELE: Tá tudo bem, amor?
(ela demora para responder, afinal, ainda estava pensando em seu sonho)
ELA: Tá.Tá tudo bem sim.
ELE: Hum...
(ela escuta um barulho, e fica com medo)
ELA: Amor...
ELE: Fala linda...
ELA: Tô com medo. Que merda. Que coisa mais infantil.
(ele ri, fazendo-a se distrair e rir também) Passam dez minutos conversando, de repente ela escuta alguém bater na porta.
ELA: Amor, tem alguém aqui, vou desligar.
ELE: Ei, espera.
ELA: O que foi?
ELE: Abre a porta pra mim?
ELA: O que você tá fazendo aqui?
ELE: Não disse que tava com medo? Então, vim dormir com você, e te proteger, bobinha.
(ela fica vermelha)
ELA: Idiota.
ELE: Linda.
ELA: Besta.
ELE: Ei amor.
ELA: O que foi?
ELE: Abre a porta. Tá frio aqui fora sem você.

(...)

Um comentário: